Curta e fique por dentro!

Resenha #42: O Pequeno Príncipe.



Título original: Le Petit Prince
Autor (a): Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Geração Editorial
Páginas: 129
ISBN: 9788581303079

Sinopse: Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida. Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança. Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger.

"- Sei que é muito difícil. É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se conseguir julgar a si mesmo, provará que é um verdadeiro sábio."

Considerado um livro infantil, mas que na verdade é um tapa na cara dos adultos.

O livro nos lembra que já fomos crianças, que também tinhamos curiosidade, que quando pequenos gostávamos de saber o porquê das coisas, ainda sentimos as mesmas coisas, porém optamos por esconder, nos retrairmos quando crescemos. Deixamos de valorizar o que nos é realmente importante. Desistimos fácil, paramos de nos importa e apreciar as pequenas coisas, não aproveitamos o nosso tempo como devido, ao invés disso nos preocupamos demais, trabalhamos demais, mentimos, bebemos, tudo em demasia.

O livro me fez refletir bastante sobre o que estamos desperdiçando. Gostei muuuuito do livro, tem um linguagem leve e doce, mas reflexiva. Dei 5 estrelas e favoritei.
E a minha edição tem ilustrações belíssimas. 


Então, é isso! Beijos e até o próximo post.

Um comentário:

  1. Oi Thay, tudo bem? Sou muito suspeita para comentar nesse post. Pense numa pessoa apaixonada pelo Pequeno Príncipe. Que livro fantástico. É tão simples e inspirador ao mesmo tempo. Li apenas duas vezes e pretendo reler infinitas vezes. Ah, e essa edição está simplesmente fantástica. A minha é bem simples... mas amo ainda assim. Rs

    Beijão, querida.
    http://www.psicoseliteraria.com/

    ResponderExcluir

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo