Curta e fique por dentro!

Resenha #84: Minha metade silenciosa.


Título original: Stick
Autor (a): Andrew Smith
Editora: Gutenberg
Ano: 2014
ISBN: 9788582351246


Sinopse: Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem. Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.

"Melhores amigos são pessoas para as quais podemos contar tudo sem ficar com medo de que elas nos deixem com menos do que antes."

Stark McClellan e Bosten McClellan são adolescentes que foram mal tratados durante toda a vida deles. Os pais eram cruéis, frios e distantes, exceto quando os castigava. Sempre criando regras, que acabava com um dos garotos espancado e outro sendo obrigado a presenciar.
Um dia, Bosten é colocado de castigo pela pai, mas como Stark se envolveu numa briga a mãe o colocou no quarto do castigo, que é chamado de São Fillan, lá eles ficam após apanhar, sem água ou comida e nu. O pai chegou em casa bêbado e achando ser o Bosten, tentou bulina-lo, e é a partir daí que o Stark tomou ciência do quanto seu irmão sofreu.
Bosten nunca tentou sair de casa com medo do que o pai poderia fazer ao Palito (apelido de Stark).

A mãe deles os enviam para passar o recesso de Páscoa na casa da irmã dele, a qual nenhum dos meninos nunca ouviram falar. Palito não queria ir, porque assim ficaria longe da sua melhor amiga e paixonite, Emily. E o Bosten porque seu melhor amigo, Paul, não poderia ir junto. 
Assim que chegam lá, eles percebem que finalmente podem agir como adolescente normais e aproveitam ao máximo disso, antes de terem que voltar para casa. Durante a estadia na casa da Tia Dahlia, a mãe conta que está se separando do pai deles, e que terão que morar com o pai. E só a ideia de morarem só com ele os apavora. Após retornarem da viagem, Palito e Bosten tomam caminhos diferentes, Palito passará o final do recesso na casa de Emily, enquanto que o Bosten foi para a de Paul. 

Mas, algo deu errado e a mãe de Paul acabou pegando o Bosten e o Paul juntos, eles ficavam há um bom tempo e o único a saber disso era o Palito. A mãe do Paul surta e faz o maior escândalo, e acaba delatando-o para o pai dele. O pai deles manda que o Palito vá para seu quarto e não saia de lá. Ele passa a noite em claro tentando ouvir alguma coisa. Quando, enfim, amanhece ele vai até o quarto São Fillan conferir se o Bosten está bem, mas tudo o que encontra é um quarto vazio e o pai que se recusar a falar.

"E nada do que aconteceu conosco faria sentido se eu não deixasse os verdadeiros monstros que nadavam em minha cabeça aflorarem e mostrarem seus dentes."

Fazia um tempão que este livro estava na minha wishlist e vi muitas falando coisas boas sobre a estória. Acredito que criei muitas expectativas para essa leitura, e quando o livro não se mostrou ser tudo o que eu imaginei, eu acabei não gostando tanto assim. Não é uma leitura ruim, só que se forem ler se dispam de toda e qualquer expectativa, assim a leitura será melhor aproveitada.

Eu não sei se a ideia foi do autor ou da editora, mas como o Palito tem uma deficiência, ele só ouve com um dos ouvidos, então a diagramação do livro tentou - e conseguiu - alinhar o texto do modo como o Palito ouvia. Achei isso super diferente e inovador!

Senti falta de um aprofundamento maior sobre a estória da família, o porquê de os pais deles serem tão relapsos, porque os pais se divorciaram, gostaria de também de ficar sabendo como o Bosten lidou com os abusos, ele também se envolveu com drogas e sabemos que é difícil se libertar do vício, mas o autor fez parecer que era tudo muito simples. Enfim, eu gostei da leitura, mas senti falta de um algo mais.

Então, é isso! Beijos e até o próximo post.

31 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Esse livro esta na minha lista de leitura desse ano.
    Eu li Selva de gafanhotos do autor e adorei <3

    ps: to indicando seu blog lá no meu <3


    bj
    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Uow
    Deu um aperto no coração em ler sua resenha. Já é difícil viver com os pais lhe apoiando, imagine sem apoio nenhum?
    Fiquei curiosa demais quanto ao livro, mas me decepcionado ao VC falar dos pontos que faltavam nele, alguns deles eu gostaria de saber.
    Beijos, até mais!

    ResponderExcluir
  3. Este livro está na minha estante desde 2013 e ainda não me animei a ler, embora esteja curiosa quanto ao motivo que todos elogiam. Agora, ao ler sua resenha, me deu um medinho de sofrer durante a leitura, mas eu gosto de um drama, então acho que vou apreciar!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    A estória parece ser bem interessante e envolvente, apesar de parecer ser bem triste. Que pena que o livro acabou não atendendo as suas expectativas. Mas mesmo assim gostei do enredo e gostaria de ler.

    Beijos!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa que história linda. Gostei muitooo!!! Achei a capa linda bem real a história que você nos contou na sua resenha. Fiquei com vontade de ler.
    Bjs

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha eu sinceramente já vi muitos falarem muito bem sobre esse livro
      mas eu ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura. Espero poder ler assim que tiver chance, mas por enquanto não vou ler, porque quero diminuir a minha pilha esse ano e não aumentá-la, mas mesmo assim gostei da trama. Me parece ser uma estória bastante tocante e ao mesmo tempo tensa.

      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-uma-princesa-em-meu-lugar.html

      Excluir
  6. Oi Flor
    Apesar da premissa ser bastante atrativa, desisti de ler esse livro pela quantidade de resenhas negativas que vi.
    O que chamou atenção na sua foi o fato de vocÊ salientar que faltou aprofundamento na temática familiar e conflitos. Realmente deveria ser bem tratado.
    Mesmo assim, valeu a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Esse é um livro que eu sempre tive curiosidade de conhecer, parece ser interessante. É uma pena que ele tenha te decepcionado, vou tentar lê-lo sem ter expectativas muito altas *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Fiquei bem dividida sobre ler ou não este livro.
    Eu normalmente não curto livros do gênero, mas me pareceu que a amizade entre os irmãos é algo tão bonito e a dinâmica disfuncional da família parece tão emocional. Acho que vou acabar lendo

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    As vezes o fato de criarmos muita expectativa prejudica a leitura;pois quando vemos que não é o que esperávamos desanima. Mas sua resenha mostra de uma forma clara, direta e sincera o que esperar da leitura e como é o desenrolar da história. Não conhecia o livro, mas achei a premissa interessante e me chamou atenção.

    Carla Fernanda
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ah que pena... eu odeio histórias rasas assim, me faz pensar que perdi um tempão! Espero que não tenha ficado de ressaca negativa, pq não vale a pena!
    bjss flor!
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Esse livro está na minha meta de leitura desse ano. Eu acho essa capa, esse título tão melancólicos. Eu to meio sem saber o que dizer, mas só sei que quero ler muito em breve. Só estou esperando ficar preparada para ler. :D

    ResponderExcluir
  12. OI, teve um tempo que eu também queria ler este livro e depois que li algumas resenhas deixei de querer pelo mesmo motivo que você citou. Mas legal a questão da editora ter feito algo para diferenciar a deficiência do Palito.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem ?
    Eu quase comprei esse livro na Bienal do ano passado, mas por algum motivo fui adiando e não comprei. Eu não gosto muito de saber sobre os livros, porque sempre crio expectativas ou acabo deixando de ler porque ouvi falar mal ou bem demais. Depois da sua resenha eu vi que o livro não era nada do que eu esperava e agora fiquei confusa quanto minha vontade de ler.
    Talvez se eu tiver a oportunidade de compra-lo lerei.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, já ouvi falar muito desse livro e confesso querer ler muito ele e ter altas expectativas e ao ver que o livro não é tudo isso eu meio que desanimei um pouco. A parte curiosa em mim está a um milhão porque eu quero saber o que houve com o irmão depois que ele sumiu, mas não sei se quero ler porque depois de esperar tanto eu acho que vou me decepcionar um pouco com a história. Mas uma coisa que eu com toda certeza irei procurar é a diagramação, porque não faço ideia de como é essa organização que combina com ele escutando só de um lado. Isso definitivamente me chamou atenção... E realmente se livrar das drogas não é algo fácil e acho que não fica realista quando o autor faz parecer como se fosse uma simples decisão. Vou dar um tempo e decidir o que fazer!
    Beijos
    - Bruna
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    O que faltou nesse livro foi os detalhes e esse deve ser o motivo dele não ter superado suas expectativas. Mas fiquei bem curiosa quanto ao livro e essa diagramação citada (vou procurar na internet). Não conhecia essa obra e mesmo com os comentários negativos eu tive vontade de ler e desvendar toda a história e com certeza esse é um livro digno de entrar na minba lista assim como ja esteve na sua.

    Karine || Ainda Me Livro

    ResponderExcluir
  16. Já conheço esse livro a um tempo mas nunca tive interesse em ir atrás e me informar mais sobre ele..realmente esse gênero de drama não é muito a minha praia..mas as vezes dou chances a determinados livros..mas no momento realmente eu passo essa leitura!! Quem sabe em um futuro bem distante eu não o leia?!! :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/resenha-vai-sonhando-megan-maxwell.html

    ResponderExcluir
  17. Oi! Não conhecia o livro e gostei da sinopse e resenha! Parece ser uma história bem forte e não pertence ao banal que hoje em dia todos falam. Está já adicionado à minha lista! Beijo e obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Já tentei começar esse livro e nunca pego para ler.
    E agora depois de saber os pontos que faltam,fiquei mais desanimada.
    Mas saber que ele é um drama e que você gostou,me deixaram em dúvida se devo ler ou não.
    Obrigada pela dica,vou tentar ler esse ano.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Altas expectativas estragam mesmo a leitura, tô tentando tirá-la da minha vida rsrs.
    Até me surpreendi com sua resenha, porque todos elogiam altamente esse livro.
    Mas foi muito bom conhecer os pontos que você ressaltou, e pelo que percebi ficaram questões bem importantes sem a exploração devida.
    Não sei se vou ler esse livro, mas não vou esquecer da sua dica.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  20. Oi,
    Eu adoro esse livro. Notei também uma falta de profundidade com relação a família de palito, mas durante a minha leitura, não foi tão prejudicial. A diagramação realmente é um ponto a mais. Achei uma excelente ideia.
    Bjim

    Tammy
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  21. Oi Thayenne, sua linda tudo bem
    Nossa, esse pai era muito cruel, que homem horrível, como ele faz isso com os próprios filhos? E como assim a mãe diz que vai se separar e quer abandonar os filhos? E o que aconteceu com o irmão dele? Estou com o coração apertado só de imaginar. Que pena que o livro não foi tudo o que esperava, mesmo assim, quero ler. Gostei da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Thayenne,
    Tão ruim quando criamos expectativas e elas não são supridas né?
    De qualquer mameira, acho que é o tipo de livro que gostaria de ler.
    Dramas psicológicos sempre me chamam atenção.
    Vou colocar na lista.
    Adorei conhecer mais do livro.
    bjs
    Luana Lima
    http://blogmundodetinta.blogspot.com.br/2016/01/resenha-de-tinta-zac-e-mia.html

    ResponderExcluir
  23. Oi Thay, tudo bem?

    Tenho bastante vontade de ler esse livro, pena que ele não atendeu todas as suas expectativas, é bem chato quando isso acontece. Mas é verdade, o autor podia ter desenvolvido mais a família e a forma como o Bosten lidou com os abusos. Mas acho bem genial a ideia da diagramação!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  24. Puxa, que pena que não gostou tanto assim... fui a um encontro de blogueiros uma vez em que cada um disse o melhor livro que tinha lido no ano, e um número incrível de pessoas indicou esse livro. Desde então, minhas expectativas estão nas alturas, como as suas estavam, mas agora vou reduzi-las um pouco para não acabar me decepcionando. Acho que sentiria falta desse aprofundamento maior sobre a história da família também.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  25. Oi,

    Já faz um tempo que esse livro está na minha lista de leituras. A historia me chamou bastante atenção, principalmente para ver como os dois irmãos iriam superar tudo que acontecia com eles, mas agora você me deixou com um pé atrás para ler, porque não sabia que a historia não se aprofundava muito, enfim, talvez ainda leia ele nas ferias - só de curiosidade.

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bem?

    Pela sua resenha, deu pra perceber o quanto esse livro é pesado, não? Bullyng, um pai abusivo, uma mãe fria e distante.

    Eu não leria esse livro, por se tratar dessas coisas. Eu leio pra fugir um pouco dessa realidade violenta,e esse livro provavelmente me faria chorar demais. Só de ler a resenha já fiquei meio sentida... Então passo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Eu não conhecia o livro e fiquei meio recosa de ler, porque não gosto de livros com abusos físicos e sexuais. É uma pena que o livro não tenha superado as suas expectativas. Adorei a sua resenha, mas não leria esse livro.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi
    Estava pela sinopse achando que seria um livro lindo sobre amadurecimento e amor entre irmãos, mas acho que tudo isso de não se aprofundar melhor na família, e de tornar o vício em drogas uma coisa 'simples' não vai funcionar muito bem pra mim.
    Parece realmente um bom livro, mas não leria no momento

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  29. Olá!!

    O que mais me chamou a atenção foi a diagramação que você citou! Talvez eu compre esse livro apenas para conferir!
    Eu o vi bem baratinho na Bienal de 2015, não sabia sobre o que tratava então não peguei.
    Me pareceu ser uma trama muito forte e pesada, mas sem profundidade como citou, deve ser difícil de ler...

    Bjus
    blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  30. Olá! Muito interessante sua observações sobre a história. Drogas, abuso sexual e outras violências que você citou merecem um pouco mais de atenção. Ainda não li a história, mas mesmo lendo a resenha não fiquei muito interessada. Quem sabe um dia.

    beijinhos!

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo