Curta e fique por dentro!

Caneta, texto e ação! #3


Olá, todo mundo!

O filme que trago hoje não é o melhor filme que já assisti, mas apesar disso ele me ensinou algo muito importante, que foi saber a hora de parar ou dar continuidade a um relacionamento. O ser humano tem mania de ser apegar a algo ou alguém para se sentir completo e acaba que nessa busca por preenchimento aceitamos muitas vezes qualquer "forma de amor", o que resulta em pessoas tristes, mas que aceitam aquela determinada condição para que assim não se sinta sozinhas.
Enfim, vamos ao que interessa!

Título Original: Like Crazy 
Gênero: Drama, Romance
Duração: 1 hora 29 min
Ano: 2011
Direção: Drake Doremus

Sinopse: A inglesa Anna (Felicity Jones) está estudando nos Estados Unidos quando conhece Jacob (Anton Yelchin), um jovem americano. Eles apaixonam-se e vivem uma breve história de amor. A jovem ultrapassa o limite de estadia, violando o visto de estudos para ficar com o amado, e é expulsa do país. Morando em continentes diferentes, eles tentam manter uma relação à distância e lutam para ficar juntos outra vez.

"Para você, que me fez ver coisas, que eu nunca teria visto sozinha."

Anna é filha única e mora com seus pais na Inglaterra. Atualmente ela está nos Estados Unidos fazendo faculdade, ela planeja ser Jornalista, só não tem muita certeza se é isso que realmente quer fazer.
Jacob também é filho único e mora com a mãe. Seu pai morreu quando ele tinha 10 anos. Jacob está fazendo graduação em design de móveis.  

Anna e Jacob se conhecem na faculdade, tinha aulas juntos. Acabaram se tornando amigos e essa amizade evoluiu para algo mais, e um relacionamento se iniciou.
Mas, as férias de verão se aproxima e com elas o último ano da faculdade para ambos. Anna terá que retornar para casa, pois seu visto de estudante está prestes a vencer, e eles terão que passar dois meses e meio até que a Anna possa retornar para os Estados Unidos. Contudo, no dia do seu voo, Anna decidi não ir. E eles passam todos os dias de suas férias juntos, mas a Anna tem um casamento de família que não pode perder. Ao tentar retornar para os Estados Unidos, Anna fica presa alfândega sendo impedida de entrar no país e acaba sendo deportada.

Eles ainda querem ficar juntos, só que o tempo vai passando e a comunicação cada vez mais escassa, principalmente pelo fuso horário serem diferentes, a distância começa a mostrar suas dificuldades. Vale mesmo a pena enfrentar tudo isso por amor?
Anna e Jacob são loucamente apaixonados um pelo outro, mas a vida e as dificuldades surgiram em seus caminhos, assim como novas pessoas. E o que antes era uma decisão simples se torna complicada. Será que vale a pena largar tudo, inclusive sua  família, para ir morar em outro país com uma pessoa de quem se gosta, mas que ultimamente andam discutindo frenquentemente e por bobeira? 

"Mas o que temos um com o outro não tenho com ninguém mais. Com nenhum outro ser humano, além de você. Devemos ficar juntos. Sinto isso de um modo muito forte."

É bonito acompanhar o relacionamento dos dois, um não se encaixa no universo do outro, mas fazem de tudo para se manterem por perto. Um é o oposto do outro. Porém, querem mais do que tudo que isso dê certo, mas o que não perceberam foi o desgaste que isso trouxe para o relacionamento. 

Como eu disse não foi o melhor filme que assisti, mas foi um entretenimento legal num fim de tarde.
Tiveram duas coisas que me desagradaram no filme que foram, a primeira foi a passagem de tempo do filme não tinha nenhum aviso e isso foi meio confuso para mim, segundo foi o final, ele ficou muito aberto e simplesmente não explicou se houve ou não um final feliz, não posso explicar muito essa última parte porque pode ser spoiler. 

Indico para aqueles que querem se entreter num dia de tédio, mas que também curtam romance e filmes que passe alguma lição. 

16 comentários:

  1. OWn, eu gosto de filmes assim, um romance leve e apaixonante, ideal para ver no final da tarde de um fim de semana chuvoso, comendo pipoca =D

    Ainda não conhecia, mas fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  2. Oie Thayenne,
    eu não conhecia esse filme, mas gostei da dica... eu gosto desses temas de romance á distancia.
    Sempre é bom ter uma opção de filme tipo sessão da tarde para ver !!!

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!
    Gosto muito de filmes assim, perfeito para passar o tempo sem muitas questões complicadas. Não conhecia o filme, obrigada pela indicação. Nesta foto pensei que fosse o fofíssimo Sam Claflin.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  4. Oláá!
    Esse filme parece ser ótimo, fiquei louca com esses quotes que vc colocou.
    Amei!! Beijos,
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai, este filme acho que eu ia gostar por saber que há a distância do casal, já que ela ficou demais e depois teve que voltar! Não parece um filme romântico chatinho e sim daqueles em que eles lutam para ficar juntos. Gostei do estilo. Preciso ver mais filmes que não sejam só de ação e guerra.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o filme e ele tem bem o meu estilo!!! Adorei os quotes, acho que nunca tinha visto uma resenha de filme com quotes!!! Adorei!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Aaah eu adoro ver filmes com tédio hahahaha as vezes eu coloco só por colocar sabe?
    Então, o enredo é fofo! Bem água com açúcar do jeito que curto. Mas fiquei chateada pelo final aberto ;(

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Esse é um tipo de filme que não costumo ver muito, só vejo em caso de tiver alguém no elenco que seja muito querido por mim. A trama é simples e interessante, pena que não algo tão extraordinário para você.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse filme, mas a premissa dele me lembrou um pouco de "500 dias com ela", onde o amor do casal vai murchando aos poucos. Não sei se são mesmo parecidos, mas me lembrou um pouco *-* Vou procurar para assistir :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar sobre esse filme e apesar dos dois problemas que não lhe agradaram tanto e que você apontou no final do texto eu acho que ele cumpre aquilo que propõe, ou seja, um simples entretenimento. Acho que se eu fosse assistir, eu iria ter as mesmas sensações que você. Essa é que é a verdade...

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  11. Thay lindona é engraçado que muitas vezes nos apegamos a um relacionamento regado ao comodismo apenas por medo de ficar sozinha, não conhecia o filme mas gostei da mensagem que ele trás. Dica anotada para assistir em um lindo fds. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  12. Amiga nunca tinha visto falar desse filme.
    Gostei bastante da trama e acho que vou procurar pra ver.
    Eu adoro filmes assim sabe? Faz tempo que não vejo nada de novo.
    Os que vejo são todos aqueles que passam no telecine e que já repetiram
    não sei quantas vezes rs

    Mas eu gostei bastante de tudo que você falou desse filme.
    Engraçado eu nunca ter visto ele para poder assistir.
    Mas mesmo assim vou anotar a dica pra ver com toda certeza =D

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/caixinha-de-correio-6-parte-2.html

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? A resposta para a pergunta que você fez: "se valeria a pena", depende de muitas coisas, como eles eram quando estavam juntos, e nessas brigas o que um falava para o outro, com essas respostas e mais o fato de saber da personalidade das duas personagens dá para ter uma idea se valeria ou não a pena. Eu já tive um relacionamento que nem era distante e eu vi que não valeria a pena por causa da intensidade das brigas. É isso o que eu acho, fique vontade para discordar, beijos .
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, to com tanta saudade de ver filmes, ando meio longe das telinhas e telonas focada muito no blog e na escrita, mas ver filmes assim leves e despretensiosos parecem recarregar nossas energias e dar uma folga pra cabeça poder relaxar, está anotada a dica, adorei os quotes que separou.
    Beijos.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  15. Acho que vi esse filme disponível no Netflix e até tive vontade de assistir, mas acabei não tendo tempo. Fiquei aqui imaginando qual será o desfecho desse filme já que a relação dos dois parece algo bem difícil de lidar por conta dos problemas e distância. Com certeza irei assistir para tirar minhas próprias conclusões.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  16. Minha amiga tinha me falado desse filme, mas pensei "ah, não deve ser tão bom assim". Mas ela não tinha me dito que tinha JLaw nele, haha! Mesmo que tenha dito que não foi o melhor filme que assistiu, fiquei animada pra assistir, mesmo que não seja uma temática inovadora.

    Achei lindo seu blog e já to seguindo!
    Virando Amor

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo