Curta e fique por dentro!

[Resenha] No Limite da Ousadia.


Título original: Dare you to
Autor (a): Katie McGarry
Editora: Verus
Ano: 2014
ISBN: 9788576863236

Sinopse: No limite da ousadia conta a história de Beth Risk, a amiga durona de Noah, de No limite da atração. Este livro é um spin-off, passando-se no mesmo universo do primeiro, com participações especiais de Isaiah, Noah e Echo. Se você já é fã de No limite da atração ou está descobrindo este mundo agora, certamente vai se deixar envolver pela paixão perigosa e arrebatadora de Beth e Ryan. Beth é uma garota durona e tatuada que precisa cuidar da mãe drogada. Quando ela assume um crime para salvar a mãe, seu tio, um rico esportista aposentado, consegue a guarda da sobrinha e a leva para começar uma vida nova na cidadezinha do interior em que ele mora. E assim Beth se vê morando com uma tia que não a quer e frequentando uma escola onde ninguém a compreende. Exceto um único cara, que não poderia ser mais diferente dela. Ryan é o menino de ouro — um badalado jogador de beisebol, filho de um dos casais mais influentes da cidade. Ele e seus amigos gostam de fazer apostas envolvendo desafios que devem cumprir, e Ryan nunca perde. Por fora o atleta popular que todo mundo adora, ele está prestes a aprender que nem tudo é o que parece. O que começa como uma aposta se torna uma atração irresistível que nem Beth nem Ryan haviam previsto. Sem se dar conta, o cara perfeito vai arriscar seus sonhos — e sua vida — pela garota que ama. E ela, que não deixa ninguém se aproximar, vai se desafiar a apostar todas as fichas nesse amor. Com aparições de Noah, Echo e Isaiah, de No limite da atração, este livro conta a história de um amor que vai se construindo aos poucos, num jogo sedutor de vulnerabilidade e confiança.

"Ficamos porque éramos peças perdidas de outros quebra-cabeças, cansados de nunca nos encaixarmos."

Beth Risk tem milhões de problemas, mas Ryan Stone não será um deles. Eles se conheceram no Taco Bell, e os amigos do Ryan o desafiou a pegar nome e telefone de Beth. Porém, Beth o enrola e vai embora. Ryan não gosta de perder e por isso adora um desafio.

Beth Risk morava com a mãe, mas depois que um dos inúmeros namorados da mãe, o Trent, a espancou, ela passou a morar no porão da casa da tia. Seus dois melhores amigos, Isaiah e Noah, há tempos tenta fazê-la ir morar com eles, porém ela não quer deixar a mãe sozinha. Por causa de um mal entendido e assumindo a culpa de outra pessoa, Beth é presa.

Seu tio Scott, o famoso jogador de beisebol, consegue sua guarda e a leva para morar com ele, onde ele vive com sua esposa. A primeira pessoa a quem é apresentada é o Ryan. Ryan é fã de beisebol e fica encantado ao conhecê-lo, e até se oferece para levar Beth a escola no seu primeiro dia. Disposta a fazê-lo sofrer, ela diz ao tio que eles já se conheciam e que Ryan estava dando em cima dela (hahaha). Seu tiro saiu pela culatra e como eu disse o Ryan adora um bom desafio, por isso aumenta o desafio feito com os amigos. Agora, ele terá que sair com Beth em público, será que ele conseguirá?

"Uma lasca de esperança ultrapassa minhas barreiras, e eu fecho as portas todas com força. Emoções são uma coisa do mal. As pessoas que me fazem sentir algo são as piores. Eu me conforto com a pedra dentro de mim. Se eu não sinto, não me machuco."

Eu ganhei o volume dois (esse aqui) e quatro da série No Limite e o recomendado é que se leia na ordem. Contudo, sou divergente e não posso ser controlada e comecei a ler assim mesmo. A premissa do livro parece ser um clichê, mas conforme fui avançando na leitura percebi que a autora usou essa tática para atrair a atenção do público e assim fazê-los ler sobre o que realmente interessa. Não recomendo ler fora de ordem, eu li porque não ligo para spoilers, e os desse livro são poucos e nada que vá interferir na leitura do primeiro.

Toda a vida de Beth é problemática. Foi abandonada pelo pai e sente que o tio abandonou-a também, sua mãe é alcolatra e só arranja péssimos namorados. Seus dois melhores amigos apesar de serem legais, costumam usar drogas e por isso ela começou a fazê-lo também. Ao pintar o cabelo de preto, Beth abandonou toda e qualquer esperança de ser amada.
Para mim o Ryan era apenas mais um bad boy no começo. Mas, depois percebi que tudo não passava de uma fachada. Ryan vem de uma boa família ou melhor "a família perfeita", que é como os outros enxergam a família Stone, mas o que eles não sabem é que a família está destruída. Mark, o irmão mais velho de Ryan, é gay e por isso o pai o expulsou de casa. A mãe de Ryan não fez nada para impedir, por não querer passar uma imagem negativa aos outros, enquanto que o pai dele tenta controlar cada passo que ele dá. E Ryan descobrirá como andar com seus próprios pés.

O romance da história é divertido, fofo, dramático e muito amor ❤️. Mas, também passará por situações complicadas que exigirá uma dedicação, confuança e paciência sem igual. O que mais gostei no romance foi que, mesmo eles tendo sentido atração um pelo o outro assim que se conheceram, o relacionamento deles foi evoluindo com o passar do tempo, não foi algo rápido. Foi algo esperado, mas que levou seu tempo para florescer.

Um história sobre famílias e seus segredos, sobre amizades, sobre amor, sobre lutar por aquilo que ser. Sobre como não deixar que coisas negativas interfira na sua felicidade. Além disso, a escrita da Katie é muito cativante, e você lê que nem sente o tempo passar, acaba se perdendo ou se encontrado nessa história. Os personagens foram muito bem construídos e desenvolvidos. E o gancho para o próximo livro deixa um gostinho de quero mais no leitor.


É isso! Beijos e até o próximo post!

12 comentários:

  1. Eu sou controlado e não leio fora da ordem rsrs Gostei da ideia do livro e dos temas que envolvem seu enredo. São temas fortes e unido com personagens bem construidos e elaborados tem tudo pra agradar.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Gostei da sua resenha. Realmente a trama tem temas fortes.
    Eu acompanho a série e gostei desse livro,mas li na ordem, tenho trauma de ler fora de ordem kkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oii!
    A história parece bem envolvente e um romance em meio a vida conturbada que é a da protagonista promete um desenvolvimento bom.
    Ótima resenha, me deixou muito curiosa rsrs
    Beijos, Isa
    belacultblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, mesmo gostando da sua resenha, eu não leria o livro, porque a série no geral não me atrai, acho muito parecida com outros livros conhecidos, sendo mais do mesmo e não faz o meu estilo, por isso não leria.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Oiii lindinha, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra em si não despertou meu interesse, mas parabéns pela resenha que ficou incrível mesmo <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostei do título quando abri o seu post, gosto de romances com um pouco de emoção familiar envolvido na história acaba fluindo ainda mais na leitura. Acho que leria essa obra numa boa. Mas por via das dúvidas, vou deixar marcado esse livro no skoob.

    ResponderExcluir
  7. Oi,tudo bem?
    Tenho muita curiosidade em ler essa série por causa dos elogios que vejo é a sua resenha só atiçou ainda mais essa curiosidade pois você mencionou traços dos personagens que ainda eram desconhecidos pra mim é me deixaram com muita vontade de os conhecer. Pena que vá demorar um pouquinho pois bem que eu queria ser divergente, mas divergente não posso ser pois não consigo ler uma série for da ordem haha. Desculpe a piadinha ruim, adorei a resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá , tudo bem?

    Já vi esta capa pela internet, e parece ser um romance legal. Leio poucos NA, mas sempre pego dicas para minha irmã que gosta muito. Esta semana até li um, mas achei mediano. Achei interessante sua dica e vou mostrar para ela.

    beijos

    ResponderExcluir
  9. hahaha... ri de você dizendo que é divergente, não pode ser controlada e por isso começou a ler do segundo livro mesmo...rs... eu ligo muito para spoilers, e nunca leria uma série fora de ordem. Gostei muito de saber que o relacionamento do casal foi evoluindo no decorrer do tempo, não foi relâmpago, isso é importante para mim.

    ResponderExcluir
  10. Oie
    muito legal sua resenha, parece ser um livro bem legal apesar de nao ser bem o que procuro no momento, mas tem um enredo bem legal, quem sabe um dia eu arrisque

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Pensa em uma pessoa que está louca para ler esse livro, pois é... eu!
    Tive a oportunidade de ler o quarto livro da série e me apaixonei pela a escrita e o jeito da autora.
    Pelo que disse esse livro parce ser incrível... por isso ahhhhh eu leria haha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Desde a Bienal do ano passado eu quero conhecer essa série, mas eu sou uma pessoa lesada que esquece de comprar os livros, acho que qualquer dia desses vou por no Kindle e tomar coragem para ler logo! Adorei a resenha, fiquei super curiosa pela história da Beth!
    Abraços

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo