Curta e fique por dentro!

Resenha #79: Morte e Vida de Charlie St. Cloud.


Título original: The death and life of Charlie St. Cloud 
Autor (a): Ben Sherwood
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219183

Sinopse: Um coração dividido entre dois mundos. Em uma pacata vila de pescadores da Nova Inglaterra, Charlie St. Cloud cuida dos gramados e monumentos de um antigo cemitério onde seu irmão mais jovem, Sam, está enterrado. Após sobreviver ao acidente de carro que tirou a vida de seu irmão, Charlie recebe um dom extraordinário: ele consegue enxergar, conversar e até mesmo brincar com o espírito de Sam. É neste mundo místico que entra Tess Carroll, uma cativante mulher treinando para navegar sozinha ao redor do mundo em um veleiro. O destino faz com que seu barco seja apanhado por uma violenta tempestade, trazendo-a assim para a vida de Charlie. Sua bela e incomum ligação os leva a uma corrida contra o tempo e a uma escolha entre a vida e a morte, entre o passado e o futuro, entre apegar-se ou deixar o passado para trás e a descoberta que milagres podem acontecer se nós simplesmente abrirmos nossos corações.

"Mas, acima de tudo - ele continuou -, sinto falta daquela sensação de quando você ai dormir à noite e depois acordar pela manhã. É uma sensação de que tudo no mundo está bem. Você sabe, aquela sensação deliciosa de que você está inteiro, que você tem tudo o que quer, que não falta nada. Às vezes, quando acordo, eu sinto isso apenas por um instante. Dura alguns segundos, mas depois eu me lembro do que aconteceu, e de como nada mais é como fora antes do acidente."

Charlie St. Cloud nasceu em uma família humilde. Seu pai abandonou sua mãe assim que tomou ciência da gravidez, determinado a não deixar que isso o abalasse, ele se dedicou aos estudos e ao esporte se tornando o melhor, e por consequência garantindo uma bolsa de estudos. Quando seu irmão mais novo, o Sam, nasceu o pai dele também sumiu. Então, Charlie fez de tudo para que a vida de Sam fosse a mais agradável possível.

Era noite de jogo, quando o Charlie decidiu levar o irmão para assistir, já que ambos eram fãs do esporte. Para isso roubaram o carro da vizinha que estava de férias  e saíram sem informar a mãe onde iam. A mãe deles trabalhava a noite. 
Quando estavam voltando do jogo o Charlie se distrai e um caminhoneiro bêbado acaba batendo neles. Num momento de terror, o Charlie promete nunca abandonar o Sam. E foi isso que ele fez durante os treze anos que se passaram após o acidente.

Charlie se privou de ter uma vida, um bom emprego e uma família, optando ao invés disso a trabalhar e morar no cemitério Waterside, para que assim estivesse sempre perto do Sam. Mas, ele acabará conhecendo a Tess em uma situação totalmente inusitada e acabará criando sentimentos por ela.

O começo do livro é confuso, porque o autor narrou sobre o acidente, depois falou sobre antes do acidente, aí a narração mudou de ponto de vista, e eu nunca sabia quem era o personagem que narraria o próximo capítulo. E por isso, demorei um pouco para a leitura engrenar, lá para a  página 100 tudo começa a clarear e fazer sentido. E gostei do que o autor fez, foi diferente de tudo o que já li e eu adorei!



E aí, gostaram? Já leram? Querem ler? Deixe aqui embaixo seu comentário para eu saber o que achou. Beijos e até o próximo post.

22 comentários:

  1. Olá, achei a história do livro bem interessante mas todas essas confusões do início da leitura, provavelmente me irritariam bastante kkk não que ei deixasse o livro de lado, mas pararia a leitura por uns dias até a raiva passar kkkk

    ResponderExcluir
  2. Li este livro já tem um bom tempo e lendo a sua resenha, me deu vontade de ler novamente. Adorei o livro e a crise do personagem na duvida de seguir adiante, ou ficar. Adorei!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ola Tay lindona confesso que a premissa do livro não me chamou atenção, acredito por eu estra lendo muito romance e fantasia me perca no foca dessa história que deve ser bonita, dica anotada para ler em outro momento. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa... só deixou de ser confuso na página 100??
    Eu já tinha abandonado a leitura muito antes.
    Detesto quando os autores seguem uma linha de racionio que apenas eles parecem compreender. Eu possivelmente forçaria a leitura e esse inicio não me faria ser simpática com a trama ao término, mesmo que ela melhore me supreenda, na verdade ela teria que me surpreender e muito pra melhorar meu humor.
    Não sei se leria por conta desse inicio

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Nunca li esse livro e não lembro de ter visto resenhas.
    Gostei de saber que apesar de confuso, o livro vai clareando com o passar das páginas.
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oi!!!
    Já conhecia o livro e o filme, mas a sinopse não me despertou o interesse de conhecer ambos. Sua resenha faz um ótimo apanhando d história e mostra como é fluência da leitura. Ruim de começar confuso é que vai desanimando e acaba perdendo o gosto pelo livro.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Não li este livro, porém tenho lá minha curiosidade. GOstei de ler sua opinião, pois assim não ficarei esperando tanto e acho horrivel quando o autor nos deixa perdidos.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Já faz algum tempo desde que li esse livro, mas lembro de também achar que ele foi confuso no começo. Não gostei muito da história, por mais que ela seja bonita e etc, achei um pouco sobrenatural demais *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2015/12/o-ultimo-dos-canalhas.html

    ResponderExcluir
  9. oii
    Eu tenho uma certa curiosidade quanto a esse livro, até meio que já esquematizei para coloca-lo em um dos temas do Desafio la do poyo, mas sua resenha me deixou um pouco confusa, tomara que não me perca como você no começo da leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá, eu já assisti ao filme desse livro um tempo atrás e lembro que gostei muito, foi bom ver a sua resenha para mim me lembrar da história, e perceber que eu ainda quero muito ler o livro! Ótima resenha :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Sabe que eu tive este livro em mãos e depois acabei trocando ele sem ler. Não tinha uma visão boa do livro porque pensava em ver o filme a acabei não fazendo isso também. Mas a história é bonita e acho que é bastante sentimental. Ele optou por algo por se sentir culpado do acontecido.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  12. Oiii!

    Eu não li o livro ainda, essa capa me lembra tanto Nicholas HAHAHA. Eu não curto muuuuito esse enredo, mas leria para passar o tempo.
    Odeio quando mudam a narrativa do nada -.-' é péssimo!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Esse negócio de narração confusa, em que a gente não consegue identificar quem está narrando, é algo que me deixa completamente louca! rs... pelo menos com o tempo as coisas começaram a clarear e fizeram sentido para você. Mas o enredo não me interessou muito, então acho que não leria. Que bom que gostou e achou diferente de tudo que já leu.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Thayenne, sua linda, tudo bem
    Você não vai acreditar, mas vi o filme baseado nesse livro faz muito tempo, só depois descobrir que existia o livro. Eu gostei muito do filme, também achei super diferente. Por isso, mesmo que o início seja um pouco confuso, não vejo a hora de ler, embora eu já conheça o segredo da história.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Eu tenho esse livro a uns 3 anos e nunca tive coragem para ler. Ele estava na minha meta de livros de 2015, mas acabou não dando certo. Mas eu quero muito ler e conhecer essa história que você relatou tão bem e aparentou ser maravilhosa.
    Beijos
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Li esse livro já tem um bom tempo mas lembro que gostei, apesar de achar
    a narrativa lenta. E o bacana também foi as reflexões a que ele me levou.
    Você assistiu o filme? É bom, vale à pena depois da leitura.

    Beijos.
    Leituras da Paty


    ResponderExcluir
  17. Adoro narrativas em que a sequência do tempo não é cronológica e o ponto de vista vai-se alternando. Pode até ser um pouco confuso, mas gosto porque me sinto desafiada. Gostei da premissa do livro, é uma leitura que me interessa bastante e, assim que me aliviar de outras leituras, começarei com este. Já está na minha lista. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  18. eu tenho esse livro na estante a tanto tempo e ainda não estou convencida de que devo ler, acredita? E o mais engraçado é que nem tem um motivo real para isso pois cada resenha que leio me empolga para começar logo a leitura.
    Que bom que mesmo com um começo confuso depois a história ganha ritmo e que o livro foi diferente do que você já leu - acho que isso é o mais legal em uma leitura :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  19. Olá.. tudo bem??
    Não li o livro, mas assisti o filme e gostei muito... eu achei o filme bem emocionante... mexeu com meus sentimentos... da forma como você descreveu a leitura do livro, parece mesmo confusa, mas já li livros desta forma... então não me sentiria perdida... enfim, de qualquer forma, que bom que a leitura fluiu pra você... xero!

    ResponderExcluir
  20. Olá.
    Tudo bom?
    Eu nunca li o livro, mas tenho curiosidade, mas esse lance de ser confuso no início, me desanima para a leitura, mesmo que depois tenha algum sentido.
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. Olá! Acho que esta história traz um tema bem interessante. Gostei da sua resenha, está clara e também nos informa de alguns fatos importantes do livro, mas acho que por hora é uma leitura que não faria.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  22. Oi!! Não curto livros com enredos desse tipo e no seu lugar, eu com certeza teria abandonado a leitura nesse início enrolado. Pra mim, o livro precisa me fisgar desde o início.

    Beijinhos
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo