Curta e fique por dentro!

Resenha #60: Reconstruindo Amelia.



Título original: Reconstructing Amelia
Autor (a): Kimberly McCreight
Editora: Arqueiro
Páginas: 349
ISBN: 9788580412857

Sinopse: Kate Baron, uma bem-sucedida advogada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição? Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas. Amelia está morta. Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia. Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora? Suas convicções sobre a tragédia e a própria filha estão prestes a mudar quando, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular: Amelia não pulou.
Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Facebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página.

"Era tarde demais para mudar qualquer coisa. Tarde demais para fazer escolhas diferentes. Para ser uma mãe melhor do que havia sido. Kate só tinha como ser a mãe que era, a mãe de Amelia - curadora de sua memória, guardiã seus segredos, depositária de seu coração. E isso ela sempre seria."

Aparentemente, Amelia pulou do telhado da escola onde estudava. Kate, mãe de Amelia, ficou tão surpresa e transtornada que quando o perito disse que foi suicídio, ela não o questionou, mesmo que seu instinto maternal dissesse o contrário. Afinal, ela conhecia a filha melhor do que ninguém, certo?

Dois meses após a morte de Amelia, Kate voltou a trabalhar, e logo no primeiro dia de trabalho ela recebe uma mensagem de um número privado, que continha a seguinte mensagem: Amelia não pulou. Jeremy, sócio e chefe de Kate, levou o celular ao departamento de T.I, não descobrindo nada Kate vai em busca de respostas.

Não costumo saber muito sobre os livros que irei ler, as vezes eu evito até mesmo ler a sinopse. E com este não foi diferente. O que me motivou a ler foi a capa e duas frases que se encontram na capa do livro. Eu acreditava se tratar de relacionamento mãe-filha. Mas, acabei me deparando com uma estória mais ampla que isso. A estória de Kimberly (a autora) vai retratar o relacionamento em diversas áreas, como na escola, no trabalho, com os familiares e até mesmo com as pessoas que amamos - no sentido romanticamente.
É muito interessante acompanhar o desenrolar da estória, eu fiquei ansiando pelo que viria no próximo virar de página. A trama toda me deixou roendo as unhas. Amelia se suicidou - um assunto muito temido pelos pais - ou alguém a empurrou? O quanto das nossas vidas contamos aos nossos pais? O quanto os nossos pais contam sobre a própria vida? São vários os questionamentos que me peguei tendo durante a leitura. Espero que vocês tenham a oportunidade de um dia ler este livro, ele é fantástico! E que me trouxe muitas lágrimas com o desfecho para lá de surpreendente.

A estória é intercalada pelo ponto de vista da Kate e da Amelia antes do ocorrido, aconselho aos que forem ler que prestem atenção nas datas nos inícios dos capítulos elas são muito importantes.

"- Eu também quero que você saiba que, embora o Jeremy tenha sido um erro para mim - ela continuo, com a voz falhando, se dissolvendo ao vento -, você nunca foi um erro, Amelia. Você foi a melhor coisa que me aconteceu. E sempre será."

Então, é isso! Beijos e até o próximo post.

Um comentário:

  1. Que lindo!
    Já vi várias fotos desse livro mas sempre passou batido.
    Fiquei super afim de ler, já vou colocar nos meus desejados :D
    bj

    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo