Curta e fique por dentro!

[Resenha] Reformed Vampire - Grupo de apoio ao vampiro.


Título original: The Reformed Vampire Support Group
Autor (a): Catherine Jinks 
Editora: Farol Literário
Ano: 2012
ISBN: 9788562525650

Sinopse: Reformed Vampire Grupo de Apoio ao Vampiro é uma história diferente de tudo o que você já leu sobre vampiros. Na verdade, você vai conhecer o lado real de ser um vampiro, aquele que ninguém conta! Eles estão quase sempre doentes ou com dor, e se reúnem em uma espécie de terapia de grupo para discutirem seus problemas e como controlar seus instintos, ou seja, o desejo de sair mordendo pessoas. Nina tornou-se vampira quando tinha apenas quinze anos, e não envelheceu um dia desde então. Mas também não teve um dia sequer de diversão, já que sua rotina isolada dentro de casa é incrivelmente chata, sem poder fazer o que realmente tem vontade. No entanto, tudo vai mudar na vida dela e de seus amigos vampiros quando um membro do grupo é morto de forma misteriosa. Tendo sua identidade ameaçada, terão que sair à caça do assassino, e logo se descobrirão em uma disputa contra lobisomens. Será que vampiros tão frágeis poderão vencer uma batalha como esta? Sangue, desejo e instinto vem à tona com uma bala de prata no peito, estopim de uma batalha em busca da identidade.

"Se fosse tão fácil ser um vampiro, não existiria um Grupo de Apoio ao Vampiro."

Em Reformed Vampire iremos ver vampiros diferentes dos com os quais estamos habituados. Neste universo, após a descoberta de enzimas e vitaminas, os vampiros conseguem controlar sua sede de sangue, evitando mortes desnecessárias e a criação de novos vampiros. Só que com esse novo "cardápio alimentar", os vampiros acabam perdendo força e velocidade, e passando a parecerem mais humanos, só que humanos noturnos, pois essa reeducação os faz mais suscetíveis a luz do sol ou a luzes mais fortes.

Nina era uma adolescente de 15 anos, quando foi infectada por Cassinor. E, está cansada de ser tratada como criança pelo os outros vampiros do grupo de apoio e até mesmo por sua mãe. Sem ter muito o que fazer no seu tempo livre, ela começou a escrever uma série de livros de vampiros, chamada Bloodstone. Onde criou uma protagonista com poderes que se espera ver em vampiros, já que na "realidade" não é assim.

Nina é obrigada a participar do grupo de apoio dos vampiros, mesmo estando cansada de ouvir tantas reclamações. Mas, o padre Ramon e o vampiro responsável pelo grupo, Sanford, temem que ela - não só ela, mas qualquer um vampiro que faça parte do grupo - caia em tentação.

Numa das noites de reunião, Cassimor não compareceu. E como ele é o que mais tem recaída, todo o grupo vai até a casa dele. E ao chegarem lá, o encontraram com uma estaca no coração dentro do caixão em que dormia, no meio de suas cinzas é encontrado também uma bala de prata, e isso faz com que o medo se abata sobre todos ali. Eles precisam descobrir se há realmente alguém matando vampiros ou se foi só uma coincidência.


Nina é vampira há 51 anos, e mesmo assim não conhece absolutamente nada do mundo. Por ser a mais nova e nunca ter passado por uma recaída, todos do grupo têm uma preocupação maior por ela. E isso meio que a impede de ter uma "vida normal", que é o que ela mais deseja. De tanto se sentir presa, ela começou a escrever e publicar seus livros, e com isso alcançou um certo sucesso. O que causa ainda mais preocupação naqueles com quem convive.

Tenho que falar que o livro é voltado para o público adolescente. E mesmo tendo o elemento sobrenatural, e este último ser o dominante, há umas cenas ou outras de drama adolescente, o que para mim não foi incômodo algum, na verdade isso me instigou a ler mais.

Toda a história foi muito bem construída, os personagens - até mesmo os secundários - foram muito bem desenvolvidos e a narrativa foi maravilhosa. A escrita da autora além de convicente, é cativante. O que trazia a sensação de que eu estava lendo o diário de alguém, e essa é a proposta do livro. O livro é narrado pela Nina e algumas informações onde a personagem não estava presente, era nos contada da mesma forma, mas porque outro personagem cedeu a informação, espero que vocês consigam entender o que quis dizer.

Enfim, uma leitura muito rápida, leve e ótima para quando estamos procurando algo diferente. Isso sem contar no enredo cativante e nos personagens que faz com que sentimos algo por eles, mesmo que muitas vezes não seja sentimentos muito bons hahaha. 

Beijos e até o próximo post!

Um comentário:

  1. " NOSSSA" esse livro deve ser muito bom, eu adoro vampiros. Fiquei curiosa para ler, já vou deixar na minha lista literária!
    Amei a resenha!

    Tem post novo lá no meu blog :)

    Beijos

    http://palavrass-ao-vento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo