Curta e fique por dentro!

[Resenha] O Quarto do Conto.


Autor (a): Renata Dias
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2015
ISBN: 9788542807646

Sinopse: Lara é uma profissional brilhante, determinada e extremamente criativa. Quando era mais jovem, curtia a vida sem se dar limites, até que o fim de uma relação abalou sua autoestima e fez com que se fechasse emocionalmente, ocultando suas fantasias e impossibilitando-a de se entregar mais uma vez ao amor. O que ela não esperava é que, mesmo com as barreiras que se impôs, pudesse ser arrebatada por esse sentimento proibido. Tomada por um turbilhão de sentimentos, Lara precisa aprender a enxergar o seu valor como mulher para retomar as rédeas do seu destino, transformando seus anseios confidenciados em contos num romance tórrido e arrebatador. O quarto do conto é o segundo livro da provocante trilogia Entre quatro paredes. Com um estilo ágil e cenas detalhadamente explícitas, é recheado de devaneios que, muitas vezes, permeiam o imaginário feminino.

"O amor é um sentimento muito ingrato... Se correspondido, fica tudo lindo, mas se não for, tem a capacidade de acabar com a autoestima e alegria de viver até do palhaço mais engraçado."

Lara Rocha tem quase 30 anos e é uma mulher muito independente. Depois que  a agência em que trabalhava faliu, Lara se juntou com sua melhor amiga, Karina, e abriu sua própria agência mesmo sabendo dos riscos, resolveu arriscar e se deu muito bem. 

Além de publicitária, Lara também é escritora nas horas vagas, e esse é um segredo que ela não compartilha com ninguém. Tudo o que escreve é muito pessoal e onde teve ajuda da sua deusa interior para escrevê-los. Lara costuma postar esses contos no Amante 

Numa noite que parecia que tudo o que podia dar errado, deu, Lara conheceu seu novo vizinho – sem saber que ele era seu novo vizinho – dentro do elevador do prédio onde mora, uma tentação ambulante, um homem lindo de morrer. Desde o primeiro momento em que se viram a atração ficou aparente. A tensão era tão forte que quase dava para toca-lá. Mas, aí o elevador se abriu e ele se foi, ela ficou sem saber seu nome e se o veria novamente.

Dois dias depois, Lara conheceu Dionísio, um cara legal que foi fazer entrevista na agência dela. Lara sentiu que havia um interesse da parte de Dionísio por ela, mas sempre teve uma política de misturar trabalho com relacionamento. Contudo, Dionísio acaba conseguindo seu espaço. 

Só que aí Lara se encontra de novo com seu vizinho, Vince, e algo rola entre eles. E isso faz com que a Lara fique ainda mais dividida. Ela não sente nada pelo Dionísio mais ele é um cara legal, já o Vince mexe com todas as suas terminações nervosas (hahaha) e outras coisinhas mais. Dividida entre duas paixões e tendo que resolver problemas do do passado, Lara embarcará numa montanha russa de emoções.

"Que venha o amor, pois preciso acreditar, acima de tudo, que amar não fere... Preciso acreditar que amar cura."

O livro é repleto de personagens marcantes, e mais na frente irei falar um pouco mais deles, porém o destaque maior para mim foi a Lara, ela roubou completamente a cena. Lara ainda é marcada por seu passado, mesmo não tendo sido uma situação extrema foi algo que a machucou bastante, e ela acabou levando isso consigo por muitos anos, sem nunca ter falado com alguém sobre a questão. Ao conhecer Vince, ela viu a oportunidade perfeita de se livrar dessa mágoa para que pudesse ter um futuro maravilhoso. Além disso, as características da Lara são muito parecidas comigo e isso me fez ter um apego maior por ela.

O Vince é um gentleman, um cara muito legal e que assim como a Lara teve um passado complicado, mas ao contrário dela não deixou que isso interferisse nas suas ações no presente. O Vince é apaixonante. Desde o início nunca fui muito com a cara do Dionísio, mesmo ele sendo legal com a Lara me passava a impressão de uma pessoa maldosa. Ri horrores com a Karina, ela é muito amiga da Lara e faz de tudo para apoia-lá e estar sempre presente, mas é o tipo de pessoa que "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço".

Desde que terminei a leitura de O Quarto do Sonho, fiquei na expectativa por O Quarto do Conto, já que foi a Lara que deu um baita empurrão na vida do Gabe (irmão da Lara e protagonista do livro 1). E minhas expectativas não só foram atendidas como superadas. Foi um daqueles livros que você espera por um tempão e quando finalmente o têm nas mãos o devora em poucos dias.

Um livro apaixonante sobre as incertezas de se jogar num novo relacionamento, de superar as dúvidas geradas por erros do passado. É uma lição também sobre como tratamos aqueles que nos quer tão bem, quando estamos mal. Sobre o quanto nos privamos de viver coisas novas quando estamos machucados. Enfim, um livro sobre a redescoberta de quem nós somos e do que somos capazes. Uma leitura cativante do início ao fim.

10 comentários:

  1. Não é meu gênero literário favorito, aliás, eu não leio nada desse tipo. Mas acho que a história em si, a mensagem que o livro quer passar é bem interessante, pelo que você disse, é uma lição de vida, poe ajudar muita gente!

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto esses livros,mas infelizmente não gosto de ler esse gênero,mas algo que gostei dessa historia é que parece ter uma personagem feminina forte e eu adoro isso.Quem sabe um dia dou uma chance.
    Obrigado pela dica

    ResponderExcluir
  3. Como disse a Monique, a mensagem do livro parece interessante, mas ainda não faz meu gênero. É a segunda resenha que leio sobre ele e também elogiando. Então acredito que pra quem curta, seja uma boa pedida mesmo :D

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Sou suspeita a falar qualquer coisa sobre esses livros da Renata! Sou super fã.
    Já li os dois e amei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não leio esse tipo de livro mas sempre quis ter a experiência. Adorei tua resenha.

    Beijos,
    viajenumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros que superam as nossas expectativas !! Não conhecia o livro, e posso dizer que adoraria lê-lo, adorei a resenha!
    Beijos
    leitoresjardimliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu estava rondando pelo insta atrás de autores nacionais e uma das primeiras imagens foi desde livro. Então, eu amei a capa, e tive curiosidade, mas depois de um tempo, acabei esquecendo. Então, obrigada, por me lembrar o/ Imagino que esse livro seja ótimo, adoro quando mostram que amor cura e não somente machuca, e também o fato da protagonista ser independente. Criei o carisma pelo Vince por ser parecida com ele no quesito de não me prendo ao passado. Acho que a leitura deve ser bem gostosinha, obrigada pela indicação.

    Beijos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  8. Eu estava rondando pelo insta atrás de autores nacionais e uma das primeiras imagens foi desde livro. Então, eu amei a capa, e tive curiosidade, mas depois de um tempo, acabei esquecendo. Então, obrigada, por me lembrar o/ Imagino que esse livro seja ótimo, adoro quando mostram que amor cura e não somente machuca, e também o fato da protagonista ser independente. Criei o carisma pelo Vince por ser parecida com ele no quesito de não me prendo ao passado. Acho que a leitura deve ser bem gostosinha, obrigada pela indicação.

    Beijos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito do enredo da história !! E fiquei curiosa sobre o que vai acontecer com a personagem...

    Adorei a resenha !! Obrigada pela dica !!

    Beijos
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Estou lendo bastante livros nacionais esse ano e confesso que sou surpreendida a cada dia. Eu amei a proposta do livro apesar do clichê da mulher estar dividida entre dois homens. Vou ler, com certeza <3
    Beijinhos da Fran
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo