Curta e fique por dentro!

Resenha #105: Lembra de mim?


Título original: Remember Me?
Autor (a): Sophie Kinsella
Editora: Galera Record
Ano: 2009
ISBN: 9788501081674

Sinopse: Lexi desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.

"- Eu gosto profundamente de você. Você deve saber disso. - Há uma dor genuína nos olhos dele, e sinto uma pontada de culpa. Mas não podemos ficar com uma pessoa por culpa."

Alexia (ou Lexi) Smart acorda após passar cinco dias internada, ela não se recorda de nada dos últimos três anos, suas últimas memórias são do ano de 2004. Na ocasião, ela tinha ido a uma boate com suas melhores amigas, e na saída acabou sendo atropelada, essa é sua última lembrança, Lexi não consegue nem mesmo lembrar do enterro de seu pai.

A Lexi de 2007 é alguém que ela desconhece. Se tornou uma direto e empregada prodígio da empresa em que sempre trabalhou, passou a usar roupas, sapatos, acessórios e maquiagens de grifes, aprendeu a dirigir e a andar se salto alto, estar mais magra - devido a horas dedicas na academia e a uma alimentação regrada -, seu cabelo está perfeito, seus dentes que antigamente lhe renderam o apelido de "dentes tortos", estão alinhados e branquíssimos. Atualmente, reside numa mansão, e é casada com Eric, um milionário belissimo, enfim uma versão 2.0 de si mesma.

Assim que acorda, existe uma certa cobrança por parte das pessoas que lhes rodeia. Seu marido quer que ela se lembre dele, seu chefe quer que ela recorde da pauta de uma reunião importantíssima, e sua mãe acha que tudo não passa de um incoveniente. A medida que Lexi vai descobrindo mais sobre sua "nova" vida, percebe que perdeu muitas coisas para chegar onde chegou, e é como se a vida estivesse dando uma nova oportunidade para ela repensar se as perdas versus os ganhos valem realmente a pena.

Aparentemente, Lexi tem uma vida perfeita, mas descobrirá que nem tudo o que reluz é ouro. Ela não consegue compreender como se tornou amiga do seu atual círculo de amigos, já que não há nada em comum entre eles, além é claro do dinheiro, não sabe o que aconteceu para que perdesse a amizade dos antigos, de quem sente tanta falta. Sua irmã mais nova que sempre foi um doce de pessoa, se revelará uma adolescente problemática. Seu marido "perfeito", não é tão perfeito quanto aparenta e ela não consegue se sentir confortável. A única coisa que continuou a mesma foi a capacidade da mãe rm irrita-lá. E como se não fosse o bastante, ela descobrirá que tem um caso com o arquiteto e sócio do seu marido, o John.

"O problema de dar explicações a si mesma é que, bem no fundo, você sabe que é tudo mentira."

A leitura para mim foi muito rápida, o que ajudou nisso foi o fato de a Sophie ter intercalado o drama com a comédia. Tanto fazia a Lexi estar a ponto de enlouquecer, por não saber que rumo sua vida tomou, como ela estar rindo, por descobrir alguma coisa que na sua vida antiga "mataria" para ter. 

Eu gostei muito da proposta do livro, essa segunda chance que a Lexi teve serviu para clarear minha mente, pois nem sempre que conseguimos alcançar um desejo, isso fará com que sejamos automaticamente feliz. Pois muita coisa pode acontecer nesse meio tempo, e foi isso que a autora frizou em certos momentos.

A Lexi sempre desejou ter uma vida glamourosa, recheadas de luxo e muita riqueza, mas quando finalmente chegou lá, sentiu que se perdeu, que perdeu seu verdadeiro eu, suas convicções. E às vezes, nem todo dinheiro do mundo conserta isso.

Além de abordar isso, a autora abordou o fato de que muitas vezes nos prendemos ao passado, e usou a mãe da Lexi para ilustrar isso. Outro exemplo é a irmã da Lexi, que por ter ficado sabendo da índole do pai, e não ter quem lhe indicasse um caminho a seguir, acabou se tornando alguém desagradável. São coisas que acontecem no nosso dia-a-dia, mas que não paramos muito para notar, e que se fosse diferente fatia uma grande diferença.
Os personagens principais, ou seja aqueles que são nos apresentandos e aparecem com uma maior frequência, cada um a seu modo nos acrescentará algo. Alguns são cativantes, e acabamos torcendo para que eles se deem bem, já outros são insuportáveis haha, mas que mesmo assim ficamos curiosos sobre o que acontecerá em suas vidas.

Eu gostei muito do livro, e além das risadas fáceis, me ensinou muitas coisas. E por ter sido meu primeiro contato com a escrita da Sophie, fiquei ainda mais curiosa para ler outros livros dela. E por isso, eu indico a leitura para aqueles que gostam de lições de vida, de chick-lits, de livros fluidos e de uma história de amor diferente.

E aí, já leram? Gostaram? Ficaram curiosos? Deixe seu comentário aqui embaixo, adoraria saber sua opinião. Beijos e até o próximo post!

22 comentários:

  1. Oiiii Thayenee

    Já sei qual será uma das minhas próximas leituras. Quero ler um livro leve, romântico e sem dramalhão, algo que me faça e rir e relaxar. Pela sua resenha, já achei um candidato forte...rrsrs

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. Oi Thayenne
    Os livros dessa autora são sempre muito leves, divertidos e românticos. Ainda não li esse livro que você resenhou, mas imagino que deve ser ótimo também. Com certeza, espero poder ler para tirar minhas próprias impressões. Obrigada pela dica.
    Beijos, Fernanda.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu já conhecia o livro, mas ainda não li... A história parece ser muito fofa e envolvente, sem contar que pelo que você comentou traz lições muito importantes para todos. Fiquei bem curiosa, até porque já conheço e gosto bastante do estilo da narrativa dessa autora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi! Tudo bem?

    Sempre ouço falarem bem da autora, mas nunca li nada dela. Bem bacana esse mix de drama e comédia. Pelo jeito a autora conseguiu passar uma bela lição de moral e divertir e emocionar o leitor ao mesmo tempo. Vou procurar para ler, com certeza =)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  5. Lembro quando comecei a ler me envolvi muito rápido, mais com o decorrer do tempo acabei abandonando a leitura, na parte final da resenha li algo que me chamou mais atenção ainda, já que eu não sabia esse motivos que a autora aborda

    ResponderExcluir
  6. Oi Thayenne,tudo bem?
    Sou super fã da Sophie,mas esse é um dos muitos livros dela que ainda não pude ler.Apesar disso já conheço a história de tantas resenhas que li,todas positivas,assim como a sua.Espero lê-lo em breve´e gostar tanto da leitura quanto você.
    Bjs!

    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros que misturam drama com uma boa comédia e esse deve ser maravilhoso. Os aprendizados que o livro nos trazem parecem ser essências, é sempre bom ler um livro que nos fazem refletir. Fiquei curiosa para ler o livro agora que li a resenha, certamente vou gostar bastante também!
    Beijos.
    http://virandoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. OI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Engraçado, estou numa fase muito seletiva e chata em relação a literatura, mas esse livro me atraiu. Talvez por abordar um assunto tão comum para nós, que queremos alcançar o impossível, almejar desejos materiais e realizações pessoais. A lexi me pareceu um retrato de nós mulheres, que nunca estamos satisfeitas com nada e não valorizamos o que temos, sentimentos e pessoas que nos rodeiam, e se não fosse reflexões diárias ou mesmo a lógica de amar quem nos ama, poderíamos vivenciar esse mundo que tanto almejamos. Afinal, ter um ótimo emprego, dentes alinhados, corpo escultura, marido rico e bonito e ou não o sonho de qualquer mortal? O fato do humor se fazer presente dentro dessa seriedade é um ponto esclarecedor de como a autora usa artifícios em seu favor. Com certeza esse é um livro que desperta meu interesse. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oiii, tudo bem?
    Eu nunca havia visto algo sobre este livro e fiquei louquinha quando vi que havia a resenha dele. Gostei principalmente de ser uma leitura rápida, não consigo gostar de livros que enrolam muito. E em relação da autora passar essa mensagem e tudo mais como falou. Só aumentou minha vontade de ler.
    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Queridona, eu amo a Sophie Kinsella!!! Programei para este ano uma maratona de releituras e pretendo incluir este livro porque li a muito tempo e só de ler sua resenha, morri de saudade da Lexi e das atrapalhadas!!! Amei saber que você gostou também. Leia mais Kinsella, principalmente se quiser se rasgar de rir!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá

    Adoro os livros da Kinsella, sempre é sinônimo de risadas fáceis. Esse é um dos únicos livros que não li da autora ainda justamente por ver resenhas negativas dizendo ser o pior entre eles. Te recomento muito Fiquei com Seu numero, se vc gostou desse, vai adorar ele.


    Everton Equipe Rillismo
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, acredita que eu nunca li nada da autora? mas morro de vontade de conhecer seus livros e sua escrita, fico feliz em ver que você gostou desse livro, acho que seria uma boa eu começar por ele. Parece ser o tipo de chick-lit que nos arranca muitas risadas e nos faz suspirar. Parabéns pela resenha!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-ilha-das-sete-luas.html

    ResponderExcluir
  13. Oie.
    Não conhecia o livro. Sabe nunca li nada da autora e nem acredito nisso, pois ela é muito elogiada entre os leitores.
    Adorei a premissa e concordo que infelizmente as vezes nos prendemos em algumas coisas do passado e achei interessante a autora ter abordado isso de uma maneira legal. A autora tem esse dom de deixar tudo que escreve mais leve por conta das pitadas generosas de comédias em seus livros e isso me agrada muito, eu espero poder ler o livro em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Thayenne!
    Eu estou - ainda - muito curioso para ler algo da Sophie Kinsella, a autora parece ter uma escrita sensacional e envolvente, além do melhor, o senso de humor imenso. Lembra de mim? é um livro que sempre vejo, leio, ouço comentários muito bons. Lexi é uma personagem que me interessa bastante, deve ser ótimo ler algo relacionado a amnésia, e achei isto uma ótima oportunidade para apreciar a obra da Sophie. Quero!
    Ouço muitos elogios à escrita e criatividade da autora. O mais interessante, nesse enredo, é o fato de os conflitos da personagem, bem como ela própria, serem tão verídicas e reais. Poderíamos ser qualquer um de nós em sua pele, com o casamento imperfeito ou o emprego que sufoca, e termos a chance de recomeçar então. A capa não é das mais atraentes, mas acredito que o conteúdo da obra seja o diferencial do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oie!
    Confesso que não tenho boas experiências com a leitura dos livros da autora. Já tentei algumas vezes, mas nenhum dos livros me envolveu realmente. Eu ainda não li esse livro, e pode ser que eu ainda acabe gostando. Mas vou deixar para outra hora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  16. Olá! eu já tinha ouvido falar, mas ainda não li. Achei muito bacana a proposta e me parece ser mesmo destes livros que nos levam à uma boa reflexão. Só pra registrar, adorei sua resenha. Está muito bem escrita. Me cativou.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Oi Thay,
    Achei a proposta do livro bem interessante e ela me lembrou um pouco do filme de repente 30 e também de Uma Curva no tempo. o que parece a pegada desses é vagamente diferente, mas a lição que eles visam passar é a mesma que você citou na sua resenha. As vezes aquilo que a gente sempre quis, não era o que a gente precisava e as vezes o custo pra alcançar isso é alto demais.
    Geralmente eu não me animo pelos livros dessa autora, mas esse me fez ficar curiosa. beijos

    ResponderExcluir
  18. São muito gostosos esses livros que misturam drama com comédia. Esse particularmente, parece ser uma leitura muito agradável. Eu ainda não li nada dessa autora, mas a sua resenha me deixou com vontade de começar por esse livro. Embora a minha lista esteja imensa, acrescentarei a ela esse livro.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. "E por isso, eu indico a leitura para aqueles que gostam de lições de vida, de chick-lits, de livros fluidos e de uma história de amor diferente." Fiquei muito curioso!! :)

    Como é possivel...? Esquecer-se de tudo a partir de certa data e, ainda para mais, uma fase da vida dela em que era ou Lexi diferente!! :) E quão diferente!

    Adorei a premissa!! :) E amo livros fluidos e ainda bem que gostou da escrita... E aliando o "drama" à comédia!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Adorei os ingredientes desse livro, ando precisando de leituras leves e que me façam rir, gosto muito de chick-list e adorei a resenha! Com certeza irei ler o mais breve possivel, ainda não conheço nada da autora!
    Parabens pela resenha!!

    ResponderExcluir
  21. Olá!

    Eu nunca li nada da autora, e tenho muito vontade. Esse livro em especial, me chama a atenção justamente por essa segunda chance que a protagonista tem de pensar sobre suas prioridade. O que em certo momentos nós podemos considerar o importante para ser feliz, pode mudar quando visto por outro ângulo! Achei a trama muito boa.

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo