Curta e fique por dentro!

Resenha #50: Um Perfeito Cavalheiro.



Título original: Ann Offer from a Gentleman
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 295
ISBN: 9788580412383

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

"Mas o que ela dizia e o sentia nem sempre coincidiam. Seu coração desejava aquele homem, sonhava com uma vida que jamais poderia acontecer."

Sophie Beckett era a filha bastarda do Conde Gunningworth, que mesmo nunca tenha assumido a paternidade, se certificava de que Sophie tivesse bons vestidos, alimentação e educação. Mas, isso muda quando o conde se casa com Aramita, e a traz junto com suas duas filhas para morarem na casa de Londres.

Aramita desde o inicio deixa claro para Sophie que ela não passa de uma bastarda, porém isso piora quando aos 40 anos o Conde falece. Aramita e sua filha mais velha, Rosamund, fazem da vida de Sophie um inferno.

Chegado o tão esperado baile da família Bridgerton, a governanta da casa de Londres arruma um jeito para que Sophie vá ao baile. E chegando lá, ela conhece o seu príncipe encantado, Benedict Bridgerton.
Eles passam horas conversando e ele a ensina a dançar, e há algo de mágico, quando ambos estão juntos, que eles acabam se beijando.
Só que logo depois o gongo soa, avisando a temida meia-noite, e Sophie sai correndo e acaba deixando para trás Benedict com apenas uma luva com monograma.

"- Isso é verdade - admitiu ele -, mas eu também não quero vê-la sem rumo.
- Passei a vida inteira dessa forma - sussurrou ela, sentindo a ardência traiçoeira das lágrimas nos olhos."

Mas, eis que este não foi o fim do casal, apenas o começo. Meu livro favorito da série até eu ler este livro era O Duque e Eu, mas agora ficou difícil escolher, porque amei Um Perfeito Cavalheiro. O Benedict tem certas particularidades que me chamam a atenção. E a Sophie tem um jeito único de tirar apenas o melhor das coisas que lhe acontecem. Uma combinação maravilhosa.
Dei 5 estrelas.

Um comentário:

  1. Olá,
    Adoro todos os livros da Julia Quinn, este então mais ainda.
    Ele já esta a frente do O Duque e Eu.
    Esse livro é perfeito.

    Beijos
    @saymybook
    http://saymybook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo