Curta e fique por dentro!

[Resenha] Rock Star.


Título original: Thoughtful
Autor (a): S. C. Stephens
Editora: Valentina
Ano: 2016
ISBN: 9788558890212

Sinopse: Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar -- ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro.

"Às vezes, os momentos mais escuros tinham a tendência de ofuscar os bons."

Após a morte dos pais, Kellan ficou bem de vida, não ficou rico, mas o que os pais deixaram foi o suficiente para ele ter uma vida confortável. Uma infância inteira de abusos e boa parte da adolescência, fizeram com que os pais deixassem a cada no nome dele e outros bens.

Kellan é cantor, além disso compõe e toca guitarra. Passou uma temporada em Los Angeles, tentado fica rlinde da família, e lá conheceu Matt, Evan e Griffin que hoje são seus melhores amigos e integrantes da D-bags. Kellan decidiu voltar a Seattle depois que os pais morreram, e os meninos da banda vieram juntos. Eles ainda não são famosos, mas talento eles tem de sobra e já fazem sucesso pelas redondezas.

Ao saber que seu amigo, a quem considera um irmão, Denny, arranjou um emprego em Seattle, ele fica super contente e oferece o quarto vago que há na sua casa. Porém, Denny não vem sozinho, sua namorada, Kiera, também virá. Quando Kellan estava no palco fazendo show, avistou uma linda morena, ela não era como as outras, havia algo nela que o deixava encantado. Todavia, quando viu com quem ela estava, Kellan foi obrigado a manter seus sentimentos para si. Será querem conseguirá viver diariamente com Kiera e não se sentir tentado?

"Ela era tudo para mim. O jeito como gargalhava, a maneira como sorria, a forma como ouvia minha música, o jeito como olhava para mim, toda cheia de compaixão, como se entendesse a extensão da minha dor, mesmo sem saber exatamente qual era. Tudo nela me deixava sem fôlego."

Já li Intenso Demais e meio que já sabia o que esperar, ou assim eu achava. Rock Star é infinitamente melhor do que Intenso Demais. A coisa que mais me incomodou no ID foi o modo como a Kiera narrava, mas ao ver tudo pelo ponto de vista do Kellan foi como se uma venda houvesse sido tirada dos meus olhos. Não é que eu não tenha gostado de ID, eu gostei. Porém, curti mais o modo do Kellan de narrar que o da Kiera.

O que mais gostei nesse livro foi conhece o Kellan, não pelo o que a Kiera ou outra pessoa achava dele, mas por ele mesmo. E se posso dizer uma coisa sobre o Kellan é que, ele é sincero. Ele não poupou detalhes de tudo o que fazia, fosse errado ou não, não havia floreios ou aquela coisa de príncipe encantado. Ele tinha defeitos, muitos defeitos. 

Por ser pelo ponto de vista dele e ele não poupar detalhes, já aviso: muitas vezes o leitor irá considerá-lo um babaca. E, realmente em algumas situações ele foi, mas esse era o modo dele de se proteger. Era errado? Pode ser! Mas, cada um lida com a dor do seu jeito. E Kellan tinha muita raiva dentro de si. Ele passou por poucas e boas na vida, e não sabia lidar com aquilo. Kellan nunca conheceu o amor, e isso fez com que ele enxergasse algumas coisas de modo diferente.

Não falarei muito da Kiera, pois apesar de se muito mencionada e ter vivido muitas coisas com o Kellan, o foco do livro não é ela. Além disso, ainda tenho uma certa mágoa dela pela forma como conduziu o relacionamento deles, muita coisa poderia ser evitada se ela se decidisse, coisa que não fez.

Acredito que se você não viveu, já vivenciou através de alguém, um triângulo amoroso. E não é justo para nenhuma das partes envolvidas, porém no caso do relacionamento criado no livro havia amor. Kiera amava Denny, mas era aquele amor por ele ter sido o primeiro, por ter compartilhado coisas e convivido anos com ele, e saber que com ele haveria estabilidade. Já com o Kellan, ela não sabia o que esperar dele. Amava-o, porém ele fez com que ela conhecesse as partes boas e ruins de si mesmo, e por isso Kiera não sabia se podia escolhê-lo, por causa de seu passado libidinoso. Foi duro acompanhar o sofrimento do Kellan e ainda mais sua forma de lidar com a dor. Dava vontade de entrar no livro e dizer não faz isso! Você vai se arrepender. Kellan teve uma infância horrível, e nunca teve o apoio dos pais, ele passou toda a sua vida achando que não era bom o suficiente.

Restou alguma dúvida de que eu gostei desse livro? Espero que não! Foi uma leitura fantástica que com certeza espero reler no futuro. A escrita da Stephens melhorou bastante do primeiro livro para esse. E por ser a mesma história de Intenso Demais só que pelo ponto de vista do Kellan, ela nos poupou de alguns detalhes e adicionou coisas mais interessantes no enredo. Quem não curte triângulos amoroso e uma carga dramática forte, provavelmente não curtirá esse livro, pois há muito drama em torno do triângulo amoroso. Já os fãs  da trilogia Rockstar amará este livro e se apaixonará novamente e perdidamente pelo Kellan.


Beijos e até o próximo post!

13 comentários:

  1. Em geral eu até que gosto bastante de livros que tenham como parte de um romance o membro de uma banda...Mas eu não gosto nada de triangulos amorosos e, como parece ser este o caso do livro, eu pretendo passar longe hahahaha

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Li a trilogia Rock Star e não gostei de Kellan achei ele machista e imaturo demais, então acabei que larguei os livros.
    Mas de qualquer forma, acho bacana quem gosta dele, com toda certeza é uma leitura que vale a pena.

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?

    A temática me interessa bastante, pois amo música <3
    A história, apesar de clichê, também me agradou, mesmo com o triângulo amoroso. Fiquei, na verdade, bastante curiosa para conhecer o Kellan. Apesar de, claro, tudo ser bastante estereotipado (e eu odeio isso), acho que tem potencial. Quem sabe, um dia, eu dê uma chance! :)

    Feliz Ano Novo :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Thay, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou tanto meu interesse, por isso irei pular a dica, mas parabéns pela sua resenha e espero que muitas pessoas possam ler e se agradar.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Essa história de triângulos amorosos não é muito minha praia rs
    Não restou dúvidas de que você adorou a história! Mas ela ainda não despertou o meu interesse.
    Bela resenha.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito da trilogia, mas confesso que não tenho tanto entusiasmo em ler a versão do lindo e gostoso Kellan. Não sei bem explicar o motivo disso. Mas que bom que leu e gostou, como tão bem explicou.
    A capa está linda, fiquei apaixonada por ela.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu tenho um caso de amor e ódio tão forte com essa série que só li até o segundo livro!
    Kiera é a personagem que mais odeio na vida e Kellan é mega babaca!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Mais uma vez aquele velho triângulo amoroso e ainda envolvendo a namorada do amigo, livros assim me irritam, porque as pessoas insistem em continuar fazendo historias com esse enredo ? KKKK, eu não leria porque triângulos amorosos me dão nos nervos

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei do que consegui perceber do livro. Me parece bom, um tema, que normalmente vem acompanhado de drogas, doenças venéreas e decadência humana, um romance, de certa forma, leve sobre o tema me parece uma ótima pedida.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu comecei a ler Intenso Demais e parei. A leitura não me agradou e achei arrastada, mas pretendo tentar ler de novo, vai que não era o momento certo. Gostei de saber que existe uma versão masculina da história e fiquei até curiosa, mas preciso ler o primeiro livro para ver se vou curtir mesmo.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo bem?
    eu estou apaixonada pela resenha, é o tipo de historia que eu amo ler!
    E com certeza esta na minha lista *_*
    e acho que irei passar na frente
    Bela resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Sou fã da de Rockstart mas ainda não acabei a trilogia. Ainda estou para ler o segundo e o terceiro por isso vai demorar a pegar nessa, mas adorei saber o que está me aguardando. Amei mesmo <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Gostei muito da sua resenha, e da história do livro. Despertou minha curiosidade.
    Abraço
    www.bibliotecacrazy.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo