Curta e fique por dentro!

Resenha #104: O Colecionador de Tatuagens.


Autor (a): Carmem Aparecida Gomes
Editora: Chiado
Ano: 2015
ISBN: 9789895154234
*Livro cedido em parceria com a editora*

Sinopse: Paulo Henrique, ou PH, desde criança foi maltratado e agredido pelo o meio em que cresceu. A família e a sociedade transformaram o belo rapaz em um ser humano perigoso. PH, o homem belo e bem-sucedido, resolveu devolver para a sociedade o que ela lhe proporcionou na sua infância e juventude. Assim, fazendo uso de seu conhecimento de enfermeiro, dá início a sua sinistra coleção de tatuagens. O que os visitantes de PH achavam ser um belo e encantador jardim arquitetado por ele, na verdade era onde ele ocultava os corpos de suas namoradas.

Constantemente, Paulo Henrique presenciava as agressões de seu pai a sua mãe. E no dia seguinte, ele tinha que agir como se nada houvesse acontecido, pois seus pais não sabiam que ele tinha presenciado. Até que as agressões se estenderam para ele.
Paulo nasceu em berço de ouro, dinheiro nunca foi um problema para a família Golveia, o que foi a causa de mãe e filho não terem justiça, porque sempre que ela denunciava, o pai molhava a mão do delegado, que o soltava na hora.
Além disso, por ser filho único, seu pai tinha muitas expectativas para ele. E por não ser quem seu pai desejava, era agredido verbalmente e fisicamente.

Ao chegar na adolescência, começou a engordar e a ter muitas espinhas, o que gerava muitos apelidos maldosos, por parte dos seus colegas de classe. Seu pai o chamou de maricas no meio de um jogo de futebol na escola, aumentando ainda mais as situações de bullying, e tornando a escola um ambiente ruim.

Farta de tantas agressões, a mãe de Paulo, acertou-lhe dois tiros no marido, levando-o instantaneamente a morte, só que acabou morrendo no processo. A tutela foi então delegada ao tio do garoto, o Diogo.

Ao se tornar adulto, além de ter acesso a sua gorda poupança, se tornou o sonho de qualquer mulher. Bonito, inteligente, rico, charmoso e muito sociável.
Ele acabou conhecendo Dri, uma tatuadora, por acidente, mas isso foi o bastante para que se criasse uma atração. Eles se envolvem romanticamente e tudo ia as mil maravilhas. Contudo, o Paulo presencia a traição de Dri, e fica arrasado, terminando assim com o noivado.
Anos depois, ele conhece Marla, se relaciona com ela e vivem como marido e mulher, mas sem de fato terem se casado. Porém, o Paulo não consegue esquecer a Dri, e quando descobre que ela engravidou de outro, ele fica cada vez mais triste e distante, e é quando é traído pela Marla.

E é após sua segunda traição que ele se torna um serial killer, com direito a assinatura e tudo. Quer saber mais sobre essa estória? Leia e descubra! Hahaha :)

Paulo Henrique é um personagem interessante, de tanto internizar as coisas, acabou criando, acredito eu, uma fixação, um prazer em fazer coisas ruins. Ao se tornar um assasino, ele sente que finalmente tem o controle de sua vida. E ao descobrir que pode matar e sair ileso, acaba se tornando preciso na hora de escoljer as vítimas, não gosta de deixar rastro e acaba se aperfeiçoando nisso. Em muitas partes do livro, eu ficava me perguntando como seria o Paulo Henrique se sua vida tivesse sido diferente do que era, ele ainda seria um assasino frio e calculista?

A proposta do livro é incrível! Os personagens têm características legais, e a autora tem uma narrativa fácil e fluída, mesmo ao tratar de um assunto tão sério. Na minha opinião, faltou um aprofundamento melhor em diversas questões, que se houvessem sido elaboradas e exploradas melhor com certeza valeria 5 estrelas.

No entanto, não foi uma leitura ruim, a estória conseguiu me prender, e fiquei envolvida na procura por saber mais. O livro é bem curtinho, tem só 78 páginas, e numa sentada da para finaliza-lo.
Confesso que não gostei do final, pois esperava algo diferente, algo maior, mas ainda assim valeu a pena lê-lo.

Espero que tenham gostado, beijos e até o próximo post!

20 comentários:

  1. Oi, eu achei a sinopse bem interessante e instigante e sua resenha conseguiu trazer um certo misterio acerca do livro, proporcionando uma certa curiosidade sobre ele.
    bjs
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Thayenne, eu não conhecia esse livro, mas só pela sinopse já fiquei bem intrigada. Me lembrou um filme que possui um enredo parecido e é bem assustador. Fico feliz que a leitura tenha lhe prendido, mas fiquei surpresa ao saber que a obra possui poucas páginas. Fiquei curiosa para saber se teria alguma continuação. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  3. Oi, é um livro único, sem continuação! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa, esse é bem o meu tipo de livro, quando mexe com questões internas e tals.... :)
    Quero conhecer essa leitura e esse tal de Paulo... se tem só 78 pgs, deve ser bem intenso!

    beijos

    www.amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. É triste tudo que esse menino homem teve que passar, mas me animei quando vc disse que ele dá a volta por cima, e gostei bastante do time de romance que o livro vai levar.

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Deu medinho desse livro, o protagonista parece um sádico doido o.O
    Mesmo assim fiquei curioso em saber o que acontece com ele, se acaba sendo pelo e o porque dele sentir prazer com isso.


    Everton Equipe Rillismo
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Poxa
    Jurava que com essa premissa o livro seria incrível!
    Mas até entendendo. Foram poucas páginas e acho que o autor se empolgou e não teve paciência de aos poucos desenvolver a história.
    Mas que bom que não foi um livro de todo ruim.
    Ótima resenha;
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Oiie,

    É ruim quando um autor se envolve demais na estória e no final acaba correndo não dando os nós certos nos finais rs Mas gostei da premissa, e anotei para ser solicitado a editora. É muito triste em ver o que PH teve que passar, até fiquei com pena :/

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Para mim, se o final não me convence acaba estragando o livro todo. Eu já tinha visto resenhas desse livro por aí e apesar de eu gostar muito de histórias de serial killer não fiquei assim tão interessada na História do Colecionador de Tatuagens (apesar desse título ser maravilhoso). Acho que é porque não gostei da autora ter dado um porque do personagem se tornar serial killer, eu não entendo muito de psicologia/psicanálise, mas acho que o fato da pessoa ser psicopata nem sempre está envolvido com algo super traumático. Taí, vou pesquisar sobre isso.

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  10. Mas gente, que isso? eu estava aqui pensando coitado dele traído duas vezes, mas quando vi que se tornou um assassino eu não tive mais pena dele kkk já fiquei aqui imaginando que ele faça tatuagens nas vítimas com a sua assinatura. Nossa, é um livro tão curtinho né? poderia até ser um conto! gostei do enredo e acho que justamente por ser pequeno que vocÊ sentiu falta de um aprofundamento na história, eu também fico assim, mas às vezes foi essa a intenção da autora. Fiquei muito curiosa mesmo e acho até que vou solicitar nos meus próximos pedidos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Achei a proposta do livro incrível, conforme você disse e é um livro tão curtinho que lemos em poucas horas :o
    É uma pena que faltou aprofundar um pouco em alguns pontos, isso pode fazer, no final, não gostarmos, né?
    Acho que apesar dessa ressalva, eu leria o livro, pois me interessei mesmo.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Thay, tudo bem?

    Eu não tinha me interessado muito pela história, mas quando soube que o Paulo virou um serial killer, me chamou a atenção. Mas ao saber que só tem 78 páginas, me desanimou novamente... porque acho que é uma história com acontecimentos demais para ter tão poucas páginas, e acho que assim não ficou tão bem desenvolvida, como você disse. Mas enfim, parece ser aquele tipo de livro que ficamos imaginando várias possibilidades.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  13. Oi *---*

    Não se leria o livro, sou meio medrosa kkkkk Mas assumo que a premissa parece ser bem interessante. Ainda não o conhecia e apesar do meu medo leria pela curiosidade, sua resenha me deixou curiosa. O livro possui continuação ou é único?

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oie Thay, tudo bom???

    Eu gostei muito da sua resenha, fui lendo e pensando 'opa, esse é bom!', mas dai cheguei nas suas considerações, e vi que são 78 páginas. Oi?
    não tem como escrever um livro desse gênero nesse pouco de páginas, por isso que vocÊ sentiu essa falta de aprofundamento! O que é uma pena, porque a premissa é muito boa... eu já estava add na minha lista.

    =)

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e quando o olhei imaginei que seria tipo um romance erótico, sei lá o motivo, mas veio isso na minha cabeça kkkkk Bom, eu achei interessante a ideia da autora de nos mostrar um cara que sofreu muito e decidiu se tornar alguém cruel, realmente acontece muito disso com as pessoas, né? Só é uma pena ser uma história tão curta e não tão bem construída :/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Olá, Thay. Nossa, que livro interessante, gostei bastante. Fiquei com pena do PH, mas não é só pq foi traído que deveria virar um serial killer. Fiquei curiosa a respeito da história e assim que eu tiver a oportunidade irei ler o livro!

    ResponderExcluir
  17. Olá Thayenne, ótima resenha. O livro apresenta todas as características que são atrativas para mim no gênero. Apenas fiquei receoso por causa da quantidade de páginas ser pequena, pois livros assim tem o costume de ter uma trama com desenvolvimento bastante rápido o que muitas vezes pode ajudar como também pode atrapalhar a leitura pela perda detalhes essenciais na trama e construção dos personagens durante toda a história. Confesso que fiquei preocupado de iniciar a leitura e me decepcionar. Vou dá uma chance para ele, pois quem sabe no final eu acabe gostando, uma pena você não ter gostado do final muitas vezes seja por conta desses problemas que eu mencionei anteriormente. Enfim, parabéns pela resenha rica em detalhes. Bjos <3

    http://carpediemliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?
    Bom esse não é um livro que aprecio muito o gênero, mas as vezes, gosto de quebrar meu tal preconceito literário com o tipo de livro, sua resenha está muito bem feita e confesso que estou um pouco curioso para ler esse livro, então, quem sabe num futuro breve.

    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  19. Oi! Tudo bem?

    Parece-me um livro interessante. Adoro esse gênero! Uma pena que alguns temas não tenham sido tão bem abordados assim =/ Mas em compensação, os personagens são bem construídos e a escrita é boa, né?! Dica anotada =)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  20. Oii, tudo bem?
    Eu já tinha visto o livro no site da editora, mas não tinha lido a sinopse e estou de cara com o que encontrei. Eu adoro livros de Serial Killers e achei a premissa desse diferente pois descobrimos o que levou o assassino a ser o que é. Espero ter a oportunidade de o ler.

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo