Curta e fique por dentro!

[Resenha] Confissões de Inverno.


Título original: The Gospel of Winter
Autor (a): Brendan Kiely
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
ISBN: 978858041439

Sinopse: À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta. O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação. Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que a verdade liberta e abre caminho para o amor.

"Tantas vezes eu busquei sua ajuda, tantas vezes ouvi sua voz com uma avidez, uma esperança e um desejo que chamara de amor...— e mesmo naquele momento o que me atraía a ele se parecia com amor, ou com que o amor deixa para trás quando vai embora."

Aidan Donovan é filho único, seus pais nunca estão em casa e a única pessoa com quem se da bem é Elena, empregada da casa. Elena o aconselha a trabalhar como voluntário na Igreja Preciosíssimo Sangue. Ele faz o que Elena pediu e começa a trabalhar diretamente com o Pasre Greg. Greg é muito conhecido na comunidade e é muito bem quisto também.

Já no começo da história vemos um Aidan perturbado, abusando de drogas e álcool. Se antes ele não era muito sociável, agora ele não consegue manter nem uma simples conversa. Isso muda um pouco quando ele faz amizade com Mark, que lhe apresenta Josie e Sophie. É instantânea a amizade que surge entre os quatro, a única coisa que eles realmente tem em comum é a classe social e a ausência dos pais.

Velho Donovan, como Aidan chama seu pai, abandona a família de vez e vai morar em Londres. Então, a mãe de Aidan começa a ser mais presente na vida dele, e ele gosta disso, mas ao mesmo tempo morre de medo que ela perceba algo.

Histórias sobre abuso sexual dentro das igrejas surgem a todo momento, e as pessoas começam a ser questionar se o mesmo não poderia ter acontecido na Preciosíssimo Sangue, Aidan nega veemente. Porém, ao notar a atitude de alguns colegas, ele repensa sobre sua decisão de permanecer calado.

"Nada daquele era bíblico ou um ato de Deus. Era humano. Eles não podiam se esconder para sempre atras de uma metáfora. Que se danem a esperança e o desespero. Vivemos num mundo de consequências e efeitos. Veja o que eles fizeram."

Aidan é confuso! Não sabemos se realmente aconteceu algo com ele, o que não sabia era que ele estava em negação. Se nada tivesse acontecido, ele não precisaria ter que lidar com isso. Passou meses lidando com o peso do seu silêncio, foi preciso algo ruim acontecer para ele entender que o silêncio era um veneno, que a cada dia ia matando-o lentamente.

Abuso é o tema central e a grande jogada do autor é como ele abordou o assunto. A mensagem maior que ele quis passar é a de que o abuso (em sua maioria) nunca vem de um desconhecido. Pessoas que supostamente deveriam lhe amar, cuidar e proteger são os que lhe destroem, infelizmente isso é verdade, e o autor usou essa história para alertar as pessoas. O fato de ter como cenário uma igreja não foi uma crítica a religião, e sim chamar a atenção para casos reais e acredito que o livro tenha sido escrito na época dos inúmeros escândalos dentro da igreja católica.

O livro tem duzentas e dezenove paginas, eu pensei que poderia lê-lo em no máximo dois dias, me enganei redondamente. O livro tem uma escrita muito verdadeira e dolorosa sobre as mudanças que acontecem na vida de quem sofreu abuso. Foi algo que me machucou, me fez chorar e me coloquei no lugar da vítima, confesso que foi duro e até mesmo brutal. Não é uma leitura agradável e leve, mas, com certeza recomendo a leitura. Mesmo com o assunto estando em alta no momento, ainda existe um certo receio em falar sobre abusos, e é necessário que falemos cada vez mais sobre isso. O livro só veio para confirmar isso.

O único ponto negativo na história, ao meu ver, foi o final, o livro tinha história para mais, só que o autor optou por deixar o final meio em aberto. Ele nos deu os acontecimentos, mas não os retratou, e apesar de ter gostado do final, eu gostaria que tivesse sido mais explanado.

A escrita do autor é detalhista quando se trata de pensamentos e sentimentos, no entanto não é maçante. A narrativa é toda pelos olhos do Aidan e ainda assim conseguimos ter um quadro geral sobre os outros personagens. O autor não deixou passar os problemas normais da adolescência, o que só deixou a história mais honesta. O medo da vítima também foi explorado com perfeição, é angustiante acompanhar, pois ao mesmo tempo que queremos justiça, sabemos que não é fácil para as vítimas lidarem com isso. Um livro que recomendo muito.


Beijos e até o proximo post!

44 comentários:

  1. Sempre acompanho os livros da Arqueiro, mas esse deixei passar! Não conhecia ele até sua resenha, e menina já quero! PQ NUNCA LI ESSE LIVRO? Adoro livros que tratam de temas fortes e esse parece um deles... entrou na fila!

    bjus.

    ResponderExcluir
  2. Oiii Thay, esse é um livro que eu realmente não conhecia, fico feliz que tenha trazido a resenha para nós, parece trazer um grande suspense na narrativa, dica anotada com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oiee, tudo bom?
    Eu ja vi muitos casos na televisão e nos jornais sobre abuso dentro das igrejas e praticado por religiosos, mas eu nunca vi um livro abordando tal temática. Parece ser uma leitura densa, por conta dos assuntos citados. Acho que eu provavelmente leria sim, pois é diferente de tudo que já li. Otima resenha!
    Beijos,
    Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br

    ResponderExcluir
  4. oLÁ
    Nossa, eu não sabia que essa trama girava em torno de uma temática tão intensa e repleta de problemáticas e suas consequências. Gostaria de poder fazer essa leitura sim, pois pude compreende o quanto há um personagem confuso, e é por isso que fiquei curiosa sobre as decisões feitas, e especialmente sobre o desfecho.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  5. Heiii, tudo bem?
    Nossa, achei esse livro com mtos elementos mais pesados.
    Fiquei curiosa para saber o desfecho, mesmo ele sendo mais aberto e nao te satisfazendo, queria ver como o Aidan se saiu nessa depois de tantas coisas acontecendo em sua vida.
    Não tinha visto nenhuma resenha antes e gostei da dica, vou tentar ler sim.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Pela capa e título a gente nem imagina o quão reflexiva deve ser essa obra! Nossa, adorei sua resenha e com certeza, no futuro, farei essa leitura =)

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Olhando esse livro não iria imaginar que tivesse uma história tão emocionante assim, fiquei bem interessada após suas impressões. Até que curto em alguns casos quando o autor deixa em aberto pra nosso entendimento sobre o final.
    Espero ter oportunidade de ler essa obra.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse livro e infelizmente não tenho vontade de ler. Ando precisando de leitura livres e não leituras pesadas como essa. Acho que eu choraria igualzinho a você pq é impossível não se colocar no lugar da vítima.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  9. Oi, Thay.
    Apesar do livro tratar de um tema importante, acho que não é uma leitura para mim. Como o meu trabalho já me coloca em contato com temas dramáticos, prefiro sempre optar por uma leitura mais leve. Quando vi a capa desse livro tive uma outra ideia dele, mas sua resenha me esclareceu bastante!!! Obrigada!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Amei a proposta desse livro, gosto de tramas realistas e que atuais e essa se encaixa perfeitamente nas duas definições, só de ler sua resenha já fiquei comovida com a história desse garoto e torço para que no fim o amor tenha conseguido restaurar o que lhe tomado. Não conhecia a obra mas é certeza que vou procurar mais a respeito e provavelmente ler, porque livros como esse devem ser lidos pelo maior número de pessoas possível.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro bem pesado por causa dos assuntos que trata. Preciso estar preparada antes de ler um livro desses.
    Gostei da tua resenha.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Thay! Eu não conhecia esse livro e fiquei bem curiosa em relação ao enredo, parece ser bem envolvente e ao mesmo tempo conter cenas fortes que muitos leitores não estão acostumados a ler, mas que é muito real. Sua resenha está ótima e espero ler esse livro um dia. Bjss!

    ResponderExcluir
  13. Faz um tempo que li este livro, e confesso que na época apesar de ter gostado da leitura de uma forma geral, achei que ficou faltando algo para me conectar mais com ela. Mesmo assim, é uma boa leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Oie, parece um ótimo livro. Gosto dessas histórias realistas, dolorosas, que mostram a realidade como ela é. Infelizmente o abuso é um tema bem doloroso, mas que acaba sendo explorado pois é o que acontece. Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  15. Esse livro parece ser ótimo, com personagens marcantes e um enredo incrível. Uma pena o final não ter te agradado, mas eu espero que não aconteça o mesmo comigo. Já estou cheia de expectativas. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá! Que livro, fiquei impressionada, com a sinopse. E com sua resenha tbm. Confesso que não gosto de histórias fortes assim. Quando leio algo assim passo semanas com o coração pesado. Meio melancólica e tal. Por esses efeitos colaterais, que pre-vejo que sentirei se ler este livro, deixo passar a dica.

    Abraço

    ResponderExcluir
  17. OI
    achei também interessante e instigante o enredo a primeira vista,pois mostra um adolescente buscando as drogas como fuga de problemas familiares.Quero muito acompanhar a trajetória de Aidan e conhecer seus conflitos.
    Interessante saber que será desenvolvida a história na época do Natal,a melancolia de Aidan e sua dor se apresenta com certeza com mais intensidade.
    beijos e braços ate próxima

    ResponderExcluir
  18. Achei a história interessante, sem dúvida é um tema importante que deve ser abordado em livros. Mas me parece denso e pesado demais, no momento estou procurando leituras mais leves, quem sabe mais para frente.

    ResponderExcluir
  19. Oie!
    EU já li esse livro e gostei da narrativa do autor, sem contar que a história é bem intensa, daquelas que você fica refletindo sobre o assunto abordado.
    Foi um livro que li rapidamente, pois queria saber tudo o que iria acontecer. Gostei bastante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bem?
    Nossa, é difícil demais ler livros que retratam esse assunto. Pra mim, o mais difícil é mesmo acompanhar o sofrimento da vítima. Eu não gosto de finais em aberto, mas essa história me parece ser cativante demais para não dar uma chance. Anotado!

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro, mas acho bem interessante livros que tratam sobre esse tema. No momento to a procura de ler coisas mais leves, mas valeu pela dica, algum dia leio o livro.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  22. Oi.

    Não conhecia este livro, e a capa dele não me atraiu muito. A premissa parece ser interessante, mas não me despertou o interesse em ler. Infelizmente passarei a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  23. Gosto quando o autor trabalha com o psicologico do personagem e principalmente quando consegue envolver o leitor nisso. Este livro parece-me trabalhar com isso, quando não sabemos o que aconteceu realmente com o garoto para que ele sobreviva desta maneira. Amei a sinopse, amei sua resenha e todas as divagações que ela me trouxe, pretendo ler o livro em breve.

    ResponderExcluir
  24. Oiee ^^
    Confesso que não lembro muito bem do final do livro...haha' mas lembro de ter gostado muito da história, principalmente porque eu nunca tinha lido nada parecido, e sempre gostei de histórias que abordassem temas um tanto mais pesados, sabe? É um livro muito querido para mim ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  25. Me lembrou um pouco o enredo de As Vantagens de Ser Invisível.
    Realmente o abuso vem de onde a gente menos espera.
    Eu fiquei curiosa e faria a leitura caso não estivesse com tanta leitura atrasada.
    Uma pena que vc achou que o final poderia ser melhor, mas isso vai de gosto mesmo.
    Parabéns ao autor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Ainda não conhecia esse título e fiquei interessada em fazer a leitura, pois gosto muito de obras com essa temática. A obra parece ser bastante sincera e o autor parece ter trabalhado muito bem todos os pontos pertinentes sem deixar a trama cansativa, isso é muito legal.
    Vou super anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oiiii,

    Parece ser uma história com temas polêmicos, mas que mesmo com tanta polêmica o autor soube desenvolver a história. Achei muito interessante a sinopse e fiquei curiosa pra saber como esse tanto de coisas ruins melhoram e evitam que o pior aconteça.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  28. Oi! Que premissa pesada!!! Ainda não li nenhum livro que retrata abuso, acho bem interessante que eu comece a explorar o tema. É uma pena que pessoas que deveriam fornecer apoio na vida dos jovens às vezes são quem mais contribuem para a destruição. Vou aceitar a dica e ler o livro, já alertada que não será fácil.

    ResponderExcluir
  29. OI!
    Uma amiga já leu esse livro e conversava comigo enquanto estava lendo, realmente é um livro com um tema super pesado e real, e que quase nenhum autor retrata em seus livros.
    Infelizmente não é algo que eu leria por causa da profundidade do tema, mas que com certeza precisa ser discutido mais vezes por ser tão sério

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bem? Sempre vejo esse livro em promoção,mas não sabia o assunto tão pesado que se tem por trás. De fato eu seria outra que choraria, me sentira machucada pelo tema que acho muito forte e sempre me choca. Gostei da sua resenha clara e sincera. Não sei se seria um livro que leria atualmente, ainda mais pelo final aberto (coisas que odeio).
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oie! Tudo bem?

    Achei interessante a proposta do livro e como amo histórias com esse tipo de tema com certeza em algum momento irei realizar a leitura dele, e irei indicar também para uma amiga que como eu é apaixonada por esse tipo de história!

    Bjss

    ResponderExcluir
  32. ‘A mensagem maior que ele quis passar é a de que o abuso (em sua maioria) nunca vem de um desconhecido.’ Se essa é a mensagem do livro, desculpe a honestidade, mas o livro tem um problema grave. ‘O fato de ter como cenário uma igreja não foi uma crítica a religião’ ele não fez uma crítica a institucionalização da religião? Isso também é um problema, pois me parece um monte de elementos usados de forma sensacionalista. Só isso já é suficiente para tornar um livro ruim.

    ResponderExcluir
  33. Oieee
    Já li alguns livros nesse estilo, de abusos relacionados a padres da igreja católica, e também já assisti a alguns filmes.
    Acho interessante conhecermos essas histórias a partir das próprias experiências das crianças e adolescentes que convivem com esses padres, porém no momento ando sem estômago para o assunto hahaha
    Vou anotar a dica para futuramente!
    Um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  34. Oi Thay, como está?
    Adorei a premissa do livro e penso que é extremamente importante falar desse assunto e incentivar as vítimas a denunciarem esses abusos e colocar quem os faz atrás das grades.
    Excelente resenha e dica anotada.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. pra uma trama tão densa, ter uma escrita fluida faz com que a leitura nao seja tão dificil... deve ser mais pelo teor mesmo da historia... já tinha ouvido falar desse livro mas nunca bateu vibe pra ler...
    bjs...

    ResponderExcluir
  36. Oi,
    Não sei se teria coragem de ler esse livro, é um tema muito forte e precisa ter bastante atenção.
    Fiquei curiosa para saber esse final, como o autor deixou em aberto e se eu concordaria com isso.
    Parabéns pela resenha
    beijos

    ResponderExcluir
  37. Oi, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar desse livro antes e adorei saber que você também recomenda ele, eu adoro livros que trazem um suspense e um mistério e achei a premissa muito intrigante. Adorei ver sua opinião e ver que recomenda, uma pena só que o final deixou a desejar. Mas mesmo assim eu lerei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  38. Olá, tudo bem? Não conhecia este livro da editora e fiquei bem curiosa com a leitura após a sua resenha. Inclusive, adorei esses quotes escolhidos. Dica anotada! Ansiosa para poder ler.

    Beijos,
    www.paginasincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Não gosto de ler livros com esse tema do abuso, a verdade é que é algo realmente doloroso demais e normalmente escolho leituras que me afastem da realidade ao invés de me lembrarem da podridão no mundo... E finais abertos me deixam louca. Então apesar de acreditar que é importante a existência de livros assim, não fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  40. Oiiii

    Adoro livros com temas fortes assim, e sinceramente, nãoa credito que deixei passar esse livro da arqueiro. O livro parece tão profundo e envolvente que já quero. Esse tema precisa ser discutido mais, e fico tão feliz de ver os autores se aventurando em dar voz. Já anotado e na lista

    Bjos

    ResponderExcluir
  41. Oi
    Gosto de livros com temas fortes e uma escrita que nos deixa profundamente sentida.
    A temática desse livro é muito tensa e a realmente precisamos combater abusos. Sua resenha transparece o quanto você se envolveu com o livro.
    Gostei muito da dica e espero ter oportunidade de ler.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  42. Olá!
    Parece ser uma história forte, porém realista, um assunto que é pouco explorado, pelo menos para mim nos livros, e é maravilhoso quando encontro livros com essa temática. Imagino como a leitura tenha sido difícil, mas é uma leitura que contribui e muito para tentarmos entender esses acontecimentos e pensar no que podemos fazer a respeito. Gostei muito de saber desse livro, já tinha visto, mas nunca li uma resenha sobre e agora estou com mega vontade de ler. Parabéns pela resenha linda!

    beijos!
    https://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  43. A literatura é algo doido, né? A capa definitivamente não me chamou a atenção mas lendo a resenha fiquei tremendamente encantada. Gosto quando abordam esses assuntos tão recorrentes e que nem sempre são debatidos, porque apesar de dolorosos, são feridas que precisam ser tratadas. Linda resenha!

    ResponderExcluir
  44. Olá!
    Nossa, a temática do livro é bem forte, pelo nome não parece ser tão intenso.
    No momento estou fugindo de leitura assim, tenho preferido as mais leves!

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo