Curta e fique por dentro!

[Resenha] O Casamento.


Título original: The Wedding
Autor (a): Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Ano: 2012
ISBN: 9788580410563

Sinopse: Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso. Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser. Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse.

"E me ouvia de um jeito que fazia com que eu me sentisse a única mulher do mundo. Eu me sentia completa com você e estarmos juntos simplesmente parecia a coisa certa."

Desde que esqueceu a data do aniversário de 29 anos de casamento, Wilson Lewis percebe que seu casamento não anda tão bem como imaginava. Agora quando conversa com Jane, sua esposa, não há mais aquela facilidade, tudo sobre o que conversam é amenidades, e há longos momentos de incômodos silêncios.

Um ano após o esquecimento, percebendo que se continuar de braços cruzados estará divorciado em poucos meses. Apesar das dificuldades enfrentadas, dos silêncios prolongados e a falta de diálogo sobre o que realmente importa, Wilson ainda ama sua mulher e está disposto a mudar.

Conversando com seu sogro, Noah, Wilson acredita que se for mais acessível, isso mudará o modo como Jane o vê. Ele até tenta ser mais romântico, mas por está sem "usar" esse lado há muito tempo, o tiro acaba por sair pela culatra. Depois de muito pensar sobre o assunto, ele acredita que achou a solução perfeita, e em segredo começa a planejar. Wilson quer que o aniversário de 30 anos de casamento seja inesquecível para Jane, e assim mostrar que ainda a ama.

Porém, sua filha mais velha, Anna, anuncia que irá se casar no sábado, que no caso seria a data do aniversário do pais. E pergunta se haveria algum problema, antes que Wilson possa responderam, Jane o faz, incentiva a filha a ter uma festa de casamento normal, já que a própria teve um casamento às  pressa. Wilson deu a entender que isso  arruinaria seus planos, mas a vida lhe mostrará que nem tudo está perdido.

"Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente."

Wilson tem 56 anos, Jane foi a primeira e única mulher que beijou, veio de uma família rica e é filho único. Foi negligenciado pelos pais que eram viciados em trabalho. Acabou seguindo os mesmos passos e usou a desculpa de que tinha uma família para sustentar, se perdeu no meio do caminho e se esqueceu que são as pequenas coisas que sustentam um relacionamento. Seu relacionamento com os filhos é incrível, porém o mesmo não pode ser dito de seu casamento.
Jane veio de uma família unida, e sempre estava cercada de demonstrações de afeto. E de acostumou a isso, tanto que precisava dessa demonstração para se sentir segura no relacionamento. Casada com um homem que não foi criado da mesma forma e que não costuma demonstrar o que sente. Mesmo sabendo que ele a ama fica insegura e triste.

Eu protelei bastante para ler esse livro. Gosto dos livros do Tio Nick, mas todos sabemos que seus romances costumam ser água com açúcar, e mesmo gostando disso, não era o que procurava para ler. O livro acabou saindo na minha TBR Jar e me propus a ler. E que leitura!

A narrativa nesse livro é muito diferente dos livros que já li do autor. Não sei explicar bem o que havia de diferente ou se foi eu que estava disposta a ler, mas a leitura foi muito rápida (li em 2 dias). O final me surpreendeu bastante e foi uma das melhores coisas que há no livro. Me emocionei bastante, e confesso que se isso tivesse acontecido comigo eu ficaria muito, muito feliz *--*

Os personagens foram muito bem construídos, e a "participação" do Noah (Diário de uma paixão) foi muito importante para o desenrolar da história, já que ele foi de grande ajuda e de sábios conselhos. Um livro muito romântico, que abordará o lado feio sobre quem está casado há muito tempo e acabou caindo na rotina, gerando dúvidas sobre os sentimentos do parceiro. Mas, além disso, é um livro que nos ensinará a lidar com relacionamentos no geral, a percebemos que se há amor, nada mais importa <3

Beijos e até o próximo post!

16 comentários:

  1. Já havia lido uma resenha desse livro, não muito positiva, mas confesso que abordar essa questão do "distanciamento" que um casamento pode gerar me deixou curiosa. Pouco se fala disso né?! Geralmente é o contrário, acompanhamos o início de uma relação e o "felizes para sempre", mas é bom variar de vez em quando, acho que o Sparks acertou nisso. Em relação à escrita diferenciada, também fiquei intrigada porque, embora eu não tenha lido nada do autor nos últimos 3/4 anos, todos que eu li seguiam o mesmo estilo. Nem consigo imaginar outra forma. Um dia já desejei ter tooooda a coleção dele, mas a cada um livro que eu lia, ele lançava mais cinco hahahaha. Aí me decepcionei com alguns e acabei perdendo o encanto... Já leu A Escolha?

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!

      O meu sonho também é ter toda a coleção do autor, e já estou me encaminhando para isso <3
      Sim, já li A Escolha há alguns anos e gostei bastante, foi o primeiro livro do autor com um "final feliz" que li :)

      XOXO, thay

      Excluir
  2. Gostei da tua resenha, porém eu não gosto do autor,já li o Querido John e detestei muito.Qual tu acha o melhor livro dele para dá outra chance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro

      Muita gente realmente não curti os livros do Tio Nick, sou suspeita para falar, pois amo. Acredito que O melhor de mim (meu livro favorito do autor) seria ideial para você :)

      XOXO, thay

      Excluir
  3. Ainda não li O Casamento, eu amo/odeio o Nicholas, acho incrível a maneira de surpreender os leitores que ele tem,e os ensinamentos sobre as diferentes maneiras de amar que ele transmite ao fim de cada leitura, eu adoro.. Meu livro preferido do autor é querido John.. Amei a resenha
    Beijos
    leitoresjardimliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Sou muito apaixonada pelo Nicholas, e gosto bastante de Querido John, foi o primeiro livro que li do autor <3

      XOXO, thay

      Excluir
  4. Acredito eu que esse é um dos poucos livros do Nick que eu gostei cem por cento. Amei a forma como ele abordou esse assunto do distanciamento. Amei sua resenha!!!

    ResponderExcluir
  5. AMO os livros do Nicholas. É um dos meus autores favoritos. Eu adorei ler e saber o que aconteceu com Noah depois de Diário de uma paixão, mesmo que a história não seja focada nele. O final foi realmente surpreendente. Me emocionei muito durante todo o livro. Foi um dos melhores livros do Nic. Só senti falta de diálogos nele, ouve muito mais pensamentos do personagem do que diálogos legais. Mas enfim, o livro é LINDO.
    Beijinhos da Fran
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Não sou muito fã dos livros do autor, mas dele já li Querido John e admito que gostei.
    Sua resenha me deixou curiosa por esse livro, mas não sei se eu iria apreciar a leitura!
    Adorei a resenha! Beijos!

    http://amadoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Admito ser uma fã louca do tio Nick, nunca li esse livro, nem me interessei, li comentários ruins sobre ele, mas gostei que a sua resenha me esclareceu muito oque vou ver no livro. Você acordou o gigante dentro de mim que é fã do Nicholas e agora eu preciso comprar esse livro logo (eu e minha compulsividade hahaha)

    ResponderExcluir
  8. Preciso ler algo do Faísca para tirar minha próprias conclusões. Vejo muita gente falando mal, e outras tantas falando bem. Tenho o livro Querido John aqui, espero poder ler logo. Esse parece legal também(apesar de ser romance). Ótima resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Tenho uma história de amor e ódio por esse autor.
    Li "Querido John" e não gostei, em seguida li "O melhor de mim", foi um dos melhores livros que li na vida. O que dizer? HAHA

    ResponderExcluir
  10. Li algumas resenhas deste livro já. Não é meu gênero preferido mas adoraria realizar a leitura e deixar o preconceito com o gênero (e com o autor) de lado.

    Beijos,
    viajenumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro Nick ! Vi algumas resenhas negativas sobre o livro porém a sua esclareceu muito sobre e por isso vou colocar na minha lista ! Nada melhor do que ver o lado bom e negativo da história !

    Bjos!
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  12. OIe!!!

    Acredita que nunca li nada do Nick? To devendo... quem sabe começo por esse título...

    Bjks e Boas Leituras!

    www.linguaeliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho que deixar meu preconceito com o Sparks de lado, e dar uma chance a ele novamente. Não gosto muito do gênero, mas acho que vale à pena ler para poder se pronunciar a respeito, não é? Eu comecei a ler e não curti muito, mas não curto abandonar leituras. Logo, tento de novo. Acho que depende muito do momento em que se está lendo um livro. A gente muda bastante e pode mudar de opinião. Parabéns pela resenha, muito bem elaborada!

    Beijos, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo