Curta e fique por dentro!

[Resenha] Uma Chance para Recomeçar.


Autor (a): Diana Scarpine
Editora: Pandorga
Ano: 2016
ISBN: 9788584421350
*Livro cedido em parceria com a autora*

Sinopse: Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma das suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e deseja aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos precisam ser vencidos para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?

"Eu sinto muito, mas não sou uma pessoa muito fácil de conviver e, quando você mencionou o vazio que sentia, o vazio que há dentro de mim pareceu mostrar-me o quão insuportável ele é, apesar de todos esses anos, e eu simplesmente... não... não suportei deparar com outro vazio que não fosse o meu."

Carina é viciada em trabalho, desde sempre se dedicou bastante aos estudos e ao trabalho, e nunca teve momentos de diversão. Ela teve que deixar certas coisas de lado. Seu único objetivo era mostrar que era uma boa profissional, já que muitos duvidavam de sua capacidade por ser mulher e a filha do dono. Tentado mostrar seu potencial máximo, ela se jogava de cabeça no trabalho. Quando finalmente tirou "férias" teve que paralisia facial e iniciou um tratamento numa clínica fisioterapeuta.

Aurélio sofreu um terrível acidente dez anos atrás, onde perdeu a esposa, a filha, ficou cego e deformado. Tendo passado por uma reabilitação para aprender a conviver sendo independente mesmo sendo cego, ainda há muitos obstáculos em sua vida. Ele trabalha como massoterapeuta numa clínica e tem pouco clientes por conta de sua aparência. Aurélio usa uma máscara para esconder as cicatrizes do rosto, só que ao invés de ajudá-lo, isso o torna um enigma e tende a afastar as pessoas, pois elas não podem ver suas expressões.

Aurélio e Carina se conhecem na clínica, onde além de fisioterapia, Carina começa a fazer massagens na tentativa de relaxar. Ambos tem uma primeira impressão muito errada sobre o outro. E, por isso, não foi um primeiro "encontro" muito agradável, mas conforme o tempo vai passando uma amizade vai se formando entre eles. E Carina se vê apaixonada por Aurélio, contudo ele vive a tanto tempo com o autopreconceito, que acha que o que Carina sente por ele é pena, e não dá a oportunidade de ser amado ou de amar. Será que o amor superar os obstáculos?

"Eu sei, mas peço um pouco de paciência. Não é fácil começar, não é fácil admitir os próprios erros, mas é preciso começar de alguma forma, e essa foi a forma que eu encontrei para começar."

Bati os olhos na capa desse livro e me apaixonei, sempre fui apaixonada por coisas relacionadas ao outono é assim quis urgentemente fazer a leitura desse livro. Fiquei bem feliz ao saber que a autora ainda tinha vagas para parceiros e não perdi tempo. O livro mal tinha chegado aqui em casa e já iniciei a leitura. 

Carina lutou muito para chegar na posição onde chegou, mas o preconceito e a arrogância de seu pai fez com que perdesse de uma hora para a outra tudo o que tanto conquistou. No entanto, ela não deixou que isso a impedisse de amar. Porém, como amar alguém que ainda ama outra pessoa? Era bem difícil para ela tentar se aproximar de Aurélio, sendo que ele ainda sofria pela morte da esposa, mesmo tantos anos tendo se passado. Carina até mesmo chegou a desistir, pois estava cansada de tanto tentar fazer com que ele enxergasse o amor que sentia. Admirei muito a força de vontade da personagem, porque mesmo quando os obstáculos vinham, ela não se deixou abater, lutava com ainda mais força para conseguir o que queria. Alguém realmente admirável e um exemplo.

Aurélio passou por muita coisa em muito pouco tempo, e isso fez com que ele se tornasse alguém medroso, ele não queria ou gostava da maneira como as pessoas falavam sobre ele, e entendo que deve ter sido bem difícil para ele voltar a ter uma vida normal depois de tantas perdas. Mas, com a ajuda da mãe e do primo não deixou de viver, contudo isso não quer dizer que ele estava de fato vivendo. Foi bem complicado acompanhar a trajetória dele, pois eu ficava torcendo para que o casal ficasse junto, e Aurélio complicava demais as coisas para a Carina, e aí eu ficava com raiva e já não os queria mais juntos hahaha. Só que num plano geral foi um personagem que me ensinou bastante.

Confesso que demorou para a leitura engrenar, pois o começo da história tem muitos detalhes. E é preciso se ater a alguns pequenos detalhes para poder entender a real mensagem. Gostei bastante da forma como a autora usou seu livro para abordar assuntos que a incomodam sobre sua cidade natal, achei muito genial isso. O melhor disso é que ela introduziu isso de maneira tão natural na história que, na primeira vez que me deparei com uma das críticas não me toquei que a Diana estava falando sobre algo real, além disso não foi algo muito pesado, foi mais um abrir de olhos que não atrapalhou em nada o desenvolver da história, pelo contrário só acrescentou.

Uma leitura brilhante sobre o amor, a alegria, família, preconceitos, diferenças sociais, luto, esperança e batalhas. Dois personagens de mundos diferentes, vivendo de maneiras diferentes, que por um acaso do destino acabaram se encontrando e vivendo uma história bonita, mas bem complicada. Embalado por uma narrativa em terceira pessoa, fazendo com que o leitor soubesse o que ambos estavam sentindo ou pensando, o leitor é presenteado com várias lições de vida, que emociona, nos entretem e faz com que possamos ter esperança novamente.


Beijos e até o próximo post!

13 comentários:

  1. Gosto quando os autores usam suas obras não apenas para distrair, mas também para alertar. Essa questão das discretas críticas à cidade dela, são bem legais. Mais interessante ainda é você não ter notado a crítica de início, o que a faz ainda mais produtiva por ser discreta. Gostei dos temas abordados e, mesmo tendo demorada para engrenar para você, conseguiu envolvê-la na leitura depois. Acho que darei uma chance.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, a capa do livro é linda e dá mesmo vontade de comprar, mas parece que pela resenha, o enredo também não decepciona! Estou morta de curiosidade para mergulhar nessa história! Anotado!
    Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Que coisa mais linda esse livrinho, fiquei bastante interessada e espero ter a oportunidade de ler a história parece ser envolvente e romântica, quem sabe seria uma ótima pedida para mim depois de ler tantos livros de terror.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  4. Menina, parabéns pela resenha!
    Adorei!
    Essa história pareceu ser muito emocionante e já anotei a dica aqui!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Acho que esse é o primeiro livro que eu já ouvi falar que tem um protagonista cego.
    Gente! Que incrível! Eu quero!
    É tão difícil ver esse tipo de deficiência sendo tratado para levar mais informação ao público.
    Só por isso fiquei muito interessada!
    Obrigada pela dica
    Beijosss

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas achei a história incrível. Eu não conhecia esse livro, e deu para notar o quanto gostou da história.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Memina que livro! que sinopse! ao ler sua resenha lembrei de um filme lindo que assistir se chama: A primeira vista. Onde o protagonista tbm é cego. Amo histórias, onde são abordados temas como preconceito e superação. bjs. Ah se vc tiver ele em PDF poderia me enviar ? Email: oliveirafabiana60@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Tenho que dizer que assim como você desde que coloquei os olhos nessa capa linda que fiquei interessada na leitura. Porém, ainda não consegui realiza-la.
    A premissa é bem interessante e quero saber mais sobre Aurélio e o trágico acidente que sofreu e também sobre Carina a viciada em trabalho e se ela conseguirá relaxar um pouco.
    Adorei os temas que a obra nos apresenta e nos fazem refletir.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    A capa do livro realmente é linda. Confesso que compraria pela capa kkk' Sobre a sua resenha, eu gostei bastante e o livro parece ser muito bom. A Carina parece ser uma personagem muito forte e daquelas que nos encorajam a nunca desistir. Quero ler para conhecer um pouco mais sobre ela. Sobre o Aurélio, eu acho que teria uma relação de amor e ódio com ele kkkk
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Realmente essa capa de outono é maravilhosa, eu também amei a capa. O livro já foi resenhado no meu blog por minha resenhista, mas quero muito ler também, pois o livro tem uma ótima premissa e tenho certeza que seria um livro que eu gostaria de ler.
    Uma pena que a leitura demorou para fluir, realmente detalhes demais dá uma cansada.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  11. Você conseguiu ter as mesmas impressões que eu do livro, é algo que realmente me pegou, a autora tratar de temas como o preconceito em sua obra. Gostei de conferir tua opinião do romance, que me encantou, assim como encantou você.

    ResponderExcluir
  12. Ja tinha ouvido falar do livro mas não sabia da premissa, parece ser um romance lindo e especial e que de clichê não tem nada pois eu não aguento mais romances que são muito na cara o que vai acontecsr

    ResponderExcluir
  13. Que bacana esse livro, nunca tinha ouvido falar mas adorei a junção de assuntos tão importantes. Vou procurar pra ler ❤

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo