Curta e fique por dentro!

[Resenha] The Virgin.


Título original: The Virgin
Autor (a): Meghan Quinn
Editora: Hot-Lanta Publishing
Ano: 2015
ISBNB00U9T8FUE

Sinopse: “Os seios dela se erguiam com alarmante velocidade enquanto a pesada mão dele descia para seu macio, ainda rijo, espinheiro." Você pode dizer ‘espinheiro’ em um romance? E quanto à espada de carne? Isso é o que era... uma espada de carne. Bem, tanto quanto é possível ser uma espada de carne, ‘matando através das profundezas dos desejos mais obscuros de uma mulher’. E sobre os seios? Eles podiam realmente levantar? Deus, eu não tenho nem idéia do que acontecia quando se tocavam as partes íntimas. Eu sou uma virgem tentando escrever um romance erótico, mas não consigo escrever uma cena de sexo, graças à minha falta de experiência. Meus dois melhores amigos me incentivaram a abandonar a caneta por um tempo, e ganhar alguma prática real através das múltiplas facetas do namoro, como encontros às cegas, perfis online e conexões aleatórias. Mas perder minha virgindade está se provando ser mais difícil do que o esperado.

"Bem, da perspectiva de alguém de fora, amor parecia fácil, mas quando é você que está no banco quente, tomando as decisões, não é tão fácil colocar seu coração lá, juntando coragem suficiente para se jogar no desconhecido. Amor não é fácil e amor não é gentil; amor é algo onde você sacrifica tudo na esperança que talvez, só talvez, haja uma pessoa neste mundo que vai te aceitar pelo que você é."

Rosie tem 23 anos, divide o apartamento com os dois melhores amigos, Delaney e Henry, e tem um trabalho que não suporta. Seu grande sonho é escrever um livro do gênero romance, pois além de seu gênero favorito, um dos primeiros livros que leu foi de romance. Porém, baseado no mercado literário atual, ela sabe que só um romance não seria o bastante para sua história ser um sucesso, sendo assim ela teria que dá uma apimentada na história.

O grande problema é: Rosie é virgem! Como ela poderia falar sobre algo que nunca experimentou? Rosie nem mesmo consegue falar certas palavras, porque é bastante tímida em relação ao sexo. Assim, ela decidi se arriscar a ter encontros e quem sabe encontrar um cara legal. Ela é desastrada pra caramba, e torna suas tentativas de conhecer alguém mais intimamente, fracassadas. Delaney sugere que ela faça um "diário do sexo", onde anotará todas as suas experiências e o que aprendeu com elas.

Rosie sempre foi apaixonada por Henry, desde que o viu pela primeira vez, mas nunca tentou nada com medo de estragar a amizade, que lhe era tão preciosa. No entanto, ela percebe que as sutis indiretas que Henry lhe deu, não eram tão sutis assim e ela não sabe se é real ou sua mente imaginando o que deseja.

"Bem, duh, é a vida real aqui. Pessoas são idiotas na vida real, e não veem o que está parado na frente deles até perderem isso. A vida realmente não é um punhado de pôr-do-sol e arco-íris."

Esse foi o livro escolhido para lermos em Fevereiro (sim, eu sei que essa resenha está muito atrasada, sorry) no grupo de leitura em que participo. Quando peguei esse livro para ler, eu não sabia nada sobre a história, com exceção de que era divertida. Então, não fazia ideia com o que ia me deparar aqui. Foi uma boa leitura, contudo não esperem muito da história.

Rosie é desastrada, o que rende boas risadas ao leitor. Achei que algumas situações pelas quais passou foram bizarras demais e rezei para que nunca acontecesse nada daquilo comigo hahaha. Não tenho muitas semelhanças com a personagem, só o desastre mesmo. Porém, eu me senti muito próxima a ela, acho que por ela ter passado por tantos absurdos, isso meio que criou uma empatia. Só não curti uma coisa na personagem, ela sempre reclamou do trabalho horrível, sendo que nunca fez nada para mudar essa situação e não gostei de vê-la tão acomodada.

Para alguém que se dizia apaixonado, o Henry foi bem lentinho. Entendo seu medo em não querer perder a amizade, só que esse modo dele de comer pelas beiradas, deu a entender que ele era uma pessoa sem atitude e que esperava os outros se decidirem para poder fazer algo. Tirando isso, gostei muito dele, porque era leal e está sempre ali para o que desse e viesse pela Rosie.

Não esperem por uma história que deixará sua cabeça girando, o livro é bem simples. Se fosse um filme, eu o classificaria como besteirol. Algo para se ler quando se quer algo mais leve, divertido, estilo sessão da tarde só que com um toque mais picante. 

A escrita como já disse é bem leve, fluída e informal. A autora criou características bem fortes para seus personagens. E aliou de maneira muito linear o romance e a comédia, colocando uma pitada de drama para tornar tudo mais atrativo.

P.s: o livro infelizmente ainda não foi lançado no Brasil.

Beijos e até o próximo post!

10 comentários:

  1. Bom, eu não conhecia o livro mas já na sinopse eu não me interessei por ele. A minha impressão é que ela quer perder a virgindade apenas para escrever um livro, pode não ser isso mas foi a impressão que me deu na sinopse e lendo a sua resenha.

    ResponderExcluir
  2. olá
    gostei muito da resenha mais o livro não me interessou no momento quem sabe na próxima, a sinopse me chamou atenção fiquei curiosa mais acho que pra mim ainda não e o momento certo.

    bjssss

    ResponderExcluir
  3. Talvez por não ter sido lançado aqui ainda, não tenha ouvido falar. O enredo apesar de parecer divertido, principalmente por conta das trapalhadas da protagonista, não me chamou tanta atenção, mas quem sabe mais pra frente...
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Olha o livro me chamou muita atenção mais infelismente não sei ler inglês então vou tem que deixar a dica passar até ele ser lançado no brasil

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Nunca tinha ouvido falar desse livro, uma pena ainda não ter sido lançado no Brasil.
    Vou aguardar o lançamento

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Esse livro é muito divertido.
    A parte da depilação é a melhor, quase morri de tanto que ri.
    Espero que venha pra versão física aqui no país em breve.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece mega bacana, só pela sinopse dá pra ver que a história é mega divertida. Perfeita pra curar ressaca literária!
    Enfim, gostei da resenha e mais ainda da obra. Vou querer ler!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Ainda não conhecia o livro. Parece ser uma leitura divertida e com vários momentos inusitados. Se tiver oportunidade, estarei lendo, super bjo

    ResponderExcluir
  9. Thay, eu não conhecia o livro, mas achei a premissa super divertida e super daria uma chance para a leitura.
    Fiquei muito interessada e curiosa com essa personagem.

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Não curti o fato da personagem querer perder a virgindade apenas pra ter material para o livro, não leria o livro não.
    Bjs

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo