Curta e fique por dentro!

[Resenha] Replay.


Título original: Si c'était à refaire
Autor (a): Marc Levy
Editora: Suma de Letras
Ano: 2013
ISBN: 9788581051697

Sinopse: Tudo que Andrew Stilman queria era uma segunda chance. Após partir o coração da mulher que amava, seu maior desejo era voltar no tempo e consertar os erros, mas isso é impossível ou, ao menos, era o que ele pensava. Na manhã do dia 9 de julho de 2012, durante sua caminhada matinal às margens do Rio Hudson, o prestigioso repórter Andrew Stilman é violentamente atacado, sem conseguir ver o criminoso. Após sua morte, o inesperado acontece. O jornalista não vê uma luz no fim do túnel, nem muito menos abre os olhos no céu, mas acorda dois meses antes de seu assassinato. Quando acorda, Andrew está de volta ao dia 9 de maio do mesmo ano. Ele vai reviver os dois próximos meses atento a qualquer detalhe que possa ajudá-lo a descobrir quem o agrediu ou melhor, irá agredi-lo dois meses depois. Do coração de Nova York até as ruas de Buenos Aires, Andrew vive uma aventura repleta de reviravoltas, enquanto tenta salvar a própria pele e não decepcionar seu grande amor mais uma vez. O protagonista de Replay, best-seller de Marc Levy, além de consertar os erros  que cometeu, terá de correr contra o tempo para tentar evitar sua morte e encontrar seus possíveis assassinos. 

"Você vai me dizer que a gente não manda no nosso coração, mas você também tem uma cabeça, então, use-a."

Andrew Stilman tem 38 anos e é jornalista do New York Times. Começou na sessão de defuntos e a partir daí foi calgando espaço no mais famoso jornal da cidade. Andrew veio de uma cidade pequena, chamada PoughKeepie. Seus pais estão mortos. E a única pessoa que é realmente seu amigo, é o Simon. Andrew tinha o hábito de ir a bares e encher a cara, só que ao melhorar sua posição no jornal, largou esse hábito e raramente os frequentava.

Saindo de um bar, esbarrou em Valerie Ramsay, sua ex-namorada, que o abandonou sem dar nenhuma explicação, assim que foi aprovada na universidade. Atualmente, ela trabalha como veterinária da polícia, e Andrew descobriu isso após chama-lá para comerem algo - e assim eliminarem um pouco do álcool do organismo de ambos. Durante a conversa, Andrew notou que a conversa entre eles fluiu normalmente, como antigamente. Quando ela revela que está namorando, é como se um balde de água fria tivesse sido jogado na cabeça dele.

Quinze dias após o segundo jantar deles, Valerie entra em contato com ele e pede que ele vá ao seu encontro. E, naquela noite, enfrente ao Pick Me Up, eles descobriram que ambos estavam apaixonados um pelo outro. Valerie terminou seu relacionamento antes de se envolver com o Andrew, e por assim seguiram. Até que quase um ano depois, Andrew pede Valerie em casamento. E ela exige apenas uma condição, que é: em hipótese alguma trai-lá, se não estiver se sentindo bem, fale, termine, mas que não haja traição.

E era um coisa fácil de se prometer, mas daí ele se apaixonou por uma mulher num bar faltando alguns dias para o seu casamento, e Simon lhe alerta de que isso é bobagem, algo passageiro. Ele se casa, e na hora de consumar o fato, ele não consegue ir muito além e acaba contando a verdade a Valerie, que fica arrasada e o expulsa de seu apartamento.

Ele passa dias em busca da misteriosa mulher do bar, mas nunca mais a encontrou. E quando (finalmente) sua obsessão passou, ele percebeu o erro que cometeu e promete que fará de tudo para recuperar seu casamento. Contudo, o "atacam" antes que ele tenha tempo para isso. E ele sabe, da mesma forma como o céu é azul, de que morrerá ali. Só que daí ele "retorna" e percebe que está há quase dois meses antes de terem tentado assassina-lo e precisará descobrir quem foi e o porquê, e rezar para dessa fez fazer tudo diferente.

"A vida não é como um desses aparelhos modernos em que basta apertar um botão para passar de novo a parte que quiser. Não é possível voltar atrás, e alguns dos nossos atos têm consequências irreparáveis."

Eu já tinha lido outro livro do Marc Levy, por isso quando soube que haveria um casamento, acreditei que a estória iria se passar em torno disso, já que o outro livros que li dele era de romance. Nunca na minha vida estaria preparada para as reviravoltas que há neste livro. O autor irá nos mostrar que ainda que tivéssemos a oportunidade de fazer diferente - uma segunda chance - não o fariamos. 

Do momento em que o Andrew "ressuscitar" até um pouco antes do fim, tudo é confuso. Pois sabemos que ele foi atacado, e até temos um vislumbre do que o assassino(a) pensava sobre ele, mas não foi em momento algum revelado a identidade do agressor, e eu ficava me perguntando o que levaria essa pessoa a matá-lo, muitas hipóteses surgiram na minha mente. Poderia ser Valerie por conta da "traição" ou até mesmo seu colega de trabalho, afinal ambos não se gostavam e viviam competindo, ou poderia até mesmo ser um dos prejudicados pela matéria que foi publicado por Andrew e que lhe deu tanto destaque. Enfim, as possibilidades eram muitas, e eu me pegava constantemente analisando cada uma das pessoas que apareciam no decorrer da estória.

Quando finalmente cheguei ao fim, depois de apontar todos como suspeitos haha, a revelação me deixou estatelada, juro! Apesar de o (a) culpado (a) ter aparecido em vários momentos do livro, ele (a) nunca realmente "apareceu". É um pouco confuso de explicar, mas quando vocês lerem perceberam que na verdade não é. Eu fiquei chocada e mesmo dias depois de já ter terminado, eu ficava voltando e repetindo tudo na minha mente. O autor superou todas as minhas expectativas.

Espero que vocês tenham a oportunidade de ler esse livro, principalmente os fãs de suspense/mistério, pois o que verão aqui, lhes deixará pensando durante muitos dias depois da leitura concluída. Mas, o livro não só há suspense, não, há também a questão de como nos relacionamos com os colegas de trabalho, muitas vezes os enxergamos como adversários quando na verdade ambos poderiam se ajudar e crescer, como nossos relacionamentos amorosos muitas vezes dado como certo pode ocorrer algo que abale essas certezas, de como é importante cultivar e amar os amigos. Em suma, uma leitura incrível!

E aí, já leram? Gostaram? Ficaram curiosos (as)? Beijos e até o próximo post.

19 comentários:

  1. Oi Thay, li apenas um livro do autor e fiquei apaixonada pela escrita e pela história, então acho que qualquer outro livro dele funcionará pra mim. Esse aqui já está na minha lista de desejos. Estou curiosa com o suspense e com essa parte reflexiva que você mencionou e espero poder conferir em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Thay, tudo bem?
    Já li outro livro do autor e gostei bastante do modo como ele desenvolve a trama. Espero que esse seja semelhante, pelo menos o texto. Já conhecia essa trama, apesar de não ter tanta curiosidade em lê-lo. De qualquer maneira, gostei muito do que você falou, e agora fiquei instigada com esse enredo.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Oiie tudo bem?

    Eu não li nada do autor e confesso que gostei muito desses suspense. Sabe, eu não sou muito de ler esse gÊnero, mas quando me aparece um vale a pena deixa-se ler. Fiquei curiosa em saber quem foi o culpado e se ele ira conseguir não morrer kkkk É bom saber também que tem uma parte reflexiva, isso deixa a obra melhor ainda.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, eita! fiquei um pouco confusa no começo da resenha e acho que o livro me confundiria nas primeiras páginas também. Mas o enredo me agradou bastante e fiquei curiosa para saber o que vai ser essa história toda no final das contas. Pelo que vi na resenha, é um livro que pode me agradar bastante

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Achei a premissa meio confusa, mas a sua resenha esclareceu muitos pontos.
    Espero ter a oportunidade de ler, afinal livros com suspense e um bom mistério me atraem bastante. Acho a capa desse livro perfeita.
    Dica anotada.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Já li dois livros do Marc e foram aventuras deixando o romance em segundo plano. Tenho vontade de ler outras obras dele e acho que esse é uma boa pedida já que tem um mistério no ar e esse toque sobrenatural. Gente como assim o assassino aparece, mas não aprece. kkkk #Curiosaaa

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Ainda não li nada do autor, mas tenho muita curiosidade de ler esse livro.
    Essa questão de o autor falar de segundas chances, mas sem que mudemos de verdade é bastante verdadeira. Muitas pessoas falam que gostariam de ter uma chance de fazer diferente, mas acho que não fariam.
    Gostei de o culpado ter te surpreendido e de o livro ter gerado essa confusão.
    Fiquei ansiosa para ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oie, eu gosto desse autor, até porque ele escreveu o Livro E se fosse verdade, gostei muito dele e o filme é um dos meus preferidos de sempre. Também li o Encontrar você, continuação do E se fosse verdade e agora esse livro que você nos trouxe me deixou muito interessada. Gosto de histórias que se passam com jornalistas, e eu precisarei ler para confirmar minhas suspeitas, mas quando você diz que o assassino(a) é alguém que apareceu durante todo o livro e ao mesmo tempo não apareceu, acho que eu consegui matar a charada. Mesmo assim fiquei interessada em ver como ele tentará concertar tudo e seus aprendizados. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Cheguei a ler um livro do autor uma vez, mas como não curti muito, desisti de ler os livros dele, mesmo que pareçam ser interessantes. Não tenho coragem de arriscar, sabe? Não sou fã de suspense e mistério, então é mais um motivo que me impede de querer ler o livro *-* Mas fico feliz que você tenha gostado :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, sabe que eu nunca li nada do autor mas sempre me falaram muito bem dele e das obras. Eu sou uma fã de mistério e suspense, então não é novidade que eu já me interessei por esse livro, ainda mais que ele parece ter uma trama muito boa. Já estou querendo muito ele!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/04/luz-camera-e-acao-17.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, mas como adoro um suspense eu fiquei bem interessada, ainda mais pelos elogios na resenha. Que bom que recomenda, espero ler futuramente. Bela resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá *--*

    Nunca li nada da autora e só vejo elogios sobre a obra. Não dava muita coisa pelo livro olhando só a capa e vendo sua resenha vejo que o livro é muito bom ao ponto de fazer vc analisa-lo por dias, ele pare ser daqueles que da aquela mega ressaca literaria e poucos superam.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. OLá!

    Já vi algum livro do Marc Levy no Submarino ou na Amazon, mas não me lembro qual. Replay me chamou atenção pela capa, que é demais e também pela trama, parece aqueles livros que você devorá em um dia, estou certo? Ótima resenha!

    Abraços, Heitor Botti
    shakedepalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Nunca havia ouvido falar nesse livro, mas amei a premissa dele. Amo suspense, mistério e quando você que o leitor irá ficar pensando nos acontecimentos do livro, aí pronto, aguçou de vez minha curiosidade. Adoro histórias que dias depois de lê-las ainda sinto o gosto. Amei a dica.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  15. Olá.

    Eu nunca ouvi falar desse livro, muito menos do autor, mas gostei muito da premissa da trama, visto que eu AMO suspense e mistério. Além disso, fico feliz que o livro tenha superado suas expectativas e espero lê-lo em breve.
    Gostei bastante da sua resenha.
    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não achei extremamente interessante a ponto de me fazer a ler,mas pra quem gosta desse tipo de leitura,vc escreve super bem adorei a resenha adorei.

    bjo bjo
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  17. Oi, Thayenne! Eu não sabia do que se tratava esse livro, assim como você achava que era voltado apenas para o romance. Legal saber que há muitas doses de aventura e mistério. Agora, estou aqui roendo as unhas de curiosidade pra saber quem é o assassino hahaha Achei a premissa super interessante e pretendo dar uma chance. Espero gostar e ser surpreendida, assim como você. Beijos e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  18. Acho que seria bom demais se tivéssemos a chance de um replay na vida da gente. Uma segunda chance, em algumas situações, não seria nada mau. Gostei muito da premissa do livro, eu adoro livros de mistério. Como é bom quando lemos um livro que supera as nossas expectativas, né? Parece que essa obra é do tipo que prende o leitor mesmo depois de ter acabado. Já está na minha lista!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Nunca li nada desse autor e também não tenho muito interesse, mas fiquei bem curiosa por ter essa pegada de suspense e mistério. Não sei se leria, mas quem sabe...

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo