Curta e fique por dentro!

[Resenha] Tentação.


Título original: Don't tempt me
Autor (a): Sylvia Day
Editora: Hamelin
Ano: 2014
ISBN: 9788581862088

Sinopse: Lysette, irmã gêmea de Lynette, morreu num acidente de carruagem. Ao menos era isso que Lynette acreditava até ser confundida com a irmã por um estranho chamado Simon Quinn, num baile de máscaras, em Paris. Mercenário calejado, o plano de Simon em relação à notória assassina Lysette era simples. Ele a entregaria aos franceses, em troca de alguns de seus homens que estavam sendo mantidos prisioneiros. Quando Lynette descobre que sua irmã ainda está viva, decide fazer o que for necessário para reencontrá-la, ingressando num território fascinante de desejos sombrios e tortuosos, onde Quinn é soberano. QUEM É ELA? Na França do final do século 18, Simon Quinn é capaz de ter a mulher que quiser, mas prefere as experientes, carnais e livres de ilusões. Sua vida envolve perigos e prazeres fugazes. Plebeu irlandês, tem só sua habilidade como amante e mercenário para recomendá-lo, e nenhum título de nobreza, propriedade ou sobrenome para redimi-lo. Lysette Rousseau é uma femme fatale, que pode seduzir ou trair com igual competência. Ela é o tipo de mulher preferido por Simon, mas há algo nela que o deixa confuso. Às vezes, é destemida e manipuladora, mas outras é afetuosa e doce. Um enigma pronto a devorá-lo, mas impossível de resistir. Simon reage às duas personalidades com igual intensidade, mas por motivos opostos, como se elas fossem duas mulheres em uma... GÊMEAS! Uma delas desencantada e prisioneira das circunstâncias, e a outra inocente, mas forte. Lynette Rousseau faria qualquer coisa para reencontrar a irmã. Assim, esforça-se para adquirir a capacidade necessária para ingressar no submundo frequentado por Lysette. Mas como Lynette se defenderá do misterioso e sedutor Simon Quinn? Um homem que pode salvar Lysette, mas cujos desejos insaciáveis podem capturar Lynette para sempre.

"Eu não me importo. Seria infeliz sem Philippe. Melhor ficar e desfrutar do que for possível, enquanto posso, do que partir e não ter nada."

O Marquês Saint-Martin é rico, loiro e muito lindo, uma constante tentação. Todas as mulheres o desejam, e ele sabe disso e não esconde que gosta disso. Saint-Martin só tem um defeito: casado! Porém, isso não o impediu de se aproximar de Marguerite Piccard e encanta-lá com seu charme.

Marguerite Piccard tem apenas dezoito anos, metade da idade de Saint-Martin, mas já está na hora de arranjar-lhe um marido. A Baronesa e mãe de Marguerite, avisa a filha de que terá um certo tempo para decidir quem lhe desposara, caso não escolha, ela mesma escolherá.

Marguerite sabe que terá que escolher, mas ela nutre certos sentimentos por Saint-Martin e acredita que ele também tenha sentimentos por ela. Contudo, o fato dele ser casado, torna a situação deles um beco sem saída.

Marguerite abandonou tudo para viver com Saint-Martin. Deixou para trás sua família (que a renegou), seus bens e seu nome, tudo para se tornar a amante de Phillipe (primeiro nome de Saint-Martin), porém ela não se arrepende nenhum pouco da decisão que tomou. Mas, quando a única coisa que ainda pode chamar de sua é ameaçada, o que Marguerite será capaz de fazer para evitar isso?

"Era injusto que o amor deles fosse como uma flor destinada a germinar no escuro, atrofiada pela falta de calor e luz do sol, lutando para sobreviver no solo árido dos seus corações, regada somente pelas lágrimas e névoa das memórias."

Já falei inúmeras vezes que vivo uma relação de amor e ódio com Sylvia Day. Gosto bastante da escrita da autora e as características que ela atribui a seus personagens, porém na hora de desenvolvê-los ela se perde, e ao invés de focar no que importa, acaba focando no sexo ou então no relacionamento dos protagonistas. Desta vez, ela não só me surpreendeu, como me encantou.

O que vocês precisam saber é: tudo o que falei acima sobre o livro é só o começo da história. Porque falei sobre o início e não da história como um todo? Simples! Eu não conseguiria me conter e provavelmente deixaria escapar algum spoiler. Como gostei muito do livro e quero que vocês o leiam e tirem suas próprias conclusões, me contive.

O leitor tem que está muito atento as entrelinhas da história, pois além de envolver um bom número de personagens, há coisas que a autora deixou subentendida para criar um mistério maior. Como há muitos personagens e praticamente gostei de todos, irei me abster a escrever que, eles foram muito bem construídos e desenvolvidos. Na resenha do livro anterior dessa série, eu falei que gostaria que houvessem mais livros, pois alguns personagens precisavam de um spin-off. Pois então, Sylvia atendeu minhas preces e apesar de não ter se aprofundando tanto no Simon – que era o personagem que eu mais queria que houvesse um livro –, a Sylvia caprichou e conectou as histórias sem pontas soltas. Além disso, você pode ler este livro sem precisar ler os anteriores.

Uma leitura que me prendeu do início ao fim, recheada de tramas intensas, com muitos segredos, mistérios e mentiras a serem descobertos. Com um vilão que se mantinha "escondido" a vista de todos, e que nem por um momento me fez duvidar dele. Com personagens femininas cheias de carisma, inteligência e muito, mais muito à frente do seu tempo, mulheres que lutavam e não deixavam que a sociedade escolhesse o que seria melhor para elas e para suas vidas mais adiante. Enfim, os fãs de romance de época amarão, os de mistério também e os de romance mais ainda. Tá esperando o que para ir ler?

Beijos e até o próximo post!

16 comentários:

  1. Oiii Thayenne

    No momento não é o tipo de livro que estou curtindo ler, mas deixo anotado para futuramente, quando busque uma leitura mais romântica.
    A resenha ficou ótima, bem completinha sem soltar nenhum spoiler.
    Fico feliz que vc tenha curtido tanto a história

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Thayenne! Vi você comentando no Our Brave New Blog e preciso dizer, o seu espacinho é uma fofura! Vou te seguir para acomoanhar suas resenhas, beijão!

    literalizza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive a oportunidade de ler nada da Sylvia, acho que não fará meu tipo de gênero preferido. Ah, adoro suas resenhas, cada vez melhor!

    ResponderExcluir
  4. Eu também vivo um amor e ódio pela Sylvia, mas no geral eu gosto bastante dos livros dela. Ainda não li essa série dela, mas parece ser bem legal. E realmente ela se perde um pouco por focar muito no sexo. Adorei a resenha.
    Beijinhos da Fran
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Não costumo ler livros assim, pois sempre na hora de comprar ou receber acabo escolhendo algum outro, mas confesso que tenho muito interesse

    www.misteriosliterarios.com.br

    ResponderExcluir
  6. As capas dos livros dessa autora são sempre muito lindas. Mas, menina, como esse livro tem personagem com o nome difícil não é mesmo? Sempre que leio um livro que tem nomes difícil acabo "criando" um nome mais fácil a partir do nome verdadeiro hahaha Sei que é louco isso mas é verdade.
    ótima resenha,Thay.
    Beijos.
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
  7. Fico feliz que a autora tenha conseguido te surpreender dessa vez e principalmente que tenha criado personagens femininas a frente de seu tempo, com personalidade. Nem sempre é assim, né?! Curto esse lance de mistério também, e pelo visto você foi trouxa com o vilão né? hahahahaha Adoro quando isso acontece.
    Bacana também que um livro seja independente do outro, nem todo mundo tem paciência (ou money) pra acompanhar mil livros. Ainda não me faria ler, mas reconheço que esse tenha muitos pontos positivos comparados a muitos outros que já vi.
    Beijos!!


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  8. Parece clichê mas gostei muito dessa premissa. Ótima resenha.

    viajenumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Honestamente dessisti dessa autora. Li um livro dessa série dela e não curti. Não tenho vontade de me envolver novamente com ela

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nenhum livro dessa autora, mas vejo que com ela é uma relação ou de amor e de ódio, ao mesmo tempo que leio coisas boas sobre ela, também leio algumas ruins, então não sei se leria algo dela, pelo menos não por agora rs

    www.ironiadascapas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Nunca li essa série,mas já li outros livros da Sylvia e confesso que gostei bastante :) Adorei sua resenha e o livro(série) já entrou para a minha lista 😊
    Beijos, meumundomeusbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nada de Sylvia Day, justamente pq sempre achei que só se tratava de sexo e eu não sou muito fã de New Adult... Mas achei interessante a sinopse e resenha desse!
    Beijos,
    Prit

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada dessa autora e nunca li romances de época, mas me interessei bastante por esse, sua resenha foi muito boa, me deixou com vontade de ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Adoro Sylvia Day e romance de época é o meu preferido !!

    Muito curiosa sobre esse livro ! adorei a resenha!

    Beijos
    Jéss
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. Adoro mistérios porque prende a gente na leitura de forma surreal, nunca li nada da autora mas tenho que ler algum romance de época porque preciso variar. Obrigada pela indicação e parabéns pela resenha!

    Beijinhos, Carol
    Blog com V

    ResponderExcluir
  16. Tenho que ler algum livro dela! Acho que vou começar por esse da resenha!

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo