Curta e fique por dentro!

[Resenha] Tensão.


Título original: Collide
Autor (a): Gail McHugh
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
ISBN: 9788580413731

Sinopse: Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos. Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela. Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

"O destino e os caminhos se apresentam para a gente. É como se tudo fosse um quebra-cabeça enorme que, no fim das contas, acaba se encaixando."

Emily Cooper se mudou para Nova York depois de perder sua mãe para o câncer. Seu namorado Dillon foi muito compreensivo sobre a coisa toda, dando todo suporte que ela pudesse precisar. Ele queria que ela fosse morar com ele, no entanto algo a impeliu a morar com sua melhor amiga, Olivia, antes.

Tentando se adaptar a vida numa cidade tão grande, barulhenta e sem a ajuda de Dillon. Emily começa a trabalhar num restaurante, e seu chefe pediu que fizesse uma entrega. Ao chegar no luxuoso prédio onde a entrega seria feita, Emily se depara com a perfeição em forma de homem que é Gavin Blake. Nunca um homem mexeu tanto com ela como este. Ele a ajuda a chegar ao locão e durante todo o caminho deu em cima dela. Mas, ela não se deixou abater, mesmo que Gavin mexesse com todos os nervos de seu corpo, ela tinha namorado. No dia seguinte, Gavin apareceu no seu trabalho e tentou mais uma vez convida-lá para sair, só que Emily continuou lhe dizendo não.

Dillon conseguiu uma conta muito boa no trabalha e para comemorar convidou os amigos a irem a uma boate. Grande é a surpresa que o Gavin tem ao saber que Emily é a namorada de seu amigo, o mesmo pode ser dito dela. Ambos ficam em choque e mesmo não tendo feito nada de errado, eles ficam sem reação. O que era um flerte inocente acaba ganhando forças conforme eles vão convivendo juntos. Será que serão fortes o suficiente para resistir a esse desejo avassalador?

"O salão estava abarrotado de gente naquele momento, mas ela sentia-se estranhamente solitária, até que seus olhos encontraram os de Gavin. Para Emily, o mundo pareceu mudar. A música sussurrou em segundo plano e as vozes emudeceram. Mais uma vez, a inegável atração entre os dois se fez evidente através do espaço, mesmo passando despercebida por qualquer outra pessoa. Lá estava: inabalável e implacável." 

Já fazia um tempo que queria esse livro, mas só esse ano pude adquiri-lo. Assim que chegou, larguei tudo e fui lê-lo, porque a curiosidade tomava conta do meu ser, só que eu não sabia nada sobre a história, e fiquei bem surpresa ao me deparar com uma premissa tão parecida com a do livro Intenso Demais, como eu gostei desse, achei que curtiria Tensão também. Só que curtir não chega nem perto do que senti por Tensão.

Achei a Emily bem ingênua, ela não conseguia enxergar o real Dillon e ficava arranjando desculpas para ele, e isso me dava muita raiva, pois ele não fazia questão de esconder seu lado ruim, todos os amigos dela a alertavam sobre ele, até mesmo Gavin que só soube sobre o relacionamento recentemente. No entanto, tirando isso a Emily é fantástica. É legal, batalhadora e muito amiga. Gostei de como ela era quando não estava com Dillon.

Odiei Dillon com toda minha força ao notar o quão babaca ele poderia ser. Ele não gostava de verdade da Emily, para mim quem ama não machuca. Além disso, ele era muito narcisista e controlador demais.
Gavin Blake foi um personagem que me encantou desde o primeiro momento em que apareceu. Teve um passado complicado, mas isso não nublou seus pensamentos ou quem ele era de verdade. Suas atitudes é que mudaram um pouco. Sendo que ele sempre foi muito aberto e honesto sobre tudo, o que lhe deixava ainda mais charmoso.

O relacionamento com a Emily com o Dillon me incomodou muito. A autora o descreve como narcisista, já eu o achei abusivo. Tudo tinha que ser como ele queria e a Emily sempre se sentia culpada por ele. E, agora que já finalizei a leitura dos dois livros da duologia, entendo o alerta que a autora quis passar através desse relacionamento. No início o Dillon era charmoso, intrigante, lindo e companheiro, assim como todos os homens abusivos que existem por aí a fora. A autora colocou tudo de forma muito crua e brutal na história, e confesso é algo que incomoda bastante, só que infelizmente é a realidade de alguns relacionamentos. Achei incrível a ideia da autora de conscientizar seus leitores.

Eu me apaixonei por esse livro, por Emily e Gavin, principalmente pelo Gavin <3. Querendo ou não é uma premissa bem clichê, mas que a autora soube como desenvolver e passar sua mensagem. É um new adult muito bom e escrito de maneira honesta e muito verdadeira. Não há príncipes encantados aqui, apesar de o Gavin chegar bem perto disso haha. Não há mocinha burra aqui, e sim, mocinha inteligente com futuro brilhante que infelizmente se apaixonou e confiou na pessoa errada. Há muito sobre amizade, amor e o que é real nesse livro. É uma história que te fará pensar e se colocar no lugar do outro. Mas, também é uma história que te fará torcer pelo melhor, vai te envolver, cativar, vai fazer você se apaixonar e tudo isso acompanhado de uma escrita fluída, rica em detalhes e uma narrativa bem ampla.  


Beijos e até o próximo post!

27 comentários:

  1. Desde o lançamento desse livro eu tenho curiosidade com ele, gostei de ler a sua resenha e de conhecer um pouco mais sobre a história.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Esse tipo de relacionamento existe aos montes e é bem triste, acho que se tanto tentar ajudar umas pessoas eu simplesmente não aguento mais esse tipo de história por isso vou passar a dica de hoje.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Desde que vi esse livro, não me interessei em ler.
    Sua resenha ficou boa, mas não me convenceu a dar uma chance a leitura.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. A história é bem boa, mas não dá pra aguentar a Emily não, nesse e no próximo volume, tudo o que eu queria era socar a cara dessa lerda! PQP! Mas o livro é legal msm.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Heiii, tudo bem?
    Depois que umas amigas leram e falaram que tem personagem super machista, eu ja nem quis mais ler nada.
    Foi bom ler aqui a resenha, pra saber a opiniao de outra pessoa e tal...
    Agora fiquei tentada a dar uma nova chance, quem sabe eu goste ne?
    Adorei a resenha, deu pra ver os pontos que gostou e odiou, hehe.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livro com protagonista machista(preconceituoso em geral) não rola mesmo não kkkk

      Excluir
  6. Olá,
    A capa é muito bonita, mas esse tipo de livro não me atrai, pois, além de ser um gênero mais meloso (rsrsrs), me parece perpetuar estereótipos de gênero.
    Mesmo assim, sua análise foi ótima e instiga pessoas que gostam do gênero a lerem.

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros com essa pegada realista. Nada de mocinha virgem e inocente e sim de mulheres reais que fazem escolhas ruins... Entrou pra minha lista de futuras leituras! Bjos

    ResponderExcluir
  8. Olá ♥
    Bom estou louca para ler esse livro, algumas das minhas amigas me disseram que não iria gostar por ter um personagem machista e eu tenho sérios problemas com personagens assim. Gostei muito da sua resenha, fiquei com mais vontade de ler o livro. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei muito desse primeiro livro, mesmo algumas atitudes da protagonista me irritando profundamente, entendi seu sendo de gratidão, mas foram tantas indecisões, choradeiras que a leitura perdeu um pouco o encanto. Nosso lindo protagonista ganhou meu coração pelo modo como cuida dela. Um livro para se amar ou odiar rss. Adorei a resenha. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  10. Oi, sei que algumas pessoas não gostaram muito por causa do personagem machista. Mas a história não é só isso, é muito mais.E assim como vc me apaixonei pelo livro:)
    Boa resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Sou doida para ler Tensão.
    Como fã de um bom clichê, acredito que é uma leitura que tem tudo para me agradar.
    Dillon já não me agrada antes mesmo de conhecê-lo. E Gavin me encanta.
    Espero ler em breve.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros que trazem a realidade bem como ela se apresenta. Nua e crua! Tem um pouco a ver com o que eu escrevi recentemente. Por isso me interessei. e também por você ter colocado tão bem suas impressões sobre o livro. Gostei! Quero ler!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  13. A parte que mais gostei da sua resenha foi você pontuar que não tem mocinha burra, porque não tenho mais paciência com este tipo de personagem. Você apresentou os pontos abordados pela autora e até me fez interessar pelo livro que, a princípio, não constava entre os que gostaria de ler no futuro. Obrigada! Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Nossa confesso que esse livro está na minha listinha de desejados tem tempo. Essa questão de relacionamento abusivo em livros me incomoda e muito, mas se a autora fez como forma de alertar, ai vejo uma outra visão. Gostei de saber que a escrita é honesta e fluida. Isso me deixa com mais vontade para ler. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá linda,

    Gosto de livros que não tentam suavizar a temática do Relacionamento Abusivo através de outros romances no enredo, porque ao invés de ser o LIVRO para informar e chocar os leitores, acaba sendo apenas um exemplar sobre uma mulher que escolheu um cara errado e não que estamos formando homens que têm problemas em respeitar seus semelhantes e controlar sua força e palavras.

    É um livro que me deixa dividida entre gostar e dar uma chance ou não ler de forma alguma.

    Beijos e parabéns pela boa resenha.

    ResponderExcluir
  16. Eu gostei muito da sua resenha e principalmente pela sinceridade na hora de descrever os personagens. Se fosse em outro caso, eu passaria batido por aqui, mas a sua forma de falar (escrever no caso), me conquistou. Sério, até o livro me pareceu interessante mesmo não sendo meu gênero favorito.

    ResponderExcluir
  17. Oiii!

    Eu não li essa série ainda, mas já vi grandes elogios. Acho que ser clichê não é problema quando se sabe trabalhar a obra de maneira que prenda o leitor.
    A resenha está ótima! Bem escrita e envolvente!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oie tudo bem?!?! Esse é um dos livros que mais gosto da Arqueiro. Você falou tudo a respeito do Dillion, desde o início eu fiquei de pé atrás com ele, até que ele começou a se mostrar efetivamente um babaca...
    Adorei a resenha, bjks!!!

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Primeiro, quero socar o Dillon! Aliás, quando vi esse livro no catálogo da editora, achei que fosse um policial ou coisa assim, nem me passou pela cabeça que se tratava de um new adult, então com certeza já está na minha lista, adorei!

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bem? A resenha foi muito bem escrita, deixou um pouquinho de curiosidade para conhecer o livro. Confesso que nunca li nada desse gênero, mas já vi vários blogueiros elogiando a escrita e o enredo. Que bom a autora ter conseguido trazer esse tema à tona mas de uma forma tranquila de acompanhar. Ótima indicação. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
  21. Olá! Não conhecia o livro, achei a premissa bem legal. Gosto bastante de New Adulto, gostei da sua resenha e fiquei bem interessada em ler. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Achei interessante a premissa do livro, gosto de livros sobre mudanças e adaptação a nova vida. Relacionamento abusivo é um tema importante a ser discutido. Ademais, adorei a sua resenha, muito bem escrita.

    ResponderExcluir
  23. O que achei legal foi a autora utilizar a obra para conscientizar os leitores a respeito de relacionamentos abusivos, é algo de que muita gente não consegue sair por sentir que aquilo acontece por sua culpa e/ou por ter muita vergonha da situação. Mas não sei se leria porque não tenho muita paciência com mocinhas envolvidas com caras completamente babacas.

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    assim que esse livro saiu eu fiquei bem curiosa, mas a vontade de ler passou e lendo a sua resenha fiquei aliviada, pois parece ser um livro bem fraco, mesmo tratando de assuntos importantes como o relacionamentos abusivos e onde a vítima não percebe! Gostei de saber mais sobre o livro, mas não sei se leria por agora!

    Beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá,

    Li esse livro há um tempinho, tem frases lindas e eu adorei o romance. Só não li o segundo ainda, mas sua resenha me deixou com saudades dessa história.

    ResponderExcluir
  26. Oie
    Ah gente, assim como vc eu quero muito ler esse livro. Adorei a sua resenha e aguçou ainda mais a minha vontade de ler. Intenso demais não me conquistou muito por causa da Kiera, odiei essa menina hahaha... Mas pretendo muito ler em breve essa duologia.

    Beijos

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo