Curta e fique por dentro!

Resenha #93: A lenda do vampiro de Amsterdã.



Autor (a): Jeferson Salles
Editora: Chiado
Ano: 2013
ISBN: 9789895103645

*Livro cedido em parceria com a editora.*

Sinopse: As lendas sobre vampiros sempre fizeram o imaginário das pessoas navegar por esse mundo a ponto de querer fazer mais. A possibilidade de ser imortal faz com que o interesse nos vampiros seja admirado, ao invés de temido. Seus poderes sobrenaturais encantam e provocam o fascínio, ou mesmo a vontade de ser igual. Por muitos anos, a Historiadora Ângela Marques pesquisou as lendas existentes sobre essas criaturas da noite, os seres que ela pensava não serem reais. Aos doze anos de idade Ângela sonhou, ou pensou que sonhou, com um vampiro que lhe contara a história de sua vida, e desde desse dia passou a estudar a vida desses seres. Durante anos, Ângela tentou reencontrar o vampiro com que sonhou. Agora, ela chega a Amsterdã para concluir sua pesquisa. Mas antes que ela pudesse sequer pensar em vampiros, Ângela é atacada por um. A noite começa quando Baltazar salva a moça e a conduz para um lugar seguro repletos de vampiros. A partir daquela noite, Ângela e Baltazar se tornam amigos, e ela passa a ser uma caçadora de vampiros. Cinco anos depois, quando Ângela recebe a ordem de voltar a Amsterdã para se encontrar com o lendário vampiro, a verdadeira ameaça começa: na busca pela verdade, ela vai enfrentar Dário e Lilith, vampiros que querem matá-la para dominar o mundo e destruir o Grande Vampiro. Nessa aventura pela noite, Ângela descobrirá toda a verdade sobre o primeiro vampiro da terra, passando por batalhas entre vampiros e deuses.

"Contudo, o inevitável é sempre inevitável e não podemos fugir dele."

Ângela Marques é filha de diplomatas, e por isso estão constantemente em mudança. Nunca passam muito tempo num mesmo lugar. Quando tinha 12 anos, seus pais residiam em Amsterdã, onde ela vivenciou uma experiência fora do comum. Ângela sempre foi fascinada por vampiros, sentia uma atração inexplicável pela vitalidade e imortalidade deles.

Na noite do dia 31/10/1976, ela conheceu um vampiro, na época Ângela tinha 12 anos quando o superior dos vampiros adentrou seu quarto e lhe contou sua história. Ela ficou surpresa por ele não ter lhe matado. Mas, ele lhe assegurou de que isso não seria necessário, com isso ele se vai, mas antes avisa de que se encontraram novamente.

Ângela chegou a dizer aos seus pais o que aconteceu, mas como esperado, eles não acreditaram. Desde esse dia, o que era apenas um fascínio acabou influenciando sua vida e suas escolhas. Ela se dedicou a saber tudo sobre vampiros, fez faculdade de História e doutorado em Mitologia, tudo na intenção de saber mais sobre o vampiro que lhe cativou.

Todos os anos, uma vez no ano, o ela viaja até Amsterdã, porém nunca conseguiu se encontrar com o cara, que é dono dos seus pensamentos. Até  que numa dessas viagens, ela é atacada por um vampiro, que após tentar mordê-la fica em chamas. É então que aparece Baltazar, vampiro e subordinado do cara. Ângela descobre que o cara comquem  sempre sonhou, está em apuros, e precisará da ajuda dela. 

"Agora eu percebia que amava aquele ser, e demorei tempo demais para descobrir."

Percebam que sempre que cito o vampiro uso a palavra "cara", isso porque ele tem vários nomes. Isso se dá por conta dos anos que vive, acredito que cansado da mesmice, ou até mesmo para despitar inimigos, ele mudava seu nome de acordo com o que achasse melhor.

Eu me surpreendi bastante com a estória, estava preparada para mais do mesmo, sou apaixonada por vampiros e já li inúmeros livros sobre o assunto, por isso quando me deparei com uma estória tão bem elaborada e com elementos diferentes do usual, me empolguei bastante na leitura. 

Uma coisa que temos que prestar a atenção é aos inícios de capítulo, o autor criou um jeito - na minha opinião, muito inteligente - de explicar a origem dos vampiros, e ao mesmo tempo falar sobre como e onde a Ângela se encaixa. 
No primeiro capítulo vemos pelo ponto de vista da protagonista, mas os capítulos se alternam entre outros pontos de vistas, de personagens diferentes para uma explicação maior e mais completa da estória. Eu amei isso!

A Ângela é uma das personagens mais corajosas que conheço, ela tem um papel muito importante na estória, e não por ser a protagonista, não entrarei em detalhes aqui, porque pode ser um spoiler, mas sim, por não conhecer de fato sua origem. Ela acaba entrando no universo dos vampiros sem saber de nada, e entrando no meio de uma guerra que não é sua. Ângela é impelida a aprender todas as funções de ser uma caçadora de vampiros, sem realmente o ser, porque sua função não é matar os vampiros, e sim exterminar com os escravos e aqueles que é contra o cara.

O cara, apelido carinhoso que dei a ele hahaha, se chama Samael, mas com o decorrer dos anos mudou seu nome tantas vezes que chega a ser um pouco confuso. Ele é super misterioso e ninguém realmente o ver, com exceção de Ângela, mas todos os vampiros o sentem, mesmo que não possam localiza-lo. Ele criou todo um caminho, muitas vezes difíceis, para que sua amada pudesse ter uma vida feliz e plena, e mesmo tendo algumas atitudes ruins, eu gostei dele por ter criado algo tão elaborado e que precisou de muita energia para ver a Ângela feliz.

Eu realmente adorei a leitura. A escrita do autor é muito fluída, você nem percebe quantas páginas leu. A estória criada por ele é muito original, por isso quando for ler, esqueça todos os livros que já leu sobre o assuto e apenas aproveite a leitura, que aposto que você se encantará e se envolverá da mesma forma que eu.

Indico para os apaixonados por vampiros e sobrenatural, para quem gosta de um romance épico, para que ama ação e uma protagonista girl power.

E aí, já leram? Gostaram? Ficaram curiosos? Deixe aqui embaixo seu comentário, eu adoraria saber :)
Beijos e até o próximo post.

14 comentários:

  1. Eu fiquei mega curiosa afinal adoro histórias com vampiro. Já quero ler! Adorei a resenha e estou doida pra conhecer "o cara". Beijos!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  2. Não curto muito vampiros, na verdade, conheço pouquíssimo da mitologia vampiresca e acho que o tema não me atrai muito, mas fiquei interessada nessa coisa dele ter vários nomes. Achei original. Acho que se eu lesse, eu acabaria gostando!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não consigo mais ler histórias de vampiros desde a época de crepúsculo, quando o tema virou febre e eu sai devorando tudo que estava relacionado ao assunto. Apesar disso esse livro despertou em mim um interesse sutil, gostei de saber que a protagonista não é nenhuma mocinha indefesa e que tem papel importante na história. Talvez um dia quando voltar a ler sobre o assunto, recomece por esse.

    Bjos e
    Até mais!

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas confesso que a premissa me chamou a atenção, pois eu adoro vampiros rsrs. Eu gostei muito da sua resenha e o modo como você a desenvolveu, parece realmente que o livro não cai no clichê.

    ResponderExcluir
  5. Vampiros de longr são os seres sobre naturais que eu mais amo e exerce um grande fascínio sobre mim. Nunca vai ser demais mais um livro, mais um filme. E claro que esse me deixou bem curiosa e tem uma premissa brm diferente.
    Quero ler!
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  6. Não curto vampiros, é muito difícil uma história com esses seres me interessar. Mas confesso que fiquei um pouquinho curiosa para ler esse livro quando você disse que quando um vampiro tentou morder a Ângela ficou em chamas... realmente gostaria de saber a origem dela e porque causou isso. Só preciso descobrir se é muito sangrento, porque o sangue é o motivo de eu não curtir livros com esses seres.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia o livro mas fiquei bem curiosa, principalmente pelos elementos sobrenaturais e pelo principal: vampiros. O fato de o vampiro que tentou morder a Ângela ter ficado em chamas me deixou mais curiosa ainda. Há alguma explicação sobre isso no livro?
    Gosto muito de livros assim e esse com certeza chamou minha atenção.
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Protagonista Girl Power? Já quero ler! kkk
    A premissa do livro não me interessou, apesar de gostar de sobrenatural, porém sua resenha fez acender uma curiosidade em mim sobre esse estória e eu realmente gostaria de ter a chance de conferir esse livro, quem sabe eu goste também :D
    Ótima resenha!
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  9. É muito bom se surpreender com um livro que tem uma tema batido, mas consegue se destacar, né? Eu nunca canso de histórias de vampiros, mas é bom conhecer aquelas que fogem do mais do mesmo. Gostei da premissa, quero ler!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Parece que o foco proposto para os vampiros na história é uma coisa meio parecida com a série Buffy, o que acho bem legal. E o mistério do porquê a Ângela me deixou bem curiosa, até porque você disse que ela é totalmente girl power :3

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. É tão bom ver que o tema ainda pode ser bem elaborado e com elementos diferentes do usual, acredito que iria gostar da leitura, adoro mocinhas corajosas sem mimimi. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Acho muito legal quando nos apaixonamos pela história.
    Mas, infelizmente, esse livro não conseguiu despertar minha curiosidade, nem com essa resenha incrível.
    Não curti muito a premissa do livro, apesar de gostar do tema e acho que não gostaria da leitura.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu sou completamente apaixonada por vampiros. Já li muita coisa, e sempre que posso vou atrás de novidades. Mas, por algum motivo que não sei bem explicar, esse não me atraiu. Fiquei curiosa pelo fato da protagonista ser "girl power", mas tirando isso, nada mais me atraiu. Fico feliz que você tenha gostado da leitura, mas por enquanto, eu passo.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Eu gosto de livros com vampiros,sobrenatural,mas é difícil encontra livros bons, não conhecia esse livro,mas gostei muito da premissa, a parte dos capítulos alternando o narrador achei bacana,em livros assim geralmente só tem um narrador,gostei mesmo da premissa do livro.

    Bjss

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo