Curta e fique por dentro!

[Resenha] Eve & Adam.


Título original: Eve & Adam
Autor (a): Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
ISBN: 9788581634432

Sinopse: Filha única da poderosa e fria   geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina. Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida! Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.

"– Bem, tanta perfeição não é para mim.– Sério? – Ele não acredita. Olha para Adam de novo. – Sei lá, Eve. O cara é incrível.– Estou à procura de algo bem menos incrível."

Evening Spiker se distraiu e acabou sofrendo um acidente. Ela chegou ao hospital inconsciente e muito machucada, sua perna foi praticamente arrancada do lugar. Pouco tempo depois de chegar ao hospital, Terra Spiker, sua mãe e uma famosa geneticista, exigiu a mudança de Eve para a clínica onde trabalha e é dona.

Ao chegaram lá, Eve é prontamente atendida, e quando acordar está com apenas algumas dores no corpo. Impossibilitada de fazer qualquer coisa, ela é obrigada a ficar de cama, repousando. Tendo como companhia, além dos médicos e funcionários da sua mãe, o Solo. Um garoto bonito que ela ainda não descobriu o que ele faz ali.

Apenas alguns dias se passaram, e a perna de Eve está parecendo nova, não há sinais de que algo ruim pudesse ter acontecido. E é a partir daí que ela consegue ter um vislumbre do que a sua mãe realmente faz.

Terra vendo que não há muito o que Eve possa fazer durante um tempo, decidi incluí-la no Projeto 88715, que basicamente consiste em criar uma pessoa baseado naquilo que gostamos, mesmo não tendo terminado o Ensino Médio ainda, Eve é muito boa com biologia e é uma área que deseja explorar mais, por isso aceita a proposta na hora.

"Solo olha para mim. Ele tem olhos lindos. O mesmo azul de arrasar corações que os de Adam. Mas há algo nos olhos de Solo que não consigo encontrar nos de Adam."

Assim que eu comprei esse livro, eu estava super empolgada para ler, só que aí li uma resenha super negativa, e fiquei com medo de não gostar também. Péssimo erro! Não é porque alguém não gostou que outra não possa gostar também, afinal cada um tem uma opinião diferente. Acabei adiando uma leitura maravilhosa.

Apesar de a sinopse e a frase que há na capa darem a entender que o livro irá retratar "o namorado perfeito", a história contida nesse livro vai muito além, e acredito que é por isso que muita gente acaba não gostando desse livro. Enfim, o livro terá uma abordagem muito legal sobre genética, coisa rara de se ver num livro e ainda mais retratado de uma forma tão fácil de se entender.

O tópico que mais me chamou a atenção foi toda a questão de criar alguém que seria considerado perfeito. Eve criou o Adam segundo suas preferências, mas conforme foi convivendo com ele, percebeu que de perfeito ele não tinha nada, muito pelo contrário, sua perfeição criava um distanciamento entre eles. Outra coisa que me agradou super foi o relacionamento entre a Eve e o Solo foi algo muito fofinho de se acompanhar, pois foi algo que foi acontecendo desde do primeiro momento em que se viram. Foi algo que foi sendo construído dia após dia, e a cada novo obstáculo ia se fortalecendo.

Esse livro me prendeu de uma forma absurda. Eu não conseguia parar de ler. A cada nova revelação, eu me empolgava mais e mais, gostei tanto que o li em um dia, de tão bom que achei. Os capítulos curtinhos intercalados com uma escrita muito fluída, e na qual não sabemos distinguir se é o Michael ou a Katherine que está escrevendo, de tanto que eles se encaixam e se conectam de uma forma muito incrível. Se você gosta de romances fofos, de ação, de saber mais sobre biologia, esse livro é pra você. Leia e prometo que não se arrependerá! E ainda tem um final eletrizante que deixa um gostinho de quero mais.

E aí, já conhecem? Já leram? Gostaram? Comentem aqui embaixo. Beijos e até o próximo post!

4 comentários:

  1. Esse nome, o nome da mãe dela, gente, adorei!
    Gostei da tua resenha e pela capa, jurei que fosse outro tipo de história. Fiquei na vontade, quero muito!!

    beijos,
    viajenumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nao conhecia esse livro. Concordo com voce, nao é por que alguem nao gostou de um determinado livro, que isso significa que ele é ruim, ou vise e versa. Adoro a forma como voce escreve, bem clara, simples e sincera. Parabens pela resenha. Adorei! Bjosss!!!
    http://livrosdalilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já ouvi falar desse livro antes, vi umas fotos e tal, mas nunca pesquisei sobre ele. A capa engana bastante, eu nunca diria que ele abordaria o assunto que aborda se analisasse. Gostei de como você abordou o livro, me deixou curiosa e parece ser algo bem interessante

    ResponderExcluir
  4. Eu ouço muito falar desse livro, mas não tinha lido até então nenhuma resenha que me fizesse correr para lê-lo (e a sua me deixou beem curiosa rs)! Eu AMO biologia e genética, acho super interessante, e o fato de abordar a perfeição em relações é bem bacana. Afinal, tem muita gente que acha que um bom namorado é de um jeito x ou que pensa de uma forma y, e isso é limitar o par ideal. Eu amei os nomes bem diferentes, que mostra originalidade por parte da autora e os aspectos que você apontou. Muito interessante! Parabéns pela resenha!

    Beijos, Carol
    Blog com V

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo