Curta e fique por dentro!

[Resenha] O menino do pijama listrado.


Título original: The boy in the striped pyjamas: a fable
Autor (a): John Boyne
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2011
ISBN: 9788535911121

Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

"Bruno, às vezes há coisas na vida que temos de fazer e não temos escolha a respeito delas."

A família de Bruno está de mudanças prontas para Haja-Vista, pois o alto cargo do pai dele requer esta mudança. Bruno mora com os pais e a irmã três anos mais velha que ele, e com exceção do pai, ninguém está contente com a mudança. Além disso, Bruno terá que se despedir de seus avôs e de seus amigos.

Ao chegarem em Haja-Vista, Bruno nota que a casa em que morarão a partir de agora é bem menor que a em que viviam, não há muitos vizinhos por perto e sempre há soldados ao redor e dentro da casa. Bruno se sente muito solitario, já que não há ninguém de sua idade por lá.

Um dia, olhando pela janela de seu quarto, ele percebe uma enorme cerca depois do jardim, fica curioso sobre o que há lá, principalmente depois que vê pessoas ali. Idosos, homens e crianças todos do sexo masculino.

Ele resolve explorar esse terreno, e quando chega a cerca, acaba encontrando um garoto careca usando um "pijama" listrado. Eles começam a conversar e todos os dias Bruno e Shmuel se veem. Eles sabem que isso é proibido, mas não conseguem desistir de terem a amizade um do outro.

"Não torne as coisas piores, pensando que dói mais do que você realmente está sentindo."

Meu primeiro contato com esse livro foi anos atrás, no local onde eu trabalhava tinha uma biblioteca e tinha vários exemplares desse livro, de tanto olhar para ele acabei ficando curiosa, peguei e levei para casa. Até comecei a ler, mas lá pelas páginas cento e pouco, abandonei. Não consigo me recordar o porquê. Porém, antes tarde do que nunca não é mesmo? 

À época em que Hitler comandou a Alemanha foi horrível, foi algo muito trágico, doloroso, terrível e brutal, ao sabermos um pouco da história através da ingenuidade de um garoto de nove anos, ajuda a amenizar um pouco a tragédia, mas não a apaga completamente. Pois, mesmo que o Bruno não soubesse exatamente o que significava algumas coisas, quem lê o livro sabe que é tão tocante como se estivéssemos lá.

Bruno por ser um garoto (ainda) é muito ingênuo, acredito que a leitura seja leve por isso, ele não tem noção da proporção do que ele está vivenciando. Eu adorei a narrativa do autor, porque ele conseguiu passar todas as emoções e sensações do que seria viver naquela época, fosse a pessoa judeu ou não. Foi uma época muito difícil de se viver, e apesar dos horrores, quando Bruno e Shmuel se conheceram nasceu uma esperança, para Shmuel mais do que para o Bruno.

Enfim, eu via muita gente elogiando esse livro, dizendo que se emocionou, que chorou muito, que era um livro incrível, e tenho que concordar com a maioria das opiniões. Exceto na parte do choro, pois mesmo sendo um livro maravilhoso, não consegui me emocionar ao ponto de chorar, mesmo com aquele final chocante, que foi o mais perto que fiquei de verter lágrimas. Em suma, uma leitura emocionante, leve e tocante sobre uma amizade que nasceu numa época de guerra, mas que nem mesmo a maldade dos outros abalou esse laço tão especial e mostrou que no fim mesmo com tudo dando errado, se você tem amigos você está em paz e tudo ficará bem. Uma narrativa leve sobre uma assunto tenso, que te levará a refletir sobre algumas coisas importante em relação ao nosso dia-a-dia.

Beijos e até o próximo post!

17 comentários:

  1. Eu choreei no fim do livro. Senti uma dor, um nó na garganta por saber que ingenuidade dessas duas crianças e a esperança que existe nele era tão grande, acreditavam que iria conseguir. Acho um livro lindo, gosto muito da história, da forma como foi contada.
    Adorei a resenha, só não acredito que tu não chorou rs
    Beijos
    http://www.livrofilia.com?

    ResponderExcluir
  2. Nunca li o livro, o filme já me arrancou( e arranca ) muitos lagrimas, é muito emocionante.

    ResponderExcluir
  3. Já pensei em ler o livro, não sei se terei coragem, parece uma leitura difícil, por conta do assunto mesmo, mal consegui assistir ao filme, acho que com o livro seria muito "pior". Preciso me preparar antes...


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  4. Eu também não chorei, acho que foi bem pior que chorar. Porque eu fiquei agoniada, com aquela sensação horrível :( mas é um livro maravilhoso.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Eu também não consegui chorar no livro. Eu gostei, mas não foi o melhor. Entre o livro e o filme, eu gostei mais do filme. Achei que a emoção foi trabalhada da melhor forma nele e aí sim eu chorei. Parabéns pela resenha.

    Beijos. (http://psamoleitura.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Não tive a oportunidade de ler o livro, mas assisti o filme uma historia realmente emocionante.

    http://pollyannamonyque.blogspot.com.br/
    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li o livro, mas quero e o filme eu já assistir e achei super emocionante!!
    Beijos, meumundomeusbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Imagino que o livro seja lindo como todo mundo fala. Só que eu não gosto de ler livros sobre a 2 guerra. Acho uma época muito triste, então prefiro não ler esses livros

    ResponderExcluir
  9. Nunca li livros sobre a Segunda Guerra mas tenho muita vontade. Certeza que vou me desidratar chorando!

    viajenumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adoro esse livro, sem dúvida foi uma das minhas melhores leituras...
    ❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  11. Amo esse livro,chorei muito tanto lendo qnto assitindo ao filme (pq sou dessas! Rs). É uma história linda e triste ao mesmo tempo. A inocência diante da barbaridade e crueldade dos seres humanos... Leitura recomendada a todos!
    Amei.
    Beijos.

    www.umadoseparaomeudia.com

    ResponderExcluir
  12. Que livro MARAVILHOSOOOO, ele é muito bom mesmo, e triste também!!!

    www.misteriosliterarios.com.br

    ResponderExcluir
  13. Nunca li o livro, mas já vi o filme várias vezes haha
    Não sei por qual motivo ainda não o li, acho que não tive aqueeeele interesse ainda..

    www.ironiadascapas.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não li o livro nem vi o filme mas sou super curiosa sobre!!

    Eu sou do tipo que chora por tudo então sei que vou chorar! kkk

    Adorei a resenha!

    Beijos
    Jéss

    ResponderExcluir
  15. Sou daqueles atrasadas que ainda não leu nem viu o filme. (Não gosto de ver antes de ler, pra ser sincera). Parabéns pela resenha e aposto que o livro vai me desidratar!

    Beijinhos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  16. Thayenne eu amo muito esse livro. Adorei a resenha e fez com que eu tivesse vontade de reler esta obra incrível!
    https://lendodesconhecidoblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  17. Eu chorei com o final do livro. E realmente o autor foi incrível nesse livro, conseguiu transmitir todos os sentimentos em palavras. Sua resenha me deu vontade de reler a obra. Ficou incrível, parabéns.
    Beijinhos da Fran
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo