Curta e fique por dentro!

[Resenha] Eleanor & Park.


Título original: Eleanor and Park
Autor (a): Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano: 2014
ISBN: 9788542801255

Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

"Ele era dela.  
Para possuir e abraçar. Não para sempre, talvez – não para sempre, com certeza –, e não de modo figurado. Mas literalmente. E naquele instante. Naquele instante, ele era dela."

Park conheceu Eleanor no ônibus da escola, ela era novata e por isso ainda não tinha um lugar marcado. As únicas opções de Eleanor era ao lado de Park e junto com os alunos do primeiro ano lá na frente, como houve uma recusa lá na frente, Park teve que ceder o assento ao seu lado.

No início, Park não gostou muito do estilo de Eleanor. Ela era única. Tendo que conviver diariamente um com outro, eles acabaram criando uma amizade. Não havia muito diálogo no começo, eles apenas liam os gibis que Park trazia. Depois, Park passou a apresentá-la músicas e a parti daí começaram a de fato se conhecerem.

Por ter inúmeros problemas pessoais, Eleanor evita falar muito sobre si mesma, mas isso não incomoda o Park. Já que ele compreendia que era tudo muito recente. Com o tempo, a amizade se tornou algo maior, inominável. Até que a verdade bateu ma porta deles.

Ambos estavam em negação. Cada um tinha um motivo para não deixar o relacionamento desenvolver. Mas, quando é amor não há para onde correr e eles aprenderam isso. Juntos!

"E, também se ela ainda não tivesse sacado que estava gostando daquele mestiço idiota maldito, acabou descobrindo. Porque, mesmo depois de tudo o que acontecera nos últimos 45 minutos – e tudo o que acontecera nas últimas 24 horas –, ela só conseguia pensar em encontrar Park."

Não sei nem por onde começar a falar deste livro. Sinto que não há adjetivos suficiente para descrevê-lo, mas tentarei do mesmo jeito. Eu li esse livro pela primeira vez lá em 2014, e me encantei. Porém, não compreendi o final, eu na minha imaturidade queria um "final feliz" e fiquei inconformada com os caminhos que a autora tomou, só meses depois é que a ficha caiu.

O livro é brilhante! Por ser narrado pelos dois, temos uma noção de como um afeta o outro e como eles se viam de verdade. Acredito que o destino deles era se conhecerem, mudarem um ao outro e seguirem em frente. Você deve está se perguntando o porquê de eu achar isso e já irei explicar.

Park sempre se sentiu diferente das pessoas, como se não encaixasse em lugar nenhum. Mas, o que Park tinha se maior era medo. Medo de mudar, medo de o julgarem e não o aceitarem. Já Eleanor abraçava sua "estranheza" (que para mim não tinha nada de estranho). Ela era insegura, mas não permitia que as pessoas vissem isso. O que passava a imagem de uma pessoa intocável ou mesmo inatigível. E acredito que foi isso que fez o Park se apaixonou, por Eleanor ser confortável consigo mesma.

Enfim, foi um livro que adorei reler e mesmo eu tendo mudado, a história, o que significou para mim continuou intacto. A Rainbow tem uma escrita muito leve, divertida e fluída, além de criar personagens muito bons e sobre os quais há muito a se pensar. Sou apaixonada por esse livro e o indico até de olhos fechados. Os fãs de Young Adult vão amar, os de romance também. É um livro que vai provocar algo no leitor.


Beijos e até o próximo post!

16 comentários:

  1. Que livro mais in love <333 achei mega fofo e esses quotes, tão lindos!! Sua resenha ficou ótima, super quero ler esse livro, adorei mesmo!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi. Já faz um tempo desde que li esse livro, não sei dizer o quer senti ao ler esse livro. Foi uma leitura agradável, não foi a melhor, mas foi satisfatória. Só não gostei muito do final.

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!

    Eu fiquei bem dividida quando li esse livro, gostei bastante mas o final já nem tanto. Acho que torci muito e acabou decepcionando um pouco. Mas vale uma releitura.
    Ótima resenha!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Eu nunca tive oportunidade de realizar a leitura dessa obra e confesso que tenho tanta curiosidade que você nem imagina, fiquei feliz que tenha gostado da obra e isso é um bom sinal para que eu possa adquirir futuramente.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Ainda não tive a oportunidade de ler a obra, mas tenho muita vontade. Principalmente agora depois de ver sua resenha. É muito bom saber que mesmo depois que você mudou, o significado do livro em sua releitura continuou o mesmo.
    Fiquei muito curiosa para saber mais sobre Eleanor e porque ela e Park evitavam tanto o sentimento.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Reler livros é sempre uma surpresa. Fico feliz q tenha gostado ainda mais da leitura. O livro não me chama mt atenção, mas fico feliz que tenha gostado.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Confesso que a cada resenha que leio sobre este livro, minha vontade lê-lo só aumenta.
    Acho que deve ser uma história intensa e emocionante. Quero muito conhecer Eleanor e Park e a história dos dois. Espero que a leitura me agrade tanto quanto lhe agradou.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Uma coisa que aprendi é digerir e aceitar os finais, assim como na vida real nem tudo é como esperamos. Claro que, às vezes, ainda fico p.. Eu tb gosto de reler alguns livros, é sempre legal uma segunda visão, até pq aprendemos a enxergar por outros ângulos.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Eu li e sinceramente, não gostei, justamente pelo final. Não esperava, tinha tudo pra dar certo e não deu. Enfim, Rainbow não me conquistou.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Thayenne, tudo bem?
    Esse livro parece mesmo uma gracinha, né?!
    Desde o lançamentos do livro, não me lembro de ter visto uma única resenha negativa sequer.
    E o fato de você ter relido o livro, só me faz crer que a leitura vale super a penas, né?!
    Espero poder ler em algum momento.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  11. Estou com este livro a um bom tempo na estante. Comprei quando lançou e foi ficando no canto. Mas pretendo ler ainda. Apenas estou criando coragem, ou esperando aquela chamada. Mas sua resenha até me animou, pois parece uma história linda e envolvente. Espero ler em breve.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Eu tenho muita curiosidade sobre esse livro, acho a capa de uma graça, uma beleza simples que me encanta. Infelizmente, de tanto adiar não tenho como comprar, mas quem sabe não aparece aquela promoção feliz e linda na amazon Kindle e acabo adicionando mais um para a minha biblioteca digital? Adorei a resenha, concordo com você, tem livros que o estalo bate depois de um tempo! Já aconteceu comigo rsrs
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oi Thay,
    Sobre esse livro é só elogios. A relação dos dois é única e Rainbow sabe realmente como conduzir essa história de maneira envolvente. A leitura vale super a pena.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Ola Thay menina ainda não li nada da autora acredita? Pretendo me redimir e começar com esse livro que tem a capa fofa e é sempre muito elogiado, a premissa deles dentro ônibus dividindo fones e revista em HQ é leve e fofo. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Olá...
    Eu só tive a oportunidade de ler um livro da autora, foi o novo, Carry On. Adorei a escrita dela.
    Sua resenha está demais, anotei a sua dica e eu espero muito poder ler esse livro em breve;

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  16. Oii!!

    Eu ainda não consegui ler esse livro e é um dos que eu preciso conhecer desde o lançamento. Já tinha até me esquecido.
    Obrigada pela resenha!parece uma obra bem divertida e fluída

    Beijinhos

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo