Curta e fique por dentro!

[Resenha] O navio das noivas.


Título original: The Ship of Brides
Autor (a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
ISBN: 9788580579956

Sinopse: Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas. Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado. Com personagens únicas e uma narrativa tocante, Jojo Moyes conta uma história inesquecível que captura perfeitamente o espírito romântico e de aventura desse período da História, destacando a bravura de inúmeras mulheres que arriscaram tudo em busca de um sonho.

"— Comandante – disse ela — As únicas pessoas que tem todas as respostas são as que nunca se defrontaram com as perguntas."

A segunda guerra mundial acabou e as esposas dos soldados que lutaram bravamente querem revê-los, e viver aquilo que a guerra os impediu de ter. Sendo assim, o governo providenciou para que várias esposas embarcassem no Victoria, partindo da Austrália para irem até Londres ou qualquer outro ponto no caminho.

Essa é a última viagem do comandante Highfield e nunca passou pela cabeça dele quem eram os passageiros, ele até tentou reclamar, mas foi em vão. Depois da tragédia com o navio gêmeo de Victoria, seus superiores acharam que seria melhor assim.

Margareth nunca sonhou em casar, em ter filhos e nunca foi muito romântica, mas ao encontrar Joe, sua vida inteira mudou e ela estava muito empolgada para reencontra-lo.
Frances precisava deixar o passado para trás e graças ao seu marido, ela conseguiu isso. Precisava de um lugar onde pudesse recomeçar e assim embarcou sem nem pensar duas vezes.
Avice se apaixonou perdidamente e por isso não ouviu os conselhos dos familiares, casou-se assim que conseguiu e mal pode esperar para rever o marido.
Jean, a garota mais nova no navio com apenas dezesseis anos, se casou com Stan, a primeira pessoa que disse que a amava. Jean trata a vida como se tudo não passasse de uma brincadeira.

Várias vidas que se entrelaçaram e aprenderão uma coisinha ou outra sobre a vida é o que pode nos trazer. Embarque nesta aventura!

"Acho que foi nesse momento que percebi que era uma causa perdida. Que tudo estava perdido. Porque eu poderia ter continuado ali por um dia, por uma noite, ou até mesmo para sempre, mas, às vezes, o que se precisa fazer é colocar um pé na frente do outro e seguir adiante."

Eu queria ler esse livro e ao mesmo tempo não queria lê-lo. Gosto muito da Jojo, porém esse livro tem 382 paginas e as letras são bem pequenas, fiquei com receio de não gostar, e acredito que por isso demorei a pegar o ritmo da leitura. Levei dois dias para ler cem páginas, no entanto quando a leitura engrenou foi até difícil largar.

Nesse livro não há apenas dois ou três protagonistas, e sim, vários. Com sentimentos, atitudes e formas de pensar diferentes. Então para dizer o mínimo é uma história interessante. A Jojo abordou diversos assuntos nesse livro, como aborto, divórcio, estupro e um pouco de feminismo, é um livro muito completo e que com certeza agradará muitas pessoas.

Margareth é aquele tipo de pessoa dócil, educada e amigável que é impossível ignora-la. Ela é bem tranquila, mas por estar grávida, longe da família, cercada de desconhecidos e embarcando "às cegas", ela fica no limite em alguns momentos, o que achei perfeitamente normal.
Jean é muito espírito livre, fala o que pensa, usa o que se sente confortável e está cagando para opinião dos outros. Ela teve um passado complicado. Muito nova, sem instruções na vida, Jean poderia ser descrita como perdida ou confusa.
Avice é mimada e fútil. Por ter nascido numa boa família, ela tinha um ar de superioridade e se achava melhor do que todo mundo. Passei boa parte do livro desejando que ela quebrasse a cara, e pudesse aprender um pouco sobre a vida, mas quando isso ocorreu não senti satisfação que eu acreditava que iria sentir. Avice amadureceu no final das contas, porém foi preciso passar por uma situação horrível e senti muito por ela.
Frances é muito batalhadora, no começo não conhecemos sua história completa, e conforme fui descobrindo sua verdadeira história fiquei triste por ela e a considero uma mulher admirável e corajosa. Enfrentou duras portadas da vida e conseguiu sair vitoriosa.

Como sempre a narrativa desse livro está espetacular. É em terceira pessoa e assim ficamos sabendo o ponto de vista de todos os personagens, o que nos ajuda a conhecê-los melhor e ao mesmo tempo ter uma visão diferente deles. Mesmo sendo em terceira pessoa não ficou impessoal, muito pelo contrário.

Teve uma cena em particular neste livro que me marcou bastante e até comentei com mais detalhes sobre ela lá no Instagram (@oculoselivros), que foi a cena do estupro. Não foi uma cena forte nem nada, contudo a maneira como Frances tenta defender a vítima, deus argumentos, a sua própria experiência com o assunto me partiu o coração, principalmente porque o cenário do livro é em volta de 1948 e ainda vemos nos dias de hoje muita gente culpando a vítima e deixando o culpado sair impune. Lamentável!

É um livro que fará o leitor refletir muito sobre vários assuntos e aprender que há mais de um lado na história. O romance é bem dosado, mas não é o foco central da história. A escrita da Jojo se tornou ainda mais rica, ela trouxe tantos detalhes que era como se estivéssemos de fato no navio. Tem drama, tem aventura, tem final feliz e muito aprendizado.


Beijos e até o próximo post!

17 comentários:

  1. Ola
    Ja peguei esse livro nas mãos em uma livraria e também achei a letra bem pequena. Isso desanima muito, ainda mais para quem tem falta de vista, como o meu caso. De qualquer maneira, quero muito poder conferir, porque adoro a escrita da autora e a forma como explora todos os elementos.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Ola! eita que quando vi seu post me saltou aos olhos. Este livro está na minha lista de leitura. Amo a Jojo. Pela sua resenha deu para perceber que este livro é envolvente e mexe com a gente. Não por ser 100% romântico mas por abordar, assuntos delicados. Isso é o diferencial da Jojo ela sabe contar histórias. A cada livro dela que leio tenho a sensação de que estou lendo o primeiro livro dela. Porque ela não se repete nas histórias. Não consigo dizer qual livro dela gosto mais. Pois cada livro dela se torna único.

    bjs adorei a resenha

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    tudo que li da JojO se resume a meio "Como era eu antes de você" e nada mais, lembro que na época amei a escrita e fluiu super bem, parei e não retomei por relaxo mesmo, deus sabe que sim. Quando esse livro foi lançado eu me arrisquei a lê-lo e não fluiu de jeito nenhum, principalmente pela narrativa que pra mim se apresentou de forma arrastada, talvez pelos detalhes que você tanto curtiu, comigo já não funcionou. É por isso que amo a blogosfera, são tantos pontos de vistas diferentes de uma mesma obra que fica impossível descartar uma leitura completamente antes de conferir por conta própria, né?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Eu gosto muito de livros com esse tema... Mais ainda se falar sobre ou se passar durante a Segunda guerra .
    Jojo Moyes uma escritora incrível porque ela escreve histórias assim "reais" que emocionam e ao mesmo tempo ensinam. Amo isso.
    Aliás, que capa linda!!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Os livros da Jojo sempre me encantam e também estou com vontade de ler esse. Gosto de livros do mesmo período que a Segunda Guerra Mundial. Não sabia que a trama trazia também o assunto como estupro e aborto e acho que para mim também seria marcante. Adorei a resenha!

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  6. Só li um livro da Jojo até hoje (Como eu era antes de vc) e a experiência foi bastante agradável e esse enredo já me conquistou. Primeiro pela época que se passa. Sobre a cena de estupro, muitas vezes os detalhes sutis e as consequências são mais marcantes do que relatar uma cena muito chocante. Quero ler tb.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  7. Oiii tudo bem??

    Imaginava tudo deste livro, menos uma história assim. Acabei me interessando bastante por realizar a leitura.
    Adorei sua resenha me instigou.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  8. Oie! Tudo bem?

    Ainda não li nada da autora, mas esse e como todos os outros livros da Jojo estão na minha lista de desejados/leituras e não vejo a hora de conseguir ler todos e ter todos na minha estante! Amei a dica de hoje, mais do que anotada!

    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Olá ♥
    Ainda não li esse livro, mas tenho ele em casa, só esperando a fila para pegá-lo. Achei sua resenha fascinante, como sempre e fiquei muito curiosa para conhecer a história e saber o que vai acontecer. Desconhecia a existência dessa cena de estupro, mas ela já partiu meu coração.
    Dica anotadíssima.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oii!!
    Eu já vi esse livro algumas vezes, mas a sua foi a primeira resenha que li. Eu tô com um pé atrás danado com a autora, por conta da continuação do livro "Como eu era antes de você". Eu detestei a continuação, e depois disso, não quis ler mais nada da autora. Achei essa história interessante, principalmente por se passar em tempos de guerra e por envolver assuntos polêmicos como o estupro. Gosto de histórias onde podemos conhecer vários pontos de vista, quem sabe eu pegue para ler esse livro mais para frente. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Desde o lançamento que quero fazer a leitura desse livro. Gosto muito da escrita da Jojo e fiquei um pouco triste em saber que ele pode demorar um pouco a engrenar. Letra pequena para mim é um sério problema afinal já uso óculos rsrs
    A premissa é muito interessante e os temas abordados também. Estou bem curiosa para conferir o resultado de tudo isso. Frances é a personagem que mais chamou minha atenção dentre as que você citou.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  12. Oiee Thay ^^
    Eu sempre fico meio perdidinha quando o livro tem vários personagens e suas histórias vão se entrelaçando, mas adoro as histórias da Jojo, então quero mesmo assim...haha' mesmo sabendo que as letras são pequenas e eu, provavelmente, vou ficar vesga...haha' Fico feliz que gostou ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Tenho este livro.tenho muita dificuldade em fazer leitura quando as letras são muito pequenas mesmo com oculos.curto muito os livros da Jojo e esse tem muitos contos com grandes elogios .mas por este motivo não consegui terminar a leitura
    Vou ter que comprar pelo Kindle e ver se ele é tão bom quanto aparenta rsrs

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Aiaiai agora ferrou.
    Eu jurei pra mim mesma que não leria outro livro da autora depois de como era antes de vc, mas esse enredo chamou muito minha atenção.
    Essa historia de culpa tem a vitima pelo estupro parece estar piorando ao invés de melhorar. Parece que a sociedade está regredindo e está os perdendo muito do que conseguimos conquistar ao longo dos anos.
    Acho que vou set obrigada a me render a rasa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi.

    Até agora só li um livro da autora, apesar de ter mais dela em casa. Estou querendo comprar mais da autora, e depois ler tudo de uma vez kkkkkk Acho que tenho um pouco de medo de me decepcionar com os livros da autora, já que eu gostei tanto de "Como eu era antes de você".

    ResponderExcluir
  16. Li até hoje só dois livros da Jojo, embora tenha mais alguns em casa. Esse não é um deles, não gostei muito da sinopse, embora a capa seja bonita.

    Sua resenha me deixou tentada a dar uma chance para ele, uma vez que você apontou alguns pontos que me interessam um bocado. Que bom que apesar da quantidade de páginas e a fonte pequena, deu pra continuar lendo!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oie...
    Adorei sua resenha!!!
    Tenho esse exemplar em minha estante, mas, confesso que tenho receio de ler, pois, todas resenhas que já li desse livro o blogueiro relata ter um inicio lento. Porém, gostei bastante de suas palavras e acho sim que tem tudo pra me agradar, principalmente, por estar relacionado com a Segunda Guerra.
    Valeu pela dica!
    Beijos

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo