Curta e fique por dentro!

[Resenha] Loui, o palhaço medonho & outros contos sombrios.


Autor (a): Leonardo Otaciano e Matheuz Silva
Editora: Fonzie
Ano: 2016
ISBN: 9781535101790
*Livro cedido em parceria com a editora*

Sinopse: Acervo sombrio de Leonardo Otaciano e Matheuz Silva ocupado por tétricos vilões, criaturas sobrenaturais, elementos sanguinários, jovens possessos e um medonho palhaço, seres presenciados pelo leitor em âmbitos excêntricos e corriqueiros. O medo será um louvável companheiro durante as descobertas nefastas destes recontos.




Não sabia bem como iria começar essa resenha. Tenho que deixar claro que, nunca antes li algo do gênero terror, então não tenho com o que comparar. Segundo, acredito que nós (os leitores) temos que sempre nos arriscarmos em novos e diferentes gêneros. Afinal como iremos saber se gostamos de algo se não o provarmos, não é mesmo?

O livro é composto por doze contos. Alguns contos são conectados, seja por um personagem ou até mesmo por uma cidade. Quando iniciei a leitura, já dei de cara com um quote que me deixou assim: 😰. Mas, disse para mim mesma que tudo não passava de ficção. Só que conforme você vai progredindo na leitura, vai ficando tão cativado pelas palavras e a história dos autores, que por um momento é como se aquilo de fato estivesse acontecendo, pelo menos foi assim comigo.

Os autores conseguiram passar para as páginas exatamente o que eles queriam. Eu costumo ler a noite, se você tem o mesmo hábito que eu, deixe para ler esse livro em outro horário, pois a experiência é sinistra. Juro! Quanto mais eu ia lendo e me envolvendo com tudo o que se passava no livro, mais realista aquilo ia ficando para mim. Era como se a cena estivesse ali, do meu lado, ou como se eu estivesse dentro do livro. Em alguns momentos foi bem assustador.

Como foi o meu primeiro livro do gênero, não posso garantir que todo mundo vá sentir as mesmas coisas que eu, porém vale super a pena dar uma chance ao livro, porque os autores escrevem muito bem, além de conseguirem criar personagens bem excêntricos e que conseguiram cumprir com o seus papéis: me assustar. 

O conto que mais mexeu comigo foi O Cemitério Perdido, senti calafrios enquanto o lia, todos os pelos da minha nuca e braço se eriçaram. A imagem que "abre" o capítulo é medonha, e me deu muito medo, mas (novamente), eu ficava dizendo para mim mesma que aquilo não passava de ficção, contudo nesse conto em particular ficou difícil separar o que era ficção e o que realidade. 

Provavelmente, levará um longo tempo daqui para que eu me arrisque a ler um outro livro do gênero, se é que terei coragem de ler outro. Mas, apesar de tudo, foi uma experiência legal e que me ajudou a conhecer novos autores, pois mesmo se tratando de alguns temas tensos e assustadores, os autores conseguiram dar fluidez aos seus contos, e isso torno a leitura bem mais rápida.

Beijos e até o próximo post!

2 comentários:

  1. Corajosaaaaaa. Só tu mesmo pra ficar lendo um livro de terror a noite, eu não teria coragem. Só a capa desse livro já é medonha, agora imagina os contos. Jesus. Adoreia a resenha.
    Beijos.

    Blog Livrofilia - FanPage

    ResponderExcluir
  2. Grato pela resenha. É muito bom ver leitores como você que, de alguma forma, se encorajam a adentrarem em universos Sombrios. Parabéns ao blog, a resenha ficou show! Conseguir entender a mensagem é o essencial. Nós agradecemos o auxílio na divulgação.

    Abraços.

    Leo Otaciano

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo