Curta e fique por dentro!

Resenha #16: Anexos.



Título original: Attachments
Autor (a): Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 366
ISBN: 9788542804515
Páginas: ⭐️⭐️⭐️⭐️

Sinopse: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas.

Lincoln é contratado para inspecionar se algum dos funcionários do The Courier estão usando o e-mail da empresa de maneira leviana. Originalmente ele achava que era o emprego dos sonhos. Iria construir firewalls e protegeria o jornal dos hackers, porém quando ele de dar conta que o emprego não era o que imaginara, fica entediado.

E é por estar entediado que ele começa a ler os e-mails de duas amigas, a Jennifer e a Beth. A função dele consiste em, se pegar algum funcionário usando palavras de baixo calão, enviando pornografias e etc, ele deveria mandar uma advertência, o que ele não faz nesse caso. Consequentemente o Lincoln acaba ficando meio obcecado por elas, em particular por Beth.

"Eu não sabia que alguém podia me amar assim – disse ela. – Podia me amar e amar e amar e amar sem... precisar de espaço."

O Lincoln ainda mora com a mãe, o que faz com que ele discuta com sua irmã mais velha, Eve. Ela não aceita que o irmão, aos 28 anos, continue morando com a mãe. O que causa atrito ainda maior entre mãe e filha. Lincoln se pergunta o porquê delas tanto discordarem. Apesar de, no começo eu ter achado a mãe dele a maior vaca, lá no finalzinho do livro temos um vislumbre do que ela teve que enfrentar na vida, e dá para entendermos ela ser tão protetora com os filhos.

Do nada os e-mails entre a Beth e a Jennifer param de chegar no WebShark. O que aumenta a curiosidade dele. Até que os e-mails retornam. Só que o Lincoln nota uma diferença, não estão mais divertidos ou relatando algo de importante que tenha acontecido na vida delas. Ele sabe que há algo errado, mas não sabe o quê.

Ele ajuda uma moça no estacionamento do The Courier, e é depois desse encontro que ele percebe o que tem de errado e percebe também que conheceu a Jennifer pessoalmente sem saber quem ela era.

Depois de saber que a Beth está solteira há um mês, ele fica esperançoso. Mas depois de uma conversa com a Christine, o deixa envergonhado e se sentindo mal por ler os e-mails da Beth. Ele coloca em prática várias mudanças. Aluga um apartamento e se muda da casa da mãe, pede demissão do emprego, deixa um bilhete de desculpas para Beth, finalmente risca a Sam da sua vida, arranja um emprego em outro lugar e passar a ser mais sociável.

O livro é intercalado pelos e-mails trocados entre as duas e o ponto de vista do Lincoln. Fazendo assim com que o livro não fique cansativo e com que o leitor avance sem dificuldade na leitura. Além de ser mega divertido e super fofo. O final foi lindo, apesar de ter sido um pouco apressado, muitas coisas ocorreram nas últimas dez páginas. Mas a Rainbow conseguiu esclarecer que o sentimento não era unilateral, que ambos de apaixonaram sem de fato conhecer o outro. Ele não conhecia a aparência da Beth, porém sabia que ela era inteligente e divertida. Beth não sabia nada sobre o Lincoln no quesito vida pessoal, mas só por sua aparência ela pode dizer que ele era gentil e fofo. Posso estar errada ao escrever isso, mas acho que o que a autora quis passar foi, não importa como ou por quê você se apaixona, amor continua sendo amor, independente de qualquer coisa.

Então, é isso! Beijos e até o próximo post.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Entre óculos e Livros - Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayanne.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo