Curta e fique por dentro!

Resenha #17: O Estranho.



Título original: The Stranger
Autor (a): Kyra Davis
Editora: Suma de Letras
Páginas: 159
ISBN: 9788581052328
Nota: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️


Sinopse: Kasie Fitzgerald sabe quem deve ser. Responsável. Confiável. Previsível. Ela é uma ambiciosa workaholic, fiel ao homem com quem pretende se casar. Mas uma noite selvagem e impulsiva em Las Vegas, vai despertá-la para novas experiências... Tentando a sorte em mesas de cartas Kasie conhece ele. Intenso. Sensual. Perigoso. Ela aceita seu convite para um drinque... e depois para o quarto. Ela não sabe seu nome. Mas nunca vai se esquecer do sexo. Forte. Excitante. Explosivo. Então, quando aquele homem misterioso aparece inesperadamente em sua empresa, ela se rende aos seus domínios, tanto na cama quanto no trabalho. Não há como prever aonde o rico e poderoso Robert Dade vai levá-la. Mas também não há como resistir aos seus desejos. A unica questão é quem Kasie será, quando a jornada chegar ao fim.

Kasie Fitzgerald é a típica aluna aplicada. Namora há seis anos o cara que conheceu logo após se formar em Harvard. Trabalha para uma multinacional, e sente necessidade de provar que e boa no que faz, tudo isso porque quem a ajudou a conseguir o emprego foi o padrinho/tio do seu namorado, o Dave. Eles estão pensando em se casar, ele não fez o pedido, só informou que iria pesquisar os preços das alianças, para poder comprar uma para a Kasie.

A melhor amiga da Kasie, a Simone, a convida para ir a Las Vegas por achar que ela é estável demais. Vestida para matar, porém sem saber como lidar com os olhares maliciosos, elas vão ao cassino. Lá a Kasie conhece o sedutor Sr. Dade, ela não sabe nada a respeito dele a não ser seu sobrenome.

Depois de uma noite para lá de caliente, ela começa a se questionar sobre o que fez, e a culpa vem, afinal o Dave não fez nada para merecer isso. Está completamente decidida a esquecer o que houve em Las Vegas.

Aparentemente, não é isso que o Sr. Dade quer. Ele entra em contato com o chefe dela, e solicita que seja responsável pela conta da empresa dele. Kasie planeja ser profissional. Mas não adianta nada quando ela se vê cara a cara com o Robert Dade.

Ela sente coisas que não sabe descrever, ele lhe proporciona sensações que nenhum outro a fez sentir. Kasie fica balançada e ao mesmo tempo culpada por estar traindo o Dave. Mas é quase impossível resistir ao Robert.

Com o Robert ela se sente livre e espontânea, não precisa usar máscaras, não precisa aparentar a perfeição, pois ele sabe que isso não existe. Mas, ela tem esqueletos no armário, como a própria diz. Ela não pode se dar ao luxo de se render a esta vida.

Nada me prendeu tanto quanto o final. Quando ela finalmente enxergar uma vida a parte dessa ilusão em que vive. Eis que aparece alguém que vai destruir todos as suas possibilidades.


Então, é isso! Beijos e até o próximo post.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo