Curta e fique por dentro!

[Resenha] Sonhos com deuses e monstros.


Título original: Dreams of Gods and Monsters
Autor (a): Laini Taylor
Editora: Intrínseca 
Ano: 2015
ISBN: 9788580576375

Sinopse: Dois mundos se equilibram na iminência de uma terrível guerra. Na Terra, os humanos recebem com êxtase os anjos e seu imperador, que pretendem angariar armas para um combate maligno. Jael nem desconfia de que, em Eretz, quimeras e Ilegítimos ensaiam unir forças na tentativa de alcançar a paz. Karou assumiu o controle da rebelião quimera e, ao menos na batalha contra o inimigo em comum, está, finalmente, ao lado de Akiva. É uma versão distorcida do tão antigo sonho dos dois, uma esperança de futuro para seus povos. E, talvez, para o amor que eles sentem renascer.

"Ele estava olhando para ela. E, por maior que fosse a distância a separá-los, por mais coisas que se colocassem entre eles — quimeras, serafins, todos os vivos, todos os vivos —, aquele olhar parecia um toque. Como raios de sol."

Jael junto com seu novo exército, chegou ao mundo dos humanos, através de um portal que Razgut lhe mostrou. Seu plano é acabar com a raça humana e depois com os Quimeras, ou com ambos juntos já que ele sabe que Karou se considera em parte humana, e que ela tem amigos humanos, a Zusana e o Mik.

Depois de Akiva e Liraz terem ido ao cásbaz avisar a Karou da invasão, Thiago em sua nova condição aceita uma trégua entre as espécies, para que juntos eles possam combater Jael, já que são minoria. A princípio há muitos conflitos entre as espécies, mas eles terão que aprender a superar isso se quiserem continuar vivos.

Thiago e Karou treinam em segredo, como o Lobo Branco deve agir perante seu antigo círculo de amigos, para que ninguém descubra a verdade, é por essa razão que poucas pessoas sabem a verdade sobre a condição de Thiago. Akiva por não saber, acha que o Lobo Branco só aceitou a trégua, porque conseguiu o que tanto desejava, ter Karou como sua, e isso acaba ruminando suas esperanças de que um dia eles ficariam juntos.

Karou acreditava ser impossível perdoar o Akiva, ou ao menos era o que pensava, mas com essa nova aproximidade e com coisas sobre o Akiva sendo reveladas, ela fica balançada e não sabe como fazer para o relacionamento voltar a ser como antes.

Com muito sufoco e preucações, por parte dos líderes, no caso Thiago pelas Quimeras e Akiva pelos Anjos, eles conseguem ter pelo menos harmonia, e começam a planejar como serão os ataques, de forma que as baixas por parte deles sejam poucas e sem envolverem os humanos ou suas armas.

"mas era a felicidade dele que a comovia, de forma tão intensa que Escarabeu a experimentou não só com os olhos, mas também com o coração."

Por ser um livro com muitas páginas, eu achei que demoraria muito para finaliza-lo, mas tive uma baita surpresa, pois o livro conseguiu ser mais dinâmico que os anteriores. Confesso que esse livro não foi o meu favorito da trilogia, a autora poderia ter distribuido melhor o que seria revelado em cada livro, pois houve muita informação nesse, o que deixava alguns capítulos pesados.

O que mais gostei foi o relacionamento entre Quimeras e Anjos, pois foram criados a odiarem uns aos outros, e terão que conviver juntos, tem muitas oartes tensas, pois não é fácil conviver com alguém que você foi ensinado a odiar, mas a autora conseguiu passar uma mensagem muito boa sobre isso. Ou seja, não julgue uma pessoa por ter uma ideia preconcebida sobre ela.

Os personagens secundários também tiveram uma participação maior, e os personagens que apareceram só nesse livro conseguiram se apresentados de foram que o leitor não ficasse perdido. O destaque para esse livro vai para Zusaba e Mik, que sempre que apareciam deixavam a estória super engraçada! Eu dei boas risadas com eles, e sentirei falta deles :(

Uma leitura incrível! Que em muitas cenas me tirou o fôlego, e me deixou com aquela sensação de suspenso até que outra cena surgisse. Gostei muito da estória, achei o final meio apressado, mas como disse lá em cima, acredito que isso se deu pela quantidade de informações novas que Sonhos com Deuses e Monstros recebeu. Porém, nem mesmo isso tirou a sensação boa que tive ao ler esse livro. 

E aí, gostaram? Ficaram curiosos? Deixe aqui embaixo seu comentário, adoraria saber :)

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo